logo

Telefone: (11) 3024-9500

Vanuatu: um paraíso natural escondido no Pacífico | Qual Viagem Logo

Vila, Vanuatu is one of the best ports of calls in the South Pacific that cruise lines visit. I taken the opportunity to take a Shore Excursion, which got me into a helicopter flying over Port Vila. Got some amazing shots of the lagoons and the coral reef.

Vanuatu: um paraíso natural escondido no Pacífico

2 de maio de 2019

A pequenina república de Vanuatu está situada no Oceano Pacífico entre as Ilhas Fiji e Salomão. Podendo passar despercebida entre outros destinos turísticos, a região é uma caixinha de boas surpresas para quem a visita.

Dividido em seis províncias, o país conta com leque de atrações naturais que vão desde ilhas desabitadas a vulcões ativos e tradições primitivas. O arquipélago possui 80 ilhas de origem vulcânica e que, em sua maioria, são cercadas por recifes de corais.

Foto via iStock por Timon Peskin

Foto via iStock por Timon Peskin

Torba, a província mais setentrional do país, é composta por quinze ilhas divididas entre as duas principais ilhas, a de Banks e a de Torres. Conhecida por suas praias de areia branquinha, frutos do mar frescos de classe mundial, cultura única e florestas densas, a região é única e oferece sua própria aventura. Opte por visitar Gaua, Vanualava, Motalava, Rah e Loh Island – onde se tem o caranguejo de coco, principal fonte de renda parte da cultura local.

Foto via iStock por KHellon

Foto via iStock por KHellon

Com uma população de 80 mil habitantes e uma área de 1.500 m², Shefa é a província que abriga as principais ilhas do país: Efate, onde está a cidade capital Port Vila e a Erakor, local popular para mergulho que conta com santuários marinhos onde estão espécies ameaçadas de extinção, como tartarugas e dugongos.

Mergulhada em uma rica história cultural e um deserto tropical, a província de Malampa está localizada no coração de Vanuatu, e recebe esse nome da junção das suas ilhas principais, a Maleuka, Ambrym e Paama.

Foto via iStock por Zarnell

Foto via iStock por Zarnell

Ambrym conta com dois vulcões ativos gêmeos, Marum e Benbow, além de uma incrível vegetação tropical. Na região, não há nenhum hotel, então todas acomodações são em bangalôs tradicionais melanésios, onde os acolhedores anfitriões estão de prontidão para fazer o visitante se sentir em casa.

Maleuka é a segunda maior ilha e a mais diversa, cultural e linguisticamente, com cerca de trinta idiomas distintos. A região montanhosa é repleta de mata nativa e ideal para quem gosta de fazer trekking e observação de pássaros.

Foto via iStock por Claudiovidri

Foto via iStock por Claudiovidri

Paama é a menor ilha da província, contudo abriga uma abundância de animais marinhos, incluindo tartarugas e golfinhos. De noite, é possível ver o brilho vermelho que irradia dos vulcões gêmeos de Lopevi e Ambrym.

Sanma é a província de acesso a outras regiões de Vanuatu. Formada pelas ilhas de Espiritu Santo e Malo, conta com diversos ilhéus como Aore, Tutuba, Turtle, Bokissa e Ratua. O local é famoso por suas áreas de mergulho e praias de areia branca e praticamente intocadas.

Foto via iStock por StanislavBeloglazov

Foto via iStock por StanislavBeloglazov

Tafea é a parte mais ao sul do país e é lá que está o vulcão mais acessível do mundo, o Yasur, que com 1.084 metros é o mais alto da província. Em Tafea a proposta é aproveitar a região como um habitante, e isso inclui, pinturas tribais no rosto, nadar em cavernas submarinas e cozinhar em fontes termais vulcânical. Desconecte-se do mundo e crie sua própria conexão com a natureza.

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock por Turbo989

Comentários