logo

Telefone: (11) 3024-9500

Vic, a cidade mais medieval da Espanha | Qual Viagem Logo

View of Vic Cathedral in lower part of historical centre close to river, Catalonia, Spain

Vic, a cidade mais medieval da Espanha

19 de março de 2019

Situada às margens do rio Mèder, a pequenina Vic é cheia de contrastes. Considerada uma das cidades mais medievais da Espanha, a capital de Osona fica a pouco menos de 70 quilômetros de Barcelona e é uma ótima sugestão para um bate e volta para quem se encontra pela região.

Sua história remonta antes do século IV, quando era lar dos ibéricos ausetanos, que são conhecidos como os “pré-romanos”. Foi sob o domínio dos romanos que a cidade recebeu seu atual nome, que significa “bairro” em latim, e se tornou um município tributário. Só depois da queda do Império Romano que Vic foi dividida em duas partes, sendo uma propriedade do bispo e outra dos senhores do castelo de Montcada. Em 1450 ela voltou a ser unificada pelo rei Afonso.

Foto via iStock por KarSol

Foto via iStock por KarSol

Hoje, Vic possui um importante centro histórico e mescla a arquitetura urbana moderna com a antiga, fazendo-a um ponto de encontro entre arte contemporânea e tradicional. Para conhecer os principais atrativos da cidade, um dia é o suficiente. Comece o roteiro pela Plaça Major, ponto mais importante da região, onde acontece a feira anual e semanal de produtos locais desde os tempos medievais. Ao redor, é possível ver diversos edifícios da Idade Média que farão o visitante se sentir em um cenário de filme de época. É ali que ficam os principais restaurantes e lojas da cidade.

Foto via iStock por Proformabooks

Foto via iStock por Proformabooks

Outro destaque é o Templo Romano. Não se sabe os motivos de sua construção e finalidade, mas acreditam que era usado como um local de culto religioso imperial. Não há nenhuma prova de que isso seja verdade, afinal, ele estava escondido dentro do castelo de Montcada e só foi descoberto nas escavações de 1882.

O Castillo de Montcada foi construído no século XI e foi derrubado pouco antes de 1880, quando o Templo Romano foi achado. Descobriu-se que o local foi usado como casa do líder do condado, Cúria Diocesana – órgão administrativo da diocese local –, celeiro e prisão. A entrada no Castillo é gratuita todos os dias da semana.

Foto via iStock por JackF

Foto via iStock por JackF

A partir dali outros pontos emblemáticos poderão ser encontrados facilmente, como a La Pietat, a praça onde se encontra a igreja que leva o mesmo nome e ocupa a maior parte do quarteirão. O local era uma das partes mais importantes de Vic na Idade Média, pois delimitava a área de controle episcopal da área dos Montcada.

Foto via iStock por elisabono

Foto via iStock por elisabono 

O Palácio Episcopal fica bem próximo de La Pietat. Sua construção remonta ao século XII e conta com tesouros da Igreja, como arquivos que são considerados um dos mais importantes da Catalunha. Também abriga um salão com as imagens de todos os bispos que ali residiram e ainda hoje funciona como residência bispal.

Foto via iStock por KarSol

Foto via iStock por KarSol

Outra parada imperdível é a Catedral de Vic, uma belíssima edificação que mistura o estilo romano com o neoclássico. Está bem perto do rio Mèder e da ponte de Queralt, que está no caminho que leva a Barcelona.

Por último, não deixe de conhecer a Casa Riera Ordeix, uma das empresas mais antigas de Vic, que está ativa desde 1852 e se dedicou à produção de salsichas artesanais.

Mais Informações: www.victurisme.cat

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock por JackF

Comentários