logo

Telefone: (11) 3024-9500

Um guia de viagem para a China | Qual Viagem Logo

Foto por IStock/ gaoshanshan

Um guia de viagem para a China

22 de julho de 2019

Com um guia de viagem para a China é muito mais fácil fugir das surpresas desagradáveis e aproveitar melhor a viagem. Veja um pouco o que você precisa saber.

Viajar e conhecer o mundo é muito bom, pois ver lugares incríveis e ter contato com cultura totalmente diferente é indescritível.

Dependendo do local escolhido será preciso aprender sobre os costumes com antecedência, por isso preparamos o guia de viagem para a China.

Sabendo mais sobre o local a ser visitado, você evitará passar por alguns apertos e terá dicas de como aproveitar melhor a viagem.

Guia de viagem para a China

Veja como aproveitar melhor a sua viagem de negócios ou lazer para um país ainda pouco explorado pelos brasileiros.

Como tirar o visto

Para visitar a China será preciso tirar o seu visto e isso pode ser bastante simples.

Não é necessário fazer o agendamento. Basta ir até o consulado chinês com uma foto 3×4, passaporte, reserva das passagens e dos hotéis.

Será preciso preencher um formulário para entregar junto com a documentação e após isso é necessário pagar uma taxa que varia de acordo com o tipo de visto solicitado. Feito isso, ele estará pronto em quatro dias.

As cidades de Hong Kong e Macau não são consideradas território chinês, por isso se pretende ir apenas para esses locais, não será necessário visto.

Foto por iStock / orpheus26

Foto por iStock / orpheus26

Use os trens para se deslocar

Os trens podem ser uma excelente forma de deslocamento, mesmo para quem está pensando em percorrer distâncias um pouco mais longas.

Eles andam a velocidades que atingem 350 km/h e levam a diferentes lugares. Essa é uma maneira de viajar e curtir a paisagem que cerca os trilhos.

Nas cidades, é possível utilizar o transporte público ou os táxis.

Tenha um dicionário com expressões comuns

Se acha que viajar para a China falando inglês basta, vai se surpreender, pois são poucas as pessoas que dominam esse idioma.

O nosso guia de viagem para a China recomenda que se conheça as principais expressões em chinês, pois assim poderá se comunicar facilmente para realizar diversas atividades, como comprar tickets e comer em restaurantes.

Uma dica para conseguir se comunicar melhor é ter tudo o que você precisa anotado.

No hotel, peça para escrever os endereços dos lugares que deseja ir, o que deseja comprar e outras coisas, pois assim fica mais fácil de ser entendido.

Fique conectado

Se quiser manter contato com a sua família e amigos ou acessar diferentes sites de dicas de turismo, saiba que essa pode não ser uma tarefa muito fácil.

O problema não é a conexão com a internet e nem a velocidade, pois isso não costuma ser um problema.

O governo chinês costuma censurar muitas mídias sociais e sites e isso faz com que o acesso a eles seja bloqueado.

Para não ter esse tipo de problema, conte com uma rede VPN, que permitirá o acesso ao conteúdo que desejar e deixará a sua conexão mais segura.

Escolha a melhor época

Se não quer pegar o verão e nem o inverno, escolha um período em que as temperaturas estão amenas. Entre março e maio e setembro e outubro são os melhores períodos para visitar o país.

É recomendável ficar atento aos feriados chineses, pois nessas épocas há grande movimentação de pessoas, os transportes ficam lotados e os preços tendem a subir.

Se não for participar das comemorações, é bom fugir dessas datas.

Maneire no roteiro

Foto por IStock/ aphotostory

Foto por IStock/ aphotostory

A empolgação de conhecer a China pode ser grande, porém, o país também é enorme. Não será na sua primeira visita que terá a possibilidade de ver tudo o que imaginou.

O melhor é selecionar com antecedência os locais que pretende visitar e ficar pelo menos alguns dias em cada cidade.

Sempre tenha dinheiro

Por segurança, os viajantes gostam de andar com o cartão, porém, isso pode se tornar um problema para fazer os pagamentos.

Nosso guia de viagem para China descobriu que a maioria dos lugares só aceita cartões de crédito da China, e assim os internacionais acabam ficando de fora.

Um ponto positivo é que sacar dinheiro nos caixas eletrônicos é bem fácil e essa função está disponível tanto para débito como crédito.

Aproveite as comidas chinesas

Se pensa que vai encontrar carne de cachorro e insetos em todos os lugares, essa não é uma realidade. Claro que o paladar dos chineses é bastante diferente, mas nem todos os pratos não agradam os brasileiros.

Conforme a região que visitar, encontrará refeições com sabores bem diferentes e que podem ser bastante atrativas.

Uma dificuldade que pode encontrar é em relação à higiene porque eles não têm muitos cuidados ao manipular os alimentos. Não é raro ver uma carne sendo cortada na calçada.

Foto por Istock/ photosoup

Foto por Istock/ photosoup

Se for esse o caso, opte pelas comidas industrializadas, pois saberá que não estão contaminadas. Os Cup Noddles podem ser uma boa alternativa para ter sempre com você, afinal, conseguir água quente para preparar é fácil.

Com esse guia de viagem para a China ficará um pouco mais fácil de visitar o país, porém, como os hábitos são muito diferentes, vale a pena pesquisar o máximo que puder para não ser pego de surpresa.

Foto destaque por Istock/ gaoshanshan

Comentários