logo

Telefone: (11) 3024-9500

Chapada dos Veadeiros: quando ir e o que fazer | Qual Viagem Logo

The beauty of Almecegas I  Waterfall, Chapada dos Veadeiros, Brazil

Chapada dos Veadeiros: quando ir e o que fazer

14 de maio de 2021

Pouco menos de 2h30 de estrada separam Brasília da Chapada dos Veadeiros, um paraíso natural repleto de paisagens incríveis, cachoeiras de águas claras, riachos, trilhas pela mata e cânions. São cerca de 655 km² de natureza em seu mais puro estado. Um oásis para o corpo e para a mente não muito longe da capital federal, centro administrativo do país e um excelente ponto de partida para desbravar todas as belezas do cerrado.

Mas qual a melhor época para se aventurar pela Chapada dos Veadeiros? O B Hotel, um dos hotéis mais descolados de Brasília, dá algumas dicas para os interessados.

Foto por Istock/ rodrigobark

Foto por Istock/ rodrigobark

Confira:

Melhor época

A melhor época para se visitar a Chapada dos Veadeiros é entre os meses de maio e setembro, período de seca. Com a ausência das chuvas, a paisagem se torna ainda mais bonita no cerrado, sobretudo no finalzinho da tarde, com um belíssimo pôr do sol. A temperatura também ajuda a tornar o ambiente ainda mais agradável na alta temporada. Mesmo no inverno os dias costumam ser quentes, ensolarados e quase que perfeitos para curtir o dia nas cachoeiras. As águas, no entanto, não apresentam o mesmo fresco. A dica é pular de uma vez e relaxar. De noite a temperatura cai.

Entre os meses de outubro e abril, ao contrário do período de seca, as chuvas dominam o lugar e oferecem experiências um tanto quanto diferentes para o turista. Há de se tomar cuidado com o iminente risco das trombas d’água, principalmente entre dezembro e janeiro, que é quando mais chove. A única certeza, no entanto, é que independentemente da época, a Chapada dos Veadeiros continuará sendo bela de janeiro a janeiro.

O que ver e fazer?

Opções de lazer e entretenimento na Chapada dos Veadeiros é o que não faltam. O local é simplesmente perfeito para quem ama natureza e não vive sem uma boa trilha e, claro, um refrescante banho de cachoeira. As quedas d’água, aliás, são o grande destaque da região. Há de tudo um pouco. Desde formações naturais com águas cristalinas e calmas à cascatas enormes e de difícil acesso até mesmo de carro.

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é a principal atração da região. Localizado entre as “cidades bases” de Alto do Paraíso, Cavalcante e São Jorge, o parque abriga os roteiros mais famosos e reconhecidos da região. A biodiversidade local, aliás, alçou o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros ao título de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto por Istock/ Rodrigo S Coelho

Foto por Istock/ Rodrigo S Coelho

Afora o parque, algumas formações naturais, como o famoso Vale da Lua, ou as cachoeiras do Segredo, Almécegas I e II, Loquinhas, Santa Bárbara e dos Macaquinhos, apenas citando algumas, também merece uma generosa visita.

Experiência completa

Nem só de quedas d’água vive o turismo na Chapada dos Veadeiros. As cidades de Alto Paraíso, Cavalcante e São Jorge abrigam uma grande variedade de restaurantes com pratos cheios de sabor e culinária muito bem temperada, bares aconchegantes para um happy-hour e um comércio repleto de peças produzidas por artesãos locais. Não estranhe ao encontrar ets, naves espaciais, cristais e outros artefatos exotéricos espalhados pelas lojinhas locais. O misticismo é bastante comum nessa região. Inclusive em práticas de bem-estar, como terapias e tratamentos holísticos para o corpo e para a mente.

Esticadinha até Brasília

Na ida ou na volta, combinar a Chapada dos Veadeiros com capital federal pode ser uma excelente ideia para sair da rotina e conhecer o cerrado como um todo. Longe de ser apenas uma cidade-dormitório, onde transitam apenas políticos e executivos engravatados, Brasília apresenta um lado cosmopolita só seu, onde exibe endereços charmosos e estrelados no âmbito da gastronomia, da diversão e do lazer.

Hospedagem em Brasília

Foto por Joana França

Foto por Joana França

B Hotel

Endereço: SHN, Quadra 5, Bloco J, Lote L, Asa Norte – Brasília/DF

Telefone: (61) 3962-2000

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Comentários