logo

Telefone: (11) 3024-9500

Natureza, sol e aventura: o que fazer em Bariloche na primavera | Qual Viagem Logo

bariloche-pr-3

Natureza, sol e aventura: o que fazer em Bariloche na primavera

21 de outubro de 2019

A cada estação, Bariloche é uma cidade diferente, cheia de encantos e sabores. Na primavera, é a combinação ideal de aventura, natureza, descanso e sol, em um paraíso cheio de experiências. Não deixe de sentir a imensidão perfumada que a cidade oferece pela intensidade de suas cores sob o sol que começa a dissipar as geadas do inverno.

Aventura

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

As atividades de aventura em Bariloche são projetadas para apreciar a natureza ao redor. Andar a cavalo nas estepes ou na floresta, caiaque e canoagem são opções mais tranquilas para admirar as paisagens de outro ponto de vista. Se o objetivo é viver emoções mais intensas, a proposta para o turista pode ser voar entre as copas das árvores em uma tirolesa ou fazer rafting no rio Manso ou no rio Limay. Estas são algumas das muitas opções que os amantes da natureza podem escolher durante a viagem.

Cervejarias

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

A cidade é especialista em cerveja artesanal, um dos principais produtos gastronômicos e turísticos de Bariloche, onde há cervejarias premiadas e reconhecidas internacionalmente. A cerveja artesanal é produzida em Bariloche há quase 100 anos, onde uma verdadeira “rota da cerveja” foi formada.

Pesca

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

O Parque Nacional Nahuel Huapi possui uma importante bacia de lagos e rios com costas de fácil acesso, particularmente adequada para a reprodução de espécies como a truta marrom e a truta arco-íris. Para praticar a pesca esportiva, é necessário adquirir previamente uma autorização. Existem três tipos de pesca esportiva: pesca com mosca, fiação e pesca a bordo ou pesca à linha. A pesca com mosca geralmente se desenvolve nos rios e é uma técnica que requer algum conhecimento para o lançamento das iscas. Para quem inicia a atividade, é recomendável contratar a assistência de um guia profissional.

Excursões pelos lagos

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

Para viver algo inesquecível, uma das excursões imperdíveis a serem feitas em Bariloche é a navegação pelo lago Nahuel Huapi, que se caracteriza por seu grande tamanho, seus belos cenários e suas águas cristalinas. Velejar é uma das atividades favoritas de quem visita a região e que permite conhecer a extraordinária geografia e fauna a bordo de barcos modernos. Desconecte-se navegando pelas águas azuis do lago Nahuel Huapi em um catamarã moderno e confortável. Existe a possibilidade de escolher entre várias opções de passeios, como visitar a Ilha Victoria e a Floresta de Arrayanes, Puerto Blest e a cachoeira Los Cántaros ou fazer a travessia andina.

Excursões por terra

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

Foto por EMPROTUR Bariloche / Divulgação

Do centro da cidade, por conta própria ou contratando um passeio, é possível viajar por quilômetros de paisagens e surpreender-se com vistas deslumbrantes. As colinas são as guardiãs da cidade. Elas protegem, cercam e fazem de Bariloche um dos destinos turísticos mais visitados da Argentina e do continente. Se estiver em Bariloche, o turista não pode perder nenhuma das colinas imponentes e visitar os circuitos mais tradicionais. Visite os arredores de Bariloche e as cidades vizinhas.

Dicas sobre a primavera patagônica

Temporada: é tradicionalmente uma das estações mais charmosas, que acontece de 21 de setembro a 20 de dezembro. Os dias começam a se prolongar, com um aumento gradual da temperatura que varia entre 7°C e 20°C graus ao final da temporada.

Vestimenta: o mais apropriado é a roupa casual, confortável e prática. Recomenda-se usar calçados de acordo com a montanha e o casaco durante a noite.

Ajuste o relógio: o nascer do sol acontece às 6 horas e 15 minutos e o pôr do sol às 21 horas e 20 minutos, com um fuso horário GMT-3.

Mais informações em: barilocheturismo.gob.ar

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: EMPROTUR Bariloche / Divulgação

Comentários