logo

Telefone: (11) 3024-9500

Onde comer em São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte | Qual Viagem Logo

Foto por João Vital Evangelista Souto

Onde comer em São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte

3 de junho de 2016

Será que a gastronomia de São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte, faz jus ao nome da vila? Nós fomos até lá e comprovamos que sim, come-se muito bem no destino! Localizado a pouco mais de 100 quilômetros de Natal, o lugar tem um ar bucólico, com praias paradisíacas, ventos fortes e faixa larga de areia branquinha.

O vento, que sopra o ano inteiro, pinta o céu todo de um azul sem igual, e atrai os esportistas. São Miguel é considerado o terceiro melhor lugar do mundo a pratica de esportes de vento como kite e Windsurf.  Dependendo da hora do dia, o horizonte é inteiro colorido pelas velas de kitesurf, e não se vê quase ninguém na praia, pois a festa está acontecendo no mar.

Seu clima tranquilo garante noites agradáveis com lugares charmosos para fechar o dia. A vila se resume a uma avenida central repleta de lugares charmosos e restaurantes que reservam sabores incríveis. Há gastronomia para todos os tipos de público, desde pratos gourmet até comida praiana, peixes e a tradicional carne de sol.

Foto por João Vital Evangelista Souto

Foto por João Vital Evangelista Souto

Para quem não dispensa um bom camarão, duas são as opções certeiras por lá. O Pantai Restaurante, com uma pegada mais oriental, tem pratos que encantam por sua beleza e sabor. Um dos destaques da casa é o Pantai de camarão, que é servido no coco e leva curry e outras especiarias. Já o Mar de Estrelas, que fica dentro da pousada de mesmo nome, oferece diversas opções com a iguaria; nossa dica é o Camarão Delícia, servido com molho de queijo e bolinho de macaxeira.

Foto por João Vital Evangelista Souto

Foto por João Vital Evangelista Souto

Já o Dom Bacalhau oferece boas opções de prato com peixe. Em um ambiente bastante agradável, com decoração de luzes coloridas e azulejos portugueses, Gonçalo Vaz prepara deliciosos pratos como o Bacalhau Gratinado e, para quem quer outra opção, sem ‘sair do mar”, o Arroz de Polvo. Não deixe de experimentar a sobremesa da casa; um pudim de macaxeira com calda de maracujá bastante diferente, mas com um sabor de dar água na boca.

Que tal um almoço mexicano à beira do mar? No restaurante Jardim de Seridó, que fica na praia da Xepa, é possível se deliciar com deliciosos tacos de camarão, quesadillas, tortillas e ceviche. Se você não dispensa uma boa moqueca, lá também tem!  O res­tau­ran­te é típico ambiente de praia, despojado e com me­sas nu­ma va­ran­da per­to da areia.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Outro destaque gastronômico de São Miguel do Gostoso, o Madame Chita fica em um ambiente de muito charme e cor. Seu interior é repleto de decorações feitas com o tecido que dá nome ao restaurante, tornando-se um espaço especial. Dá para perder alguns minutinhos antes do pedido observando cada pedacinho das paredes, além de conferir os artesanatos disponíveis para compra.

No cardápio, crepes bem recheados deixam o turista com os olhos brilhando. Entre os salgados, o destaque fica pelo típico carne seca com queijo coalho, enquanto ao chegar nos doces, fica difícil escolher o mais atrativo. Nutella com banana costuma ser o mais pedido e não é por acaso. Você irá se deliciar com cada pedacinho dessa maravilha e encerrar a noite do jeito mais feliz.

Foto por João Vital Evangelista Souto

Foto por João Vital Evangelista Souto

Como chegar

São Miguel do Gostoso fica a 110 km de Natal (RN). Para quem vem voando, a opção mais próxima é o Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, recém-inaugurado para a copa. Depois é preciso alugar um de carro – ou contratar um serviço de transfer – de Natal. Para quem for dirigindo, é só seguir pela Avenida Bernardo Vieira em direção a Touros, via BR- 101. São 95 km até o trevo de São Miguel.

Texto por: Eliria Buso. A jornalista viajou a convite do Governo do Estado, através da Setur e Emprotur com recursos do RN Sustentável.

Foto destaque por João Vital Evangelista Souto

Comentários