logo

Telefone: (11) 3024-9500

11 ilhas imperdíveis para visitar no Litoral Norte de São Paulo | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ diegograndi

11 ilhas imperdíveis para visitar no Litoral Norte de São Paulo

25 de novembro de 2021

Descobrir as ilhas do Litoral Norte de São Paulo em um passeio de barco é um passeio imperdível. As cinco cidades que compõem o Circuito Litoral Norte – Bertioga, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba – contam com diversas ilhas, ilhotes e arquipélagos que formam um cenário paradisíaco e perfeito para um roteiro mar adentro.

Além de excelentes points de mergulho, esses lugares são exemplo da preservação da Mata Atlântica tão característica da região e ainda podem abrigar comunidades tipicamente caiçaras, que apresentam a cultura da pesca, do artesanato e da gastronomia.

Segundo o presidente do consórcio turístico, Caio Matheus: “o Litoral Norte possui cenários paradisíacos escondidos em ilhas, com praias desertas, trilhas e cachoeiras. Desde que priorizada a segurança dos visitantes e respeitadas as normas para preservação ambiental, as ilhas oferecem paisagens deslumbrantes e são alternativas para os turistas que estão em busca de lazer e aventura. Esse tipo de roteiro movimenta diversos segmentos, como o ecoturismo, turismo de aventura e o turismo náutico”.

A seguir, o Circuito Litoral Norte de São Paulo listou onze ilhas para visitar na região:

Ilha do Tamanduá, Caraguatatuba

A Ilha do Tamanduá, com 1.133 m², é coberta por vegetação natural e conta com cinco praias: do Fogaça, da Fazenda, do Meio, da Laje e do Sururueiro. Com acesso feito principalmente pela praia da Tabatinga, a ilha conta ainda com parcéis e rochas submersas que reúnem grande variedade de fauna marinha perfeita para o mergulho livre.

Ilha das Couves, Ubatuba

Foto por Divulgação/ Circuito Litoral Norte

Foto por Divulgação/ Circuito Litoral Norte

A Ilha das Couves é um verdadeiro paraíso situado no extremo norte de Ubatuba. Com acesso via barco ou lancha a partir de Picinguaba, o lugar tem rica vida marinha que atrai mergulhadores de todo o país. Na praia, que possui cerca de 60 metros de areia branca e fina, é possível aproveitar o sol e a beleza da vegetação nativa. Além disso, para quem desejar nadar com snorkel, a ilha possui diversas piscinas naturais.

Ilha dos Gatos, São Sebastião

Distante pouco menos de dois quilômetros da Ponta da Baleia – um morro entre a Praia de Camburi e a praia da Baleia -, a Ilha dos Gatos tem águas bastante límpidas com boa visão do fundo, o que é uma atração à parte para os mergulhadores por conta das diversas espécies de peixes que vivem no local. Para chegar até lá, a travessia de 15 minutos é feita a partir das praias de Boiçucanga, Juquehy, Barra do Sahy e Barra do Una.

Alcatrazes, São Sebastião

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Reaberto em 2019, o Arquipélago de Alcatrazes, a 45 quilômetros da costa de São Sebastião, é um reduto de natureza ainda pouco explorado. Com uma paisagem que inclui enormes rochedos arredondados e vegetação de Mata Atlântica, além de mar cristalino, o local é um refúgio de vida silvestre administrado pelo ICMBio – as visitas, inclusive, devem ser monitoradas por um profissional do Instituto, já que a área é protegida por uma unidade de conservação federal.

Com rica vida marinha, incluindo mais de 1300 espécies como tartarugas, arraias e golfinhos, Alcatrazes é considerado um dos melhores pontos de mergulho do país, com mais de 100 locais propícios para a prática e visibilidade de até 30 metros.

Ilha do Montão de Trigo, São Sebastião

Foto por Rogério Cassimiro/MTur

Foto por Rogério Cassimiro/MTur

A 14 quilômetros da costa sul de São Sebastião, a ilha é habitada há mais de 200 anos e abriga importantes tradições caiçaras, além de uma vasta biodiversidade que encanta os visitantes – e mergulhadores. Estando lá, além de mergulhar nas águas transparentes, vale a pena também fazer uma trilha até o topo do Montão de Trigo, de onde se tem uma bela vista da região.

Ilha Rapada, Ubatuba

Foto por Divulgação/ Circuito Litoral Norte

Foto por Divulgação/ Circuito Litoral Norte

Integrante do Arquipélago das Couves, a Ilha da Rapada, ou Selinha, é ideal para quem deseja mergulhar e ter contato direto com a abundante vida marinha que pode ser encontrada no local. Para chegar até lá, é necessário um passeio de lancha ou barco, já que o trajeto é repleto de belezas naturais e deve ser aproveitado ao máximo. A pequena faixa de areia que se forma na ilha é considerada, inclusive, uma das menores praias do mundo.

Ilha Anchieta, Ubatuba

Foto por Adriana Mattoso

Foto por Adriana Mattoso

Considerada uma das principais atrações naturais da cidade, a Ilha Anchieta faz parte da área de proteção ambiental do Parque Estadual da Ilha Anchieta. Oferecendo grande oportunidade de integração à natureza, com rica fauna e flora e um mar transparente propício para mergulho, o local é ideal para um passeio de escuna ou lancha, ou um roteiro por trilhas com mirantes e vistas imperdíveis.

A ilha também abriga um complexo de ruínas tombadas pelo Condephaat, com mais de 2 mil m² de edificações conservadas, incluindo o Presídio, onde ocorreu uma das maiores rebeliões nos anos 1950.

Ilha das Cabras, Ilhabela

A ilha das Cabras, ao sul de Ilhabela, é considerada um dos principais pontos de mergulho da região. É lá que se encontra o Santuário Ecológico Submarino, um paraíso repleto de espécies marinhas exóticas, como peixes-ornamentais, estrelas-do-mar, cavalos-marinhos e tartarugas. Além disso, outra atração que chama a atenção dos visitantes para explorarem as águas é a estátua de Netuno que se encontra a 7 metros de profundidade e está rodeada de belíssimos corais.

Ilha dos Búzios, Ilhabela

Segunda maior ilha da cidade, a dos Búzios está a aproximadamente 30 quilômetros do centro no sentido Leste – onde fica a famosa Praia de Castelhanos – e abriga uma comunidade caiçara. O lugar é um ponto ideal para mergulho e pesca esportiva, já que reúne espécies de peixes como Carapaus, Anchovas e Sororocas, Pampos, Sargos, Olho de Cão, Carapaus e Bodiões.

Ilhotes da Cocanha, Caraguatatuba

Foto por DIvulgação/ Circuito Litoral Norte

Foto por DIvulgação/ Circuito Litoral Norte

Em um passeio de lancha por Caraguatatuba, é possível conhecer lugares como os ilhotes da Cocanha, a pouco mais de um quilômetro da praia de mesmo nome, e que conta com uma das maiores fazendas de mariscos do Estado, com 36 mil m² e uma produção que pode chegar a até 160 toneladas por ano.

Ilha Monte Pascoal, Bertioga

A Ilha de Monte Pascoal, que fica a meio quilômetro da costa de Bertioga, próxima da Riviera de São Lourenço, é ideal para turismo náutico, pesca e mergulho conectados com a natureza local desta região.

O Circuito Litoral Norte trabalha sempre com o conceito de turismo sustentável, respeitando as comunidades locais e a natureza. Por isso, sugere sempre que os passeios sejam feitos com acompanhamento de guias monitorados, credenciados e capacitados pelo CADASTUR.

Para conhecer as experiências do Litoral Norte acesse: https://circuitolitoralnorte.tur.br/experiencias

Para conhecer o guia geral de fornecedores: https://circuitolitoralnorte.tur.br/guiageral

Texto por: Agência com edição

Foto por IStock/diegograndi

Comentários