logo

Telefone: (11) 3024-9500

Gêiseres, fontes termais e cultura Maori em Rotorua, Nova Zelândia | Qual Viagem Logo

Rotorua, New Zealand - November 20, 2014: People watching Pohutu Geyser in Rotorua, New Zealand

Gêiseres, fontes termais e cultura Maori em Rotorua, Nova Zelândia

3 de julho de 2017

Localizada na Ilha Norte da Nova Zelândia, a 230 km de Auckland, Rotorua é um dos maiores centros de atividade geotérmica do mundo. Dentro do chamado Anel de Fogo do Pacífico, nessa cidade e em seus arredores é possível encontrar fontes e lagos termais, piscinas de lama, vulcões e gêiseres. Além disso, Rotorua é o centro da fascinante cultura Maori, povo nativo do país.

Foto por iStock / Bkamprath

Foto por iStock / Bkamprath

Atração imperdível na região, o parque Wai-O-Tapu Thermal Wonderland é uma área vulcânica surreal. Trilhas levam os visitantes por um roteiro completo pelos atrativos do local, que incluem lagos de águas termais e coloridas em tons que vão do verde ao amarelo, como o Champagne Pool e o Artist’s Palette, piscinas naturais de lama borbulhante e o famoso gêiser Lady Knox, que entra em erupção todos os dias no mesmo horário (formando uma coluna de água e vapor que pode chegar aos 20 metros de altura).

Foto por iStock / nealec

Foto por iStock / nealec

No Waimangu Volcanic Valley, há a maior fonte termal do mundo, a Frying Pan Lake, com quase quatro hectares. De grande importância para os Maori, o Hell’s Gate é um parque geotérmico que funciona como um Spa ao ar livre. Apesar do nome curioso (“portão do inferno”, em português), é um lugar para relaxar. Ali você pode se banhar em água sulfurosa e na lama geotérmica (ambas com propriedades medicinais e curativas). Encontre também a maior cachoeira de água termal do hemisfério sul e outras tantas fontes de água quente.

Foto por iStock / MaRabelo

Foto por iStock / MaRabelo

Dentro do Vale Geotermal Te Whakarewarewa, o parque Te Puia é lar do gêiser Pohutu (entra em erupção mais de 20 vezes por dia e atinge 30 metros de altura), piscinas de lama, fontes termais e do pássaro kiwi, símbolo da Nova Zelândia. Te Puia preserva ainda tradições dos Maori, através de apresentações de canto e dança, arquitetura e artesanato. Para mergulhar ainda mais no estilo de vida Maori do povo Te Arawa, que chegou ao local há cerca de 700 anos, visite os autênticos vilarejos de Ohinemutu, Mitai e Tamaki.

Foto por iStock / gracethang

Foto por iStock / gracethang

A Nova Zelândia é famosa por ser um destino de aventura e esportes radicais – e em Rotorua isso não é diferente. Na exuberante floresta de Whakarewarewa, faça trilhas e ciclismo de montanha. A região ainda oferece atividades como rafting no Rio Kaituna (cujo percurso inclui uma cachoeira de sete metros de altura), bungy jumping, tirolesas e o OGO, no qual você entra em uma bola de plástico inflável e desce ladeiras.

Como chegar

A LATAM oferece voos entre São Paulo e Auckland, com escala em Santiago do Chile. Em Auckland, você pode pegar um voo com uma companhia aérea local até Rotorua, ou então fazer o trajeto de carro ou ônibus em menos de três horas.

Onde ficar

Millennium Hotel Rotorua

Aura Accommodation

Quest Rotorua Central

Texto por: Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / vale_t

Comentários