logo

Telefone: (11) 3024-9500

Salto de paraquedas é o novo atrativo radical em Foz do Iguaçu | Qual Viagem Logo

47900_babylons7

Salto de paraquedas é o novo atrativo radical em Foz do Iguaçu

1 de outubro de 2020

A partir de hoje (01), a oferta de entretenimento em Foz do Iguaçu terá mais uma opção esportiva cheia de emoção e adrenalina: a novidade é o salto duplo de paraquedas e o curso de paraquedismo oferecido pela empresa Fly Foz Paraquedismo.

Para os aventureiros dispostos a ver o mundo dos céus, a emoção é garantida pelos quase 30 minutos de voo panorâmico nas alturas tendo como cenário a paisagem impressionante de toda a região da tríplice fronteira. A adrenalina vai ao limite no momento do salto a mais de 3 mil metros de altura sobre a usina de Itaipu e o rio Paraná. Lá de cima, a gigante hidrelétrica fica pequena, a barriga gela e o coração vai a mil em uma queda livre de 40 segundos a mais de 200 km/h.

Eslin Saldanha, gerente operacional da Fly Foz, conta que a empresa optou por se instalar em Foz do Iguaçu pelo potencial turístico, localização e clima favorável para implantar um centro de paraquedismo: “além de muita emoção e adrenalina de saltar de paraquedas sobre Itaipu, maior geradora de energia do planeta, o visitante contempla ainda um voo panorâmico sobre a região da tríplice fronteira e Cataratas do Iguaçu”.

Saldanha acrescenta ainda que os saltos duplos são feitos com o máximo de segurança em que qualquer pessoa acima de 14 anos pode saltar de paraquedas, junto com um instrutor. O preço do salto é de R$ 890,00. O staff de paraquedistas da empresa conta ainda com camera flyers, que registram os momentos mais eletrizantes, desde a orientação do instrutor e o embarque no avião até a hora do pouso.

Curso de paraquedismo

Além dos saltos duplos, a Fly Foz vai implantar ainda uma escola de paraquedismo e promover competições em vários níveis, inclusive internacionais, e atrair para eventos atletas de renome.

A empresa tem sede em Boituva (SP), região que forma os melhores paraquedistas do mundo, possui a maior quantidade de aeronaves próprias para uso esportivo em toda a América Latina. A ideia é exportar esse conhecimento e técnica de paraquedismo a outras regiões do Brasil.

Segundo Gilmar Piolla, Secretário de Turismo, Indústria, Comércio de Foz do Iguaçu, a nova modalidade amplia a identidade esportiva de Foz do Iguaçu com os roteiros de ecoaventura já oferecidos: “o novo atrativo agrega valor ao Destino Iguaçu e incrementa as opções de ecoturismo já ofertadas, colocando de vez a cidade na rota do turismo de aventura”.

Mais informações em: flyfoz.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: Divulgação

Comentários