logo

Telefone: (11) 3024-9500

9 atrações imperdíveis para curtir em Jericoacoara | Qual Viagem Logo

Jericoacoara, Brazil - November 22, 2011: Sailing boat and it's owner in a lagoon of Jericoacoara. The green hammocks for relaxation are popular and easy to find in every lagoons.

9 atrações imperdíveis para curtir em Jericoacoara

19 de fevereiro de 2020

A 300 km de Fortaleza, Jericoacoara é um dos destinos mais badalados do nosso litoral. Mesmo assim, conseguiu manter o ar rústico, que dá todo o charme para a Vila de Jeri, e preservar as belezas naturais praticamente intocadas – entre praias, dunas e lagoas. Conheça os principais atrativos do destino para incluir no seu roteiro:

Lagoa do Paraíso

Foto por iStock / Phaelnogueira

Foto por iStock / Phaelnogueira

Em meio à areia branquinha, a Lagoa do Paraíso é de água cristalina e exibe tons que vão do esverdeado ao azul escuro. São vários quilômetros de extensão, o que forma uma verdadeira praia de água doce, com restaurantes, quiosques e cadeiras. Dentro da lagoa, há várias redes coloridas – assim você pode tomar sol enquanto se refresca na água.

Pedra Furada

Foto por iStock / tunart

Foto por iStock / tunart

Esse é o principal cartão-postal de Jeri: uma grande pedra com uma abertura no meio, formando uma espécie de arco à beira-mar. Fica a cerca de 30 minutos a pé da Praia de Jericoacoara, caminho que pode ser percorrido na maré baixa.

Duna do Pôr do Sol

Foto por iStock / Phaelnogueira

Foto por iStock / Phaelnogueira

A Vila de Jeri está localizada em uma enseada cuja praia é voltada para o lado oeste – ou seja, é um dos poucos lugares do litoral brasileiro onde é possível admirar o pôr do sol sobre o mar. E há muito tempo os turistas já elegeram o lugar ideal para essa atividade: sobre a Duna do Pôr do Sol. Todas as tardes, o topo dessa duna, que fica è beira-mar, é tomado por dezenas de turistas prontos para assistir a esse espetáculo.

Lagoa Azul

Foto por Jade Queiroz / MTur

Foto por Jade Queiroz / MTur

Assim como a Lagoa do Paraíso, a Lagoa Azul faz parte da Lagoa de Jijoca. O visual de águas cristalinas em diversos tons de azul e areia branca também está presente na Lagoa Azul – porém ela é menos movimentada do que sua vizinha.

Árvore da Preguiça

Foto por iStock / tunart

Foto por iStock / tunart

Entre Jericoacoara e a Praia do Preá, a Árvore da Preguiça é mais um cartão-postal curioso do destino. Os ventos fortes e constantes da região fizeram com que essa árvore se retorcesse, até a copa tocar na areia, dando a impressão de que ela está deitada. É um ponto muito popular para fotos.

Windsurf e kitesurf

Foto por Jade Queiroz / MTUR

Foto por Jade Queiroz / MTUR

Os ventos de Jeri também fizeram com que o destino se tornasse um favorito entre os praticantes de windsurf e kitesurf, que dão um colorido especial às praias de Jericoacoara, da Malhada e do Preá. Os iniciantes nesses esportes também têm a sua vez: há escolas e instrutores locais para quem tem interesse em aprender as modalidades.

Tatajuba

Foto por iStock / Kseniya Ragozina

Foto por iStock / Kseniya Ragozina

O passeio de buggy até Tatajuba, a oeste de Jeri, leva a uma das lagoas mais tranquilas da região, a Lagoa da Torta. Além da beleza natural, o local também oferece restaurantes, quiosques e aquelas tradicionais redes dentro da água. Perto dali, a Duna do Funil é o lugar onde os aventureiros podem fazer o esquibunda.

Mangue Seco

Foto por Jade Queiroz / MTUR

Foto por Jade Queiroz / MTUR

Mangue Seco é uma das praias mais bonitas da região, também a oeste de Jeri. A faixa de areia branca é bem larga, entre árvores de raízes retorcidas. O braço de mar no encontro com o Rio Guriú é berçário natural de cavalos-marinhos – para vê-los de perto, há passeios de canoa pelo mangue.

Vila de Jeri

Foto por iStock / Phaelnogueira

Foto por iStock / Phaelnogueira

O clima rústico impera na pequena Vila de Jericoacoara, com ruas estreitas cobertas de areia, sem postes de iluminação e sem carros circulando. Há muitos restaurantes, que servem o melhor da culinária nordestina, e lojinhas de artesanato, além do forró que embala as noites da Vila. Tudo muito simples, porém com aconchego de sobra. Para se hospedar, é fácil encontrar alguma pousada em Jericoacoara que combine com o seu perfil.

Também vale visitar Jeri fora da alta temporada – evite assim os meses de férias e os feriados. A viagem fica mais barata e é possível encontrar diárias em pousadas em promoção.

Texto por: Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / tunart

Comentários