logo

Telefone: (11) 3024-9500

Santa Maria de Jetibá realiza 29ª Festa Pomerana | Qual Viagem Logo

Foto por Caroline de Oliveira

Santa Maria de Jetibá realiza 29ª Festa Pomerana

27 de abril de 2018

A tranquila cidade de Santa Maria de Jetibá vai ficar movimentada nos próximos dias com a 29ª Festa Pomerana – Pomerfest, que começa nesta segunda-feira (30) e vai até o próximo domingo (06). As festividades que para lembram a tradição dos imigrantes pomeranos e seus descendentes vão contar com muita dança, música, culinária típica e manifestações culturais.

Colonizada em sua maioria por imigrantes europeus, Santa Maria de Jetibá é considerada uma das cidades mais pomeranas do país, e parte da população ainda mantém o hábito de praticar o idioma e tradições de seus antepassados.

No primeiro dia do evento, na segunda-feira (30), a partir das 18h, acontecerá a II Roda de Contos e Causos Pomeranos. A programação continua na quarta-feira (02), com concursos durante o dia, a partir das 13h, tendo a eleição da Vovó e do Vovô, no Centro de Vivência da 3ª Idade. Já às 18h30, na Praça Municipal, acontece a escolha da Menininha e Menininho, logo em seguida a seleção da Rainha e das Princesas Pomeranas.

O terceiro dia da festa, na quinta-feira (03), a partir das 16h, acontece na Câmara Municipal, uma Sessão Solene de Abertura da 29ª Festa Pomerana e 30º Aniversário de Emancipação de Santa Maria de Jetibá. Seguindo para a Praça Municipal, às 19h, terá a exibição do filme “Erbschafstrijd” (Acurbe). Já no Galpão Cultural, a programação segue ao som do “Esquenta” com o grupo K´TINGA e o Bloco Cachorro Preto, com início às 20h.

As atrações da sexta-feira (04) começam junto com o canto do galo, bem cedo, às 5h, quando se inicia a Alvorada com os Coros de Metais das Comunidades Luteranas pelas ruas da cidade. A festa continua bem agitada à noite, com o show da Banda Die Germanos, que começa às 22h. A programação do sábado (05) começa quase de madrugada, com a Alvorada com os Coros de Metais das Comunidades Luteranas percorrendo as ruas da cidade, e segue bem musical durante o dia com vários shows, projetos e apresentações culturais.

Para fechar com chave de ouro os festejos, a programação do domingo (06) começa às 7h, com a Alvorada com as Bandas Pommerweg’s e Pommerchor, que irão percorrer as ruas das cidades. O dia continuará com variados shows e desfiles culturais, além do almoço às 11h no Galpão Cultural. O fechamento da 29ª Festa Pomerana – Pomerfest fica por conta do show da Banda Fröhlich, que começa por volta de 22h.

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) apoia a realização de eventos no Espírito Santo, proporcionando ao capixaba conhecer os destinos do Estado e a valorização da cultura local.

Tradição Pomerana

A cada 28 de junho, os descendentes dos imigrantes pomeranos comemoram a vinda dos primeiros parentes, vindos da Pomerânia, região compartilhada pela Alemanha e Bálgica, em busca de uma maior qualidade de vida, para o Brasil, no ano de 1859. Eles traziam na bagagem muitas histórias e tradições, que se enraizaram na nova cidade, no novo país.

Um dos costumes mais conhecidos, e que ainda é posto em prática com frequência, é a celebração e festa de casamento nos moldes pomeranos. Uma comemoração repleta de ritos e simbolismos que encantam nos detalhes. Por isso confira algumas práticas:

Convidador: Originalmente chamado de “hochtijdsbirer” e adaptando para o português, “convidador”. Esse papel na organização de um casamento aos moldes da cultura pomerana, era feito em grande parte pelo irmão mais novo da noiva, que ia de casa em casa, a bordo de uma bicicleta, motocicleta ou burro, portando uma garrafa enfeitada de cachaça, convidando os moradores para comparecerem ao casamento. Os que aceitam tomam um gole da bebida, para simbolizar a confirmação da presença no matrimônio.

Vestido de noiva preto: Existem algumas histórias que explicam e justificam o uso do vestido de noiva preto com a fita verde amarrada na cintura. Uma delas diz que a cor preta simboliza o afastamento da mulher da vida social, que após o casamento vai morar com a família do marido. Outra vertente da história, fala que na antiga Pomerânia, a primeira noite da noiva era para o senhor feudal, detalhe desagradável para futura esposa, e representando uma maneira de protesto a essa regra, elas usavam preto.

Quebra de louças: O ritual com o nome “Pulteråwend”, ou Quebra-louças, é um momento da festa de casamento com muito barulho e alvoroço. Neste ponto, geralmente iniciado por uma mulher de mais idade, lançando ao chão pratos de porcelana levados no bolso do avental que veste, ou levados na mão. Por ser mais velha e ter maiores conhecimentos da vida, ela trás aos noivos conselhos para o matrimônio. Sob os cacos começam as danças, e durante ela os noivos tentam juntar os pedaços, ação que é dificultada pelos convidados.  O principal objetivo do ritual, além dos conselhos, é proteger os recém casados de serem prejudicados por maus olhados.

Serviço

29ª Festa Pomerana – Pomerfest

Data: 30 de abril a 6 de maio

Local: Santa Maria de Jetibá

Como chegar: Fica a 50 km da capital Vitória. Sair de Vitória pela segunda ponte e seguir em Cariacica pela BR-262. No trevo de Alto Laje pegar a ES 080 sentido Cariacica Sede. Seguir pela ES 080 até chegar em Santa Leopoldina..

Mais informações: pmsmj.es.gov.br/festapomerana/

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto por Caroline de Oliveira

Comentários