logo

Telefone: (11) 3024-9500

Yoshinoyama: a montanha de flores de cerejeira | Qual Viagem Logo

Foto via iStock/ Sean Pavone

Yoshinoyama: a montanha de flores de cerejeira

24 de agosto de 2018

Famoso por ser o principal point do hanami – contemplação das cerejeiras – no Japão, o Monte Yoshinoyama é uma beleza rara e natural localizada na província de Nara, antiga capital do país.

São mais de 30 mil árvores de 200 variedades diferentes que estão plantadas nos terrenos sagrados, que são ligados pela rota de peregrinação e abrange toda a área de Yoshinoyama, o monte Koya e o Santuário Kumano Sanzan.

Foto via iStock/ HIT1912

Foto via iStock/ HIT1912

O monte de Yoshino foi dividido em quatro áreas diferentes, cada uma em diferentes altitudes, como “Shimo-Senbon” – que engloba a parte inferior da cidade e a base da montanha e “Naka-Senbon” – a parte central, onde está localizada as lojinhas, restaurantes, santuários e templos, como o de Kinpusenji, um dos mais visitados da região.

Foto via iStock/ SeanPavonePhoto

Foto via iStock/ SeanPavonePhoto

A área de “Kami-Senbon” é a parte menos movimentada e onde estão diversos parques, onde fica o melhor ponto para visão panorâmica do monte, que pode ser observada do Hanayagura View Point.

Já “Oku-Senbon” é o local que tem menos cerejeiras e não tem nenhum ponto de observação das encostas. Porém, é nessa área que as cerejeiras florescem mais tarde, então é o melhor local para quem não conseguiu ver o hanami na alta temporada.

Foto via iStock/ SeanPavonePhoto

Foto via iStock/ SeanPavonePhoto

Mas, além da temporada do hanami, as outras estações também proporcionam belíssimas visões, principalmente no verão, quando é a temporada das hortênsias.

Em 2004, a Unesco declarou o Monte Yoshino e as outras rotas de peregrinação como parte do Patrimônio Cultural da Humanidade.

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock/ Sean Pavone

Comentários