Roteiro religioso - Andar com fé eu vou, que a fé não costuma falhar! | Qual Viagem
logo

Telefone: (11) 3024-9500

Roteiro religioso - Andar com fé eu vou, que a fé não costuma falhar! | Qual Viagem Logo

Foto por Miguel Schincariol

Roteiro religioso – Andar com fé eu vou, que a fé não costuma falhar!

13 de março de 2018

O mercado do turismo religioso vem mostrando, ano a ano, um vertiginoso crescimento no Brasil. De acordo com os últimos dados do Ministério do Turismo, aproximadamente 19 milhões e meio de brasileiros fizeram viagens motivadas pela fé em 2016. A região do Vale do Paraíba, interior de São Paulo, é destaque no assunto, chegando a ser considerada a capital do turismo religioso no Brasil. Isso porque abriga quatro cidades famosas por receberem fiéis de todo o país: Aparecida, Guaratinguetá, Lorena e Cachoeira Paulista.

Foto por Miguel Schincariol

Foto por Miguel Schincariol

As cidades formam uma espécie de Cluster Turístico, denominado Circuito Turístico Religioso do Vale do Paraíba, roteiro criado em 2007. O Santuário Nacional de Aparecida é o que mais atrai visitantes: somente em 2015, a basílica recebeu a visita de mais de 12 milhões de romeiros. Com a movimentação de turistas na cidade, consequentemente o circuito turístico é beneficiado, aumentando também o fluxo de visitantes em outros templos da região, como a comunidade Canção Nova, as igrejas centenárias de Lorena e o Santuário Frei Galvão em Guará.

 APARECIDA – Santuário Nacional e atrações diversas para as crianças 

Diferentemente dos outros segmentos, a fé é a grande motivadora do turismo religioso. Seus praticantes são conhecidos como peregrinos e geralmente seguem rotas e calendários ligados aos acontecimentos da sua religião. O estado de São Paulo tem muitas culturas e crenças. Porém, a grande maioria dos seus destinos turísticos religiosos remete ao catolicismo. A cidade de Aparecida está distante 168 quilômetros de São Paulo e é destino obrigatório e o mais importante para o turismo religioso do Brasil, pois abriga o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, a segunda maior basílica do mundo. Milhares de devotos viajam para Aparecida para ver de perto a imagem original da santa, encontrada por três pescadores no Rio Paraíba do Sul, no ano de 1717. No ano passado, ocorreu a comemoração dos 300 anos desse acontecimento, que proporcionou um grande incremento as peregrinações, romarias e eventos por toda a região.

Foto por Istock/ Martinelli73

Foto por Istock/ Martinelli73

Recomendamos três dias para conhecer os principais atrativos locais e das outras cidades que compõem esse roteiro. Além do Santuário Nacional, vale a pena o viajante conhecer a Matriz Basílica, a primeira igreja que recebeu a imagem, e o Porto Itaguaçu, local onde a santa foi encontrada por pescadores. Destaque também para a Sala dos Milagres, onde, em agradecimento à santa, os devotos deixam fotos, objetos pessoais e partes do corpo, como braços e pernas reproduzidos em cera para agradecimento aos possíveis milagres recebidos. Outros pontos turísticos da cidade são: o Morro do Cruzeiro, a Passarela da Fé, o Relógio de Flores e a Igreja de São Benedito.

Em Aparecida também existem algumas atrações interessantes que servem como complemento para atrair a atenção das crianças. No complexo, o turista encontra um teleférico que sai do Santuário e atravessa a rodovia Presidente Dutra, indo em direção ao Morro do Cruzeiro, de onde se tem uma vista panorâmica completa.

João Paulo II homenageado no Museu de Cera

Foto por João Vitor Rodrigues

Além disso, há um fantástico Museu de Cera que além de retratar a história do encontro da imagem de Nossa Senhora, revela personagens importantes da vida religiosa católica, como os últimos Papas, o Frei Galvão e a irmã Dulce, mostra cenários interativos da cidade de Aparecida e do Rio Paraíba do Sul. Outra atração é um enorme parque de diversões, um cinema 360 graus e as missas que acontecem em vários horários. O local tem também uma enorme praça de alimentação, dezenas de lojas que comercializam desde brinquedos até produtos religiosos como cd, livros e imagens de santos católicos. Assim como Aparecida, as vizinhas Guaratinguetá, Cachoeira Paulista e Lorena ajudam a compor o Circuito Religioso do Vale do Paraíba.

GUARATINGUETÁ – Pílulas de Frei Galvão, o primeiro santo Brasileiro 

Foto por Miguel Schincariol

Foto por Miguel Schincariol

A menos de 30 quilômetros de Aparecida, a cidade de Guaratinguetá é outro ponto de parada de muitos viajantes que buscam o turismo religioso. A canonização de Antônio de Sant´Anna Galvão em 2007, o Frei Galvão, impulsionou o turismo religioso na cidade. Carinhosamente chamada de Guará, essa cidade é o outro centro de peregrinação na Via Dutra.

Foi nela que nasceu e viveu o primeiro santo brasileiro. A história conta que o frei curou diversas pessoas por meio de pílulas, com orações escritas dentro. As pílulas ainda são sucesso na cidade e continuam sendo distribuídas na Catedral de Santo Antônio, construída no século 17. De estilo barroco, a catedral tem um centenário órgão de 800 tubos e foi onde Frei Galvão realizou a sua primeira missa, em 1762. Segundo estimativas da prefeitura municipal, a cidade recebe 1,4 milhão de turistas por ano.

Além das pílulas, Guaratinguetá conta com outras atrações acerca do frei e de seus milagres. O turista deve visitar o Mosteiro da Luz, construído pelo santo; a casa onde ele viveu na cidade, construída totalmente de taipa e pau a pique e recentemente reconstruída na forma original; e a catedral onde foi batizado e realizou sua primeira missa, além do Santuário e o museu sobre sua vida.

Mas nem só de religião vive Guaratinguetá. Duas atrações completam e surpreendem os visitantes. Você pode comprar a famosa muçarela de búfala artesanal Fabufalina e hospedar-se num dos mais icônicos hotéis do eixo Rio-São Paulo, o famoso e artístico Hotel & Golf Clube dos 500, que na verdade é um museu a céu aberto, tem excelência no atendimento e na gastronomia e suas paisagens foram criadas pelos maiores artistas do Brasil. O hotel é atual, histórico e repleto de paisagens inspiradoras. Jardins excepcionais, piscinas externas cercadas por árvores centenárias, campo de Golf com 9 buracos, um completíssimo e bem estruturado SPA para relaxamento do corpo e da alma.

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Bicicletas para adultos e crianças, brinquedoteca, quadra de tênis, sala de jogos, cinema e várias trilhas cercadas por um lindo lago, completam de forma harmoniosa essa verdadeira obra de arte da hotelaria brasileira. Uma adega brinda os amantes com uma boa carta de vinhos. Vale muito a visita!

CACHOEIRA PAULISTA – comunidade Canção Nova 

A cidade de Cachoeira Paulista também é conhecida pelo seu potencial turístico religioso, graças à comunidade Canção Nova. O local recebe mais de um milhão de peregrinos anualmente para missas, retiros e encontros de oração. Embora Cachoeira Paulista não tenha tantos atrativos naturais, vale uma visita, pois o clima de paz e harmonia são alguns destaques na pacata cidade.

Foto por Juliana Branco

Foto por Juliana Branco

A Canção Nova é uma comunidade católica fundada pelo Monsenhor Jonas Abib, em 1978, seguindo as linhas da Renovação Carismática Católica. Os acampamentos de oração são as maiores atrações da comunidade.

Se quiser ir além da visita à Canção Nova, vale conhecer o Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Santa Cabeça, que também fica em Cachoeira Paulista. A santa é invocada para interceder pelas enfermidades relacionadas à cabeça. As missas são celebradas todos os sábados, às 16h e aos domingos, às 9h30 e às 16h.

Construções históricas e templos católicos em LORENA 

Foto por Juliana Branco

Foto por Juliana Branco

Na cidade de Lorena, o turista poderá visitar o centro histórico com construções tombadas e visitar templos católicos de beleza ímpar como o Santuário Basílica de São Benedito, a Catedral de Nossa Senhora da Piedade e a igreja Nossa Senhora do Rosário, a cidade oferece ainda boas opções de hotéis e bons e diversificados restaurantes na área central.

Rota da Luz é alternativa para caminhantes

A Rota da Luz, inaugurada no ano passado, pelo Governo do Estado de São Paulo, é uma boa dica também para os finais de semana e feriados. O roteiro é totalmente voltado para os caminhantes e os chamados Pagadores de Promessas. Acontecem com maior frequência durante os festejos da Semana Santa, no feriado nacional de 12 de outubro e em finais de semana prolongados. Mas sempre há caminhantes durante a maior parte do ano.

Foto por SAOPAULO.SP.GOV.BR/DIVULGAÇÃO

Foto por SAOPAULO.SP.GOV.BR/DIVULGAÇÃO

A rota tem início na cidade de Mogi das Cruzes, região leste do Estado (a 51 quilômetros da capital), e percorre outras oito cidades, como Guararema, Santa Branca, Paraibuna, Redenção da Serra, Taubaté, Pindamonhangaba, Roseira, até Aparecida. Parafrasear a música de Gilberto Gil, talvez seja a grande sacada desse novo roteiro pelo interior de São Paulo. “Andar com fé eu vou, que fé não costuma a fahar”!

Como chegar

As rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto estão entre as mais modernas do país. Com início no prolongamento da Marginal Tietê, na capital paulista, servem de alternativa a movimentada Via Dutra até Taubaté. As três dão acesso à região de Aparecida e Guaratinguetá. De São Paulo, são cerca de 170 quilômetros. Do Rio de Janeiro aproximadamente 230 quilômetros pela Via Dutra.

Onde ficar

APARECIDA
Hotel Rainha do Brasil
GUARATINGUETÁ
Hotel & Golf Clube dos 500
LORENA
Hotel Olympia

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Foto destaque por Miguel Schincariol

Comentários