logo

Telefone: (11) 3024-9500

Trilha inca de Salkantay tem novo roteiro de três dias | Qual Viagem Logo

unnamed-2

Trilha inca de Salkantay tem novo roteiro de três dias

3 de agosto de 2018

Pessoas que sonham fazer o clássico trekking pela Trilha Inca de Salkantay, no Peru, mas que não contam com uma semana para aproveitar a aventura completa, acabam de ganhar a oportunidade que precisavam. A partir de novembro, começam a ser operados os roteiros curtos de Salkantay, com três dias de caminhadas pela região de Soray, do Mountain Lodges of Peru, premiada operadora local especializada em aventura com conforto.

Uma das melhores caminhadas do planeta

O novo programa soma-se a outros roteiros exclusivos do Mountain Lodges: o primeiro é o de Salkantay, feito em sete dias, eleito uma das 25 melhores caminhadas do planeta pela Revista norte-americana National Geographic Adventure Travel e que também pode ser feito a cavalo. O segundo é a aventura pelo Vale de Lares e Vale Sagrado. Até 10 de agosto, a Rota de Lares está sendo comercializada com desconto para quem quiser viajar em datas especiais de outubro.

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

Enquanto a aventura pela Rota de Lares permite que os viajantes percorram o caminho de várias formas – a pé, de van ou de bicicleta –, o que facilita o passeio de famílias e de pessoas que não querem andar tanto, o trekking de Salkantay só pode ser feito inteiramente a pé ou todo a cavalo. Nos dois casos, a viagem termina em Machu Picchu.

O roteiro

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

No programa de Salkantay clássico, de sete dias, os viajantes dormem em diferentes lodges. Já na nova rota de três dias, as duas noites acontecem no mesmo lodge, justamente o carro-chefe dos hotéis do Mountain Lodges: o Salkantay Lodge. Integrada à paisagem andina, a construção rústico-chique disponibiliza banhos quentes, jacuzzi ao ar livre, Wi-Fi e refeições gourmet de três pratos com opção de harmonização com vinhos. Tudo isso por apenas US$ 499,00 pelo pacote de três dias.

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

A versão curta da caminhada pelo Vale de Salkantay segue desafiadora: no primeiro dia, depois de visitar as ruínas de Quillarumiyoc, os caminhantes andam por três horas até chegar ao lodge, em Soraypampa, para dormir na altitude de 3.869 metros. No segundo dia, circunda-se o glaciar Humantay antes de subir o Vale do Rio Blanco, até atingir a altitude de 4.636 metros no Passo de Salkantay – a mais alta de todos os roteiros do Mountain Lodges. Ao todo, o segundo dia contabiliza seis horas de caminhada puxada.

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

O terceiro dia é premiado com um trekking de cinco horas que culmina à beira das águas turquesas do Lago Humantay, um dos mais belos da região. Cenário ideal para um ritual de agradecimento à Pachamama, a Mãe-Terra. Misto de oferenda à natureza e meditação coletiva, a prática sagrada dos descendentes incas costuma ser realizada no alto da montanha.

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

O grupo de no máximo 12 pessoas tem a opção de esticar para um quarto dia de viagem na Cidade Sagrada de Machu Picchu. Caso contrário, o destino é a sedutora Cusco, base de todas as viagens pela região. O Mountain Lodges dispõe de dois hotéis em Cusco, o El Retablo e o El Mercado. Em função da altitude – Cusco está a 3.399 metros acima do nível do mar –, o Mountain Lodges recomenda que os visitantes cheguem ao menos dois dias antes na antiga capital inca.

Mais informações em: mountainlodgesofperu.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: Divulgação

Comentários