logo

Telefone: (11) 3024-9500

Voluntariedade, turismo e meio ambiente no sul do litoral paulista | Qual Viagem Logo

Fisherman's boat in a river anchored

Voluntariedade, turismo e meio ambiente no sul do litoral paulista

9 de setembro de 2019

Se você deseja viajar para destinos turísticos com o objetivo de experimentar uma imersão holística e repartir experiências de vida com diversos participantes para ampliar seus objetivos e atingir uma visão periférica das coisas pode encontrar esse produto com a Vivalá – uma agência de ecoturismo e turismo voluntário que fará você se conectar com a beleza de paraísos naturais como: O Amazonas, Alter do Chão, Lençóis Maranhenses, Chapada dos Veadeiros, Jalapão, Florianópolis, entre outros, além de vivenciar e explorar um pouco de nossa exuberante Mata Atlântica.

Neste final de semana, acompanhamos a expedição da Mata Atlântica na região do litoral extremo sul do estado de São Paulo, um dos passeios mais curtos oferecidos pela agência. O cenário escolhido foi a cidade histórica de Cananéia que recebe a todos com uma serenidade característica: a harmonia de seus chamados e a beleza de seu estilo arquitetônico que permitem reduzir as preocupações e a pressa da sua rotina diária. Impregnada da identidade caiçara e com uma agricultura tradicional, a qualidade da culinária local é inquestionável.

20190907_1441491

Foto por Natalia Bastos Oliva

    TRABALHO EM GRUPOS E RESULTADOS DE EQUIPE

Após o trabalho com os cinco empresários da região, embarcamos no domingo ao Parque Estadual da Ilha do Cardoso em uma maravilhosa travessia de barco por 30 minutos, onde nos saudaram alegremente os botos que acompanham a embarcação. Além desse presente desfrutamos da dança dos guará vermelho, um verdadeiro balé colorido pelos céus da região.

Em Cananéia habitam aproximadamente 15 famílias (mais de 100 pessoas) de origem indígena guaraní na aldeia Takuari-Ty, onde o cacique Abílio e em Guarani Wera Poty ( que significa raio) compartilhou mais sobre a história e sua cultura, além da exposição dos artesanatos e uma mostra das danças e músicas típicas. Por último, foi realizado um ritual de limpeza espiritual.

Foto por Natalia Bastos Oliva

Foto por Natalia Bastos Oliva

O propósito de Vivalá foi o de articular uma rede de conexões entre pessoas, comunidades e empresas, promovendo a economia local, ecológica e tradicional, destacando as particularidades de cada um dos destinos onde atua.  Nos estudos de caso, fomos divididos em cinco grupos, onde pudemos de forma direta realizar um trabalho de dinâmica nos moldes de workshop, discutindo nossa realidade diária no meio em que vivemos, e ao mesmo tempo aprendendo um pouco com a comunidade indígena, sobre as suas crenças, as suas necessidades, seu modo de encarar a vida e de como os indígenas ainda podem sobreviver com dignidade, rodeadas pelo capitalismo.

20190908_1054041

Foto por Natalia Bastos Oliva

Essa experiência poderá mudar por completo o seu conceito de viajar, pois durante a expedição haverá uma troca de conhecimentos entre os viajantes e empresários locais a fim de solucionar desafios que cada um de nossos negócios apresenta fornecendo soluções através de várias dinâmicas criativas que, juntas, produzem um conhecimento bidirecional.

Confira as próximas expedições consultando o site da empresa e comece a desfrutar de um turismo consciente, você voltará para casa refletindo mais, buscando novas respostas e se preparando para utilizar mais o voluntarismo no seu dia a dia!

Serviço

Onde comer

Restaurante Gaivota na Rua Bandeirantes, peixe frito sem igual pertinho do centro!

Sítio Nova Esperança na Estrada do Itapitangui/Ariri, Km 4,3, refeições feitas no fogão a lenha, galinhada e produtos da agricultura local

Onde ficar

Pousada Casa Verde na Rua Dr. Paulo A Gomes

Para roteiros e outras informaçoes sobre a história e o atrativo local, curta e entre no site www.vivala.com.br  e www.matimperere.com.br ou pelo Instagram @feroliveirasil e @matim_perere

 

Por Natalia Bastos Oliva – texto e fotos

Imagem destacada via istock por Martinelli73

A jornalista viajou a Cananéia a convite da Vivalá Turismo.

Comentários