logo

Telefone: (11) 3024-9500

São Paulo é a quarta cidade mais postada no Instagram do mundo | Qual Viagem Logo

Sao Paulo, Brazil - Sep 24, 2017: Paulista Avenue and MASP (Sao Paulo Museum of Art) - Sao Paulo, Brazil

São Paulo é a quarta cidade mais postada no Instagram do mundo

21 de novembro de 2018

Nova York, nos Estados Unidos, Londres, na Grã-Bretanha, e Paris, na França, assim como Birmingham, segunda maior cidade britânica, e a Disneylândia, na Califórnia, também nos EUA, foram alguns dos lugares mais populares do Instagram em 2017.

A última pesquisa publicada pela rede social revelou que a metrópole estadunidense foi a cidade mais postada do mundo, seguida por Moscou, na Rússia, Londres, São Paulo e, fechando as cinco primeiras colocadas, Paris, que no ano passado viu um crescimento no número de visitantes — mesmo com os ataques terroristas dos anos anteriores.

Jacarta, capital indonésia, na oitava colocação, foi a única cidade asiática situada entre os 10 primeiros, enquanto São Petersburgo, na Rússia, ficou na sétima colocação.

Para o fotógrafo paulistano Vitor Nisida, São Paulo é favorecida tanto pelos coletivos que “caçam foto” pela cidade, como pela vida agitada da capital paulista, que, com o surgimento do Instagram, ganhou um incentivo de registro. “As pessoas saem umas com as outras, caminham sozinhas, ou mesmo indo trabalhar, sempre há um lugar para ser fotografado. São Paulo é interessante por isso”, diz.

Entre os lugares mais incomuns estão a Disneylândia, em Anaheim, na Califórnia, nos EUA, superando cartões-postais como a Times Square, o Central Park e a Brooklyn Bridge, em Nova York, assim como a Torre Eiffel e o Museu do Louvre, em Paris — que é o museu mais “instagramado” do planeta.

A Disney, aliás, possui outro local entre os dez mais fotografados do mundo: o parque famoso de Orlando, também nos EUA, e o de Tóquio, no Japão.

“A Disney ter quatro entre os dez lugares mais fotografados não é uma surpresa: é um lugar que mantém uma mágica mais do que os outros. Claro, há multidões, assim como nas outras, há filas e todas as questões famosas, mas ainda assim são lugares sonhados por muita gente no mundo”, disse o editor do jornal britânico The Guardian, Sally Peck.

Entre os museus, não há segredo: entre os mais registrados estão o Metropolitan Museum of Art e o The Museum of Modern Art, em Nova York, o British Museum e o Natural History Museum, em Londres e o Louvre, em Paris. Mas há um estranho no meio da lista: o LA’s Museum of Ice Cream, que abriu em São Francisco, nos EUA no final do ano passado. O motivo para o sucesso? Instalações de arte coloridas como doces que são um convite aos posts do Instagram.

Cidades mais fotografadas do mundo no Instagram em 2017

Foto por iStock / TomasSereda

Foto por iStock / TomasSereda

Nova York, EUA

Moscou, Rússia

Londres, Grã-Bretanha

São Paulo, Brasil

Paris, França

Los Angeles, EUA

São Petersburgo, Rússia

Jacarta, Indonésia,

Istambul, Turquia

Barcelona, Espanha

Lugares mais fotografados do mundo no Instagram em 2017

Foto por iStock / smckenzie

Foto por iStock / smckenzie

Disneylândia, Califórnia, EUA

Times Square, Nova York, EUA

Central Park, Nova York, EUA

Torre Eiffel, Paris, França

Tokyo Disney Resort, Tóquio, Japão

O Reino Mágico da Disney, Orlando, EUA

Museu do Louvre, Paris, França

Brooklyn Bridge, Nova York, EUA

Disney California Adventure Park, Califórnia, EUA

Las Vegas Strip, Las Vegas, EUA

Museus mais fotografados do mundo no Instagram em 2017

Foto por iStock / SheraleeS

Foto por iStock / SheraleeS

Museu do Louvre, Paris, França

Metropolitan Museum of Art, Nova York, EUA

MoMA – The Museum of Modern Art, Nova York, EUA

LACMA – Los Angeles County Museum of Art, Los Angeles, EUA

British Museum, Londres, Grã-Bretanha

American Museum of Natural History, Nova York, EUA

Whitney Museum of American Art, Nova York, EUA

Victoria and Albert Museum, Londres, Grã-Bretanha

Natural History Museum, Londres, Grã-Bretanha

Museum of Ice Cream, Los Angeles, EUA

 

Texto por: Agência com edição

Foto destaque por: iStock / diegograndi

Comentários