logo

Telefone: (11) 3024-9500

Pesquisa revela os destinos nacionais mais procurados pelos brasileiros | Qual Viagem Logo

Aerial view of the Christ, The Redeemer Monument and the Corcovado Mountain in Rio de Janeiro, Brazil. One of the Seven Wonders of the World the monument is a must-go spot do travelers upon visiting Rio. Along with the beautiful statue the view of the Corcovado is breathtaking with the Sugarloaf Mountain and the Botafogo Bay among some of the places you can see from up there.

Pesquisa revela os destinos nacionais mais procurados pelos brasileiros

24 de agosto de 2020

As buscas por voos nacionais se consolidaram entre as preferências dos viajantes brasileiros, representando 96%. Segundo novo levantamento da MaxMilhas, Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Maceió (AL), Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC) foram os destinos mais procurados na plataforma no mês de julho. O ranking acompanha a retomada de rotas e a reabertura de aeroportos pelo país.

As cidades do Nordeste continuam liderando o ranking de destinos mais desejados. O resultado aponta uma tendência de que as pessoas estão fazendo planos de viagem a lazer ou para rever a família.

Já a ponte aérea São Paulo-Rio de Janeiro, que sempre esteve entre os primeiros lugares do ranking de buscas na plataforma da MaxMilhas, voltou a aparecer na procura dos usuários no mês de junho e pode ser explicada pela reabertura dos limites entre os estados e a retomada de voos comerciais nos aeroportos Santos Dumont e Congonhas.

As cidades de Porto Alegre e Recife deram um salto nas buscas, o que pode ser explicado também pelo retorno dos voos comerciais nessas duas capitais.

Entre as principais mudanças na procura dos internautas, em julho, destaca-se a cidade do Rio de Janeiro, que reassume o topo do ranking das viagens a partir de São Paulo depois de três meses, e a entrada da capital Florianópolis, que aparece pela primeira vez desde o começo da pandemia da Covid-19 no país.

Mesmo com as restrições a viajantes do Brasil ainda em vigor por conta de medidas de controle de contágio da Covid-19, as buscas por destinos internacionais se concentram em cidades dos Estados Unidos e Europa. Os destinos internacionais representam 3% do interesse principal entre os viajantes.

Crescimento nas buscas

“O período de confinamento vem mostrando o aumento do interesse dos brasileiros em viajar, principalmente por motivos pessoais. No comparativo com o mês de junho, o número de pessoas à procura de voos nacionais cresceu 6% em julho. Percebemos uma mudança de comportamento nas pessoas que estão planejando viagens durante a pandemia. Vontade de rever a família ou namoro à distância sempre foram uma das principais motivações de quem compra passagens na MaxMilhas. E no último trimestre, esse perfil de viagem aumentou 8 pontos percentuais e alcançou o topo do nosso ranking”, avalia Tahiana D’Egmont, sócia e CMO da MaxMilhas.

As pessoas vinham buscando destinos para voarem em dois meses ou mais, mas esse comportamento começa a mudar. Em julho, 22% dos viajantes procuraram passagens para esse período mais distante, enquanto 27% buscaram voos com antecedência de 8 a 21 dias. Isso mostra que as pessoas estão mais confiantes em voltar a viajar.

Preços antes e depois da pandemia

Comparando com as médias dos meses de janeiro, fevereiro e março de 2020, este ainda é o melhor momento para comprar passagens. As cidades que começaram a receber um número maior de voos comerciais apresentaram uma queda de preço significativa.

No comparativo de junho com julho, alguns voos ficaram mais baratos: São Paulo-Recife, com queda de 36%; São Paulo-Maceió, 26% mais barato; e Porto Alegre-São Paulo, queda de 32%.

Outros destaques no período são Recife-Guarulhos, que está 102% mais barato; e Maceió-Guarulhos, com baixa de 119%. Aeroporto Santos Dumont (RJ) para Brasília continua em queda, com 69%. Voos partindo do Aeroporto de Brasília também estão mais baratos, apresentando queda de 49% para o Aeroporto Santos Dumont e de 84% para Recife.

Garanta aqui descontos na compra das passagens aéreas!

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / Yuri de Mesquita Bar

Comentários