logo

Telefone: (11) 3024-9500

São Paulo tem Virada Cultural em maio | Qual Viagem Logo

iStock_000062717608_Small

São Paulo tem Virada Cultural em maio

13 de maio de 2016

A Virada Cultural, promovida pela Prefeitura de São Paulo por meio da Secretaria Municipal de Cultura, chega a sua 12ª edição. O evento será realizado nos dias 20, 21 e 22 de maio, com duas novidades: um happy hour na região central, das 17h às 23h da sexta-feira e, pela primeira vez, a programação se estenderá para todas as subprefeituras.

Com o intuito de refletir o espírito da “cidade que nunca dorme”, a Virada oferecerá um final de semana de programações culturais multidisciplinares gratuitas dos mais variados gêneros artísticos, com mais 700 atrações. Este ano o “esquenta” começa na sexta, no perímetro entre a Avenida Ipiranga e a Praça da Sé, onde dez pontos recebem eventos, que vão de samba, jazz, choro, rap e música instrumental a intervenções visuais. O evento vai se integrar às atividades das noites de sexta no centro, em parceria com bares, restaurantes e estabelecimentos comerciais da região.

Dentre os destaques deste dia está o Palacete Tereza Toledo Lara, que abrigará em seus cômodos a tradicional Casa de Francisca, um dos espaços mais significativos de música da cidade, onde artistas de diversas vertentes se apresentam e lançam tendências. Durante esse happy hour, a Casa de Francisca, que se mudará em breve para esta sede no centro, fará uma espécie de pré-inauguração no novo endereço, que abrigou a Rádio Record nos tempos áureos do rádio, no Centro Histórico de São Paulo.

Diversos gêneros musicais estarão contemplados neste dia, com vários artistas na varanda do imóvel fazendo uma serenata para o público na rua, como Ná Ozzetti, Arrigo Barnabé, Luiz Tatit, Kiko Dinucci, Siba, Juçara Marçal, Rodrigo Campos, Romulo Fróes, entre outros. O Happy Hour contará com várias apresentações, como a do Berço do Samba de São Mateus, reduto de compositores e músicos de São Mateus e de regiões próximas que surgiu há 20 anos com o propósito de valorizar, divulgar e revelar crônicas e poesias autorais em formas de sambas de roda, partido alto, samba de terreiro. Também haverá participação especial da sambista Eliane de Lima.

Ainda na sexta-feira, a parceria da Secretaria Municipal de Cultura com diversos teatros da cidade possibilitará entrada gratuita para espetáculos como A Alma Imoral, Justine, Canto para Rinocerontes e Homens, Só mais Uma e Trilogia do Subterrâneo. No fim de semana, a Virada Cultural descentralizada ganha força e o evento terá atividades culturais em todas as subprefeituras, indo muito além da já extensa programação realizada na região central.

Ao todo, serão 28 ruas abertas, oito bibliotecas municipais, nove centros culturais, sete teatros municipais, 11 casas de cultura, 26 Viradinhas (programação especialmente preparada para as crianças), 10 CEUs (Centros Educacionais Unificados) e cinco palcos externos montados nos bairros: dois na zona sul, em Parelheiros e M’Boi Mirim; dois na zona leste, no Parque do Carmo e Jardim Helena; e um na zona norte, em Pirituba, com shows de bandas e artistas como Emicida, NX Zero, Nação Zumbi, Gaby Amarantos, Elba Ramalho e Chico César.

Mais informações em: viradacultural.prefeitura.sp.gov.br

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / filipefrazao

Comentários