logo

Telefone: (11) 3024-9500

Puerto Vallarta, refúgio de surpresas no Pacífico Mexicano | Qual Viagem Logo

Foto por IStock/  axl5188

Puerto Vallarta, refúgio de surpresas no Pacífico Mexicano

8 de julho de 2016

Bem na divisa entre os estados de Jalisco e Nayarit, na costa pacífica do México, Puerto Vallarta foi “descoberta” pelo mundo na década de 1960, graças aos atores de Hollywood Elizabeth Taylor e Richard Burton. Desde então, a pequena cidade litorânea passou a receber um número cada vez maior de turistas, principalmente norte-americanos e canadenses, em busca do mar, do sol e do calor.

Toda a infraestrutura turística também cresceu ao longo dos anos. Hoje, Puerto Vallarta tem tudo o que um turista pode querer: hotéis que vão do econômico ao luxo, restaurantes, bares com muita música e dança, lojas, um centro histórico preservado, praias intocadas e muito mais. A cidade é um dos melhores destinos de férias do México. O destino investiu bastante em capacitação, treinamento e marketing e recebe uma quantidade enorme de turistas, principalmente oriunda dos Estados Unidos.

Foto por OVC PUERTO VALLARTA

Foto por OVC PUERTO VALLARTA

Nas duas últimas décadas Puerto Vallarta investiu basicamente na melhoria e ampliação de sua infraestrutura. Ampliação do aeroporto, remodelação dos portos, investimentos em novas redes hoteleiras com inúmeras marcas internacionais, gastronomia diversificada focada na qualidade constante dos serviços e principalmente entretenimento.

A cidade é dividida em duas partes: norte e sul. Ao sul há a chamada Zona Romântica, com a famosa Praia de Los Muertos. Já ao norte fica a Cidade Antiga, ou centro histórico, a zona hoteleira e a Marina. No sentido do continente, estendem-se as verdes colinas de Sierra Madre. A área central da cidade, graças a um bom trabalho das autoridades municipais, ainda preserva seu encanto, com casas em estilo colonial pintadas de branco, ruas de pedra e bem estreitas, telhados vermelhos e construções mais baixas.

A proposta é fazer com quem o visitante percorra as pequenas ruelas a pé e descubra a cada esquina um ateliê, uma lojinha de artesanato, uma cafeteria descolada ou um “sebo” onde pode comprar livros e discos exclusivos. Além disso, as calçadas são tomadas por músicos e artistas plásticos que mostram seus dons artísticos.

Seja de dia ou de noite, a animação nunca acaba em Vallarta Antiga. Bandas tocam na Plaza de Armas, a principal da cidade, casais saem para dançar nas festas, restaurantes e bares se enchem de turistas e pais saem para passear com seus filhos. Nessa região, subindo as ladeiras, fica a histórica Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe e Gringo Gulch, uma área repleta de casas construídas pelos americanos endinheirados.

Caminhos à beira-mar

A Orla Marítima é uma das melhores atrações de Puerto Vallarta. São cerca de dois quilômetros e meio de um calçadão à beira-mar que começa no Hotel Rosita, ao norte, e vai até o Hotel Emperador, ao sul. A área para pedestres é conhecida como Malecon e compreende também o Paseo Diaz Ordaz, composto por enormes e bem cuidados jardins e revigorante projeto paisagístico.

Todo o calçadão é muito bem cuidado, com desenhos feitos no pavimento com pedrinhas, palmeiras, bancos e esculturas de bronze de golfinhos, sereias e outros temas marinhos por toda sua extensão. Isso sem contar a bela vista para a Baía de Banderas, a maior do México. O Caballito de Mar, uma escultura de um cavalo-marinho, é o mais famoso do conjunto e o primeiro a ser colocado na Orla, em 1976. Essa escultura é hoje um dos símbolos de Puerto Vallarta. Os Arcos, próximos a Plaza de Armas, são uma espécie de anfiteatro de frente para o mar, onde há espetáculos gratuitos diariamente, como apresentações de danças folclóricas.

Uma atração curiosa da Orla Marítima são os Voadores de Papantla. O grupo sobe em um poste de 15 metros e, enquanto um toca uma flauta, quatro deles pulam lá de cima até quase atingirem o chão, presos por cordas. Essa é uma importante cerimônia religiosa, que data de 1.500 anos atrás, em homenagem ao Deus do Sol. Se assistir à apresentação, não se esqueça de deixar uma gorjeta. Prepare também a máquina fotográfica, pois você poderá capturar imagens únicas desse magnífico espetáculo.

Foto por Istock/ Elenathewise

Foto por Istock/ Elenathewise

Na foz do Rio Cuale, encontra-se um dos lugares preferidos entre os turistas. É a Ilha Cuale, um verdadeiro oásis no centro de Vallarta. Com exceção das duas pontes principais, a ilha é exclusiva para os pedestres, que podem passear livremente por suas ruelas muito bem arborizadas e repletas de restaurantes, bares e cafés, que promovem animadas festas à noite.

Há também uma série de lojas de artesanato, que vendem acessórios, peças de vestuário, artigos de prata, cerâmica e várias lembrancinhas. No extremo da ilha mais próximo ao Oceano Pacífico, há o pequeno Museu Arqueológico do Cuale, que possui um acervo de figuras pré-colombianas. Já no extremo oposto fica um Centro Cultural que oferece aulas de música, dança e arte. Recomendamos que ambos sejam visitados.

O ponto de encontro dos moradores e turistas é sem dúvida a área entre as praias de Olas Altas e Los Muertos, logo ao sul do Rio Cuale. Enquanto que ambulantes atravessam as areias vendendo de tudo um pouco, turistas aproveitam o sol em espreguiçadeiras, passeiam em botes no mar, surfam e até saltam de paraquedas. Ao longo das praias, há uma fila de restaurantes para todos os gostos e bolsos.

Inaugurado em 2013, o Cais de Los Muertos, na praia de mesmo nome, é um caminho que se estende por cem metros mar adentro e um dos melhores pontos para observar as belas cores do pôr do sol sobre o Pacífico. Ainda em direção ao sul, a Praia de Conchas Chinas, apesar de ter um trecho rochoso, possui águas cristalinas, ideais para a prática de snorkel.

Puerto Vallarta é, inclusive, um paraíso para os amantes dos esportes aquáticos e de aventura. Além do snorkel, dá para mergulhar em águas calmas e repletas de vida marinha, andar de caiaque e barco a vela, fazer esqui aquático e surfar. A Baía de Banderas é um lugar ideal para todas essas atividades. Para quem deseja mergulhar, o Parque Nacional Marinho de Los Arcos e as Ilhas Marietas também são boas opções.

Os mergulhadores podem explorar cavernas submarinas, cânions e recifes cheios de peixes, tartarugas, polvos, cavalos-marinhos, arraias- -manta e muito mais. As belas águas da Baía de Banderas também são o lar de baleias e golfinhos. Muitos operadores especializados oferecem excursões de mergulho.

Para os mais aventureiros, também não faltam opções, como passeios de mountain bike, safári de jeep, tirolesas e trilhas nas florestas em torno de Puerto Vallarta. Também é possível praticar os esportes mais tradicionais, como tênis e golfe. Aliás, por lá existem excelentes campos de golfe. Isso atrai bastante os turistas norte-americanos e canadenses, que adoram o esporte e são frequentadores assíduos do destino.

Vida noturna e culinária

Além do Cais de Los Muertos, muitos restaurantes, como o Vista Grill, e bares possuem terraços de onde é possível ter uma ótima vista da baía e do pôr do sol. Se tiver sorte, poderá ver o “destello verde”, um breve lampejo de luz esmeralda sobre o mar. Depois de apreciar esse espetáculo da natureza, curta a acalorada vida noturna de Puerto Vallarta.

A maioria das festas acontece ao longo da Orla Marítima. Música latina ao vivo, bares com decorações divertidas e uma grande oferta de drinques, como o refrescante mojito, e restaurantes gourmet com boas cartas de vinho. Há ainda opções em alto mar, como o passeio “Ritmos da Noite” para Las Caletas, oferecido pelo Vallarta Adventures. Embarque em um catamarã até o paraíso privado que é essa enseada, onde acontece um jantar a luz de velas sob as estrelas e um espetáculo de danças típicas dos nativos da região.

Puerto Vallarta é um destino aberto a todas as pessoas. A cidade é, inclusive, considerada um dos destinos “gay friendly” mais populares do mundo. Para os interessados em arte, há um ótimo passeio nas quartas-feiras à noite de outubro a maio. Cerca de 20 galerias e ateliês abrem suas portas no centro histórico e participam do Passeio da Arte, durante o qual oferecem aperitivos e bebidas e contam com a presença dos próprios artistas.

FOTO: OVC PUERTO VALLARTA

FOTO: OVC PUERTO VALLARTA

De bares de tapas e bancas de tacos a restaurantes elegantes, Puerto Vallarta oferece uma enorme oferta gastronômica, que, no país, só perde para a Cidade do México. Há estabelecimentos tradicionais mexicanos, que servem pratos com os suculentos moles, restaurantes de comida asiática, grandes redes americanas, mercados de rua com produtos locais, restaurantes de chefs premiados, como o La Leche e o Maia, enfim, um pouco de tudo.

Todos os anos, em meados de novembro, acontece o Festival Gourmet Internacional, que dura dez dias. Alguns dos chefs mais premiados do mundo juntam-se a cozinheiros locais para criar verdadeiras obras de arte culinárias. Fazem parte da festa jantares de gala, aulas de gastronomia e até degustação de vinhos e tequilas. Durante o ano inteiro a cidade se prepara para receber esse que pode ser considerado um dos maiores eventos locais.

Destinos nas proximidades 

Nos arredores de Puerto Vallarta, há algumas das praias mais bem preservadas da região e povoados que também merecem a visita. Ao sul, encontramos Mismaloya e Boca de Tomatlán, de onde é possível ter fácil acesso através de táxi aquático ou lancha às ilhas rochosas do Parque de Los Arcos. Graças às águas pouco profundas, a Praia de Las Ánimas costuma ser frequentada por famílias, principalmente durante os finais de semana e feriados.

FOTO OVC PUERTO VALLARTA

FOTO OVC PUERTO VALLARTA

Acessível por “panga”, uma embarcação sem motor, Yelapa é um refúgio campestre, sem grandes resorts, automóveis ou prédios altos. Nesse povoado de 1.500 habitantes, sendo muitos deles hippies e artistas, passeie a cavalo, refresque-se nas cascatas e praias e compre produtos locais, feitos com o pau de rosa da região.

À beira-mar, há também vários pequenos restaurantes caseiros, muito simples, mas que servem mariscos frescos de alta qualidade, além da aguardente da região, chamado de raicilla. Yelapa é um ótimo destino para a prática de snorkel e mergulho. Se desejar ficar hospedado no povoado, há pequenos, porém bons e charmosos, hotéis.

Ao norte de Puerto Vallarta, já no estado de Nayarit, há o povoado de Bucerías, um ótimo destino turístico por seus excelentes restaurantes e praias repletas de palmeiras. Punta Mita é outro lugar popular e fica no extremo norte da Baía de Banderas. Já Sayulita é um ponto ideal para os surfistas, inclusive para os iniciantes, e local que abriga ótimos hotéis e lindos campos de golfe. Lá também é possível avistar baleias, um programa bastante interessante que ocorre uma vez por ano durante apenas quatro meses.

Se você que já foi ao México e conheceu outras paragens desse magnífico país, como a Riviera Maya, Los Cabos e a Cidade do México, experimente Puerto Vallarta. Temos certeza que o destino irá te surpreender. Bom clima, boa gastronomia, ótimos hotéis e uma grande variedade de passeios.

A natureza exuberante de perto 

Um dos passeios mais agradáveis em Puerto Vallarta acontece a quase 20 quilômetros ao sul da cidade. Trata-se do Jardim Botânico, que conta com três mil espécies diferentes de plantas, entre palmas, samambaias e diversas flores, além de uma variedade de aves e borboletas. Não se esqueça de usar sapatos confortáveis e de levar roupa de banho para mergulhar no Rio Los Horcones.

FOTO OVC PUERTO VALLARTA

FOTO OVC PUERTO VALLARTA

De maio a setembro, milhares de tartarugas marinhas colocam seus ovos nas inúmeras praias da região. Como parte do programa para a liberação das tartarugas marinhas, durante esse período, membros dos hotéis ao longo das praias pegam os ovos e os levam para um período de incubação. Uma vez que os filhotes nascem, eles são liberados no seu hábitat natural. Os hóspedes dos hotéis são convidados a ajudar nesse processo. É um acontecimento ao mesmo tempo emocionante e que une turistas de todo o mundo para ajudar na preservação da vida marinha e, em especial, das tartarugas.

Em Mismaloya, o Zoológico de Puerto Vallarta abriga mais de 120 espécies de animais em seus cinco hectares. Além de leões, tigres, camelos e zebras, há muitas espécies da região, como o coiote, o jaguar e o puma, animais pouco vistos e conhecidos aqui no Brasil. Visitar o zoo vale muito a pena, principalmente se o passeio for realizado em família. As crianças adoram!

Como chegar

A partir de Guarulhos, as companhias Aeromexico, Delta, American Airlines, United e LATAM  operam voos para Puerto Vallarta, com uma conexão.

aeromexico.com

delta.com

aa.com.br

united.com

latam.com

Onde ficar

Playa Fiesta BeachClub & Hotel

Casa Velas

Resorts by Pinnacle 180

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva, Hitoshi Yoshimura e Patrícia Chemin

Foto destaque por Istock/ axl5188

Comentários