logo

Telefone: (11) 3024-9500

Roteiro pela Grã-Bretanha para os fãs de Sherlock Holmes | Qual Viagem Logo

London, United Kingdom – August 24, 2011: Baker Street tube station in London, commemorates the fictional Sherlock Holmes's association with Baker Street.

Roteiro pela Grã-Bretanha para os fãs de Sherlock Holmes

10 de outubro de 2017

O mês de outubro de 2017 marca o 125º aniversário do primeiro livro de Sherlock Holmes, “As Aventuras de Sherlock Holmes”, com 12 contos escritos por Arthur Conan Doyle. Do escritório de Holmes em Londres aos agourentos pântanos de Devonshire, conheça alguns locais imperdíveis no Reino Unido para os fãs do detetive mais famoso do mundo.

A casa de Sherlock Holmes fica na 221B Baker Street, presente nas histórias de Sir Arthur Conan Doyle e em todas as posteriores adaptações para o cinema e a TV. O endereço não existe na realidade, mas uma caminhada até o número 237-41 da agitada Baker Street, em Londres, levará você ao Sherlock Holmes Museum. Lá dentro há uma recriação do bagunçado escritório do detetive, lotado de estranhas peças vitorianas, e as dependências bem mais organizadas do Dr. Watson.

Foto por iStock / Manakin

Foto por iStock / Manakin

Em frente à estação de metrô de Baker Street há uma estátua de Sherlock com três metros de altura – com o típico chapéu de caçador – que rende boas fotos. A poucos passos de distância fica o museu de cera de Madame Tussauds, onde uma figura de Benedict Cumberbatch, ator da série Sherlock, convida a um desafio de investigação de homicídio que acontece no porão da instituição. Trata-se da Sherlock Holmes Experience, na qual atores com roupas de época expõem um caso para ser resolvido pelos visitantes.

O St. Bartholomew’s Hospital, no leste de Londres, é o local que marca o encontro de Holmes com o Dr. Watson. O telhado do “Barts”, como o hospital é mais conhecido, foi usado na série da BBC para o clímax da segunda temporada Sherlock: é dali que supostamente Holmes salta para a morte. A cobertura não está aberta ao público, mas você pode imitar a reação do ator Martin Freeman (Watson) olhando para o alto de lá de baixo.

Foto por iStock / Thinglass

Foto por iStock / Thinglass

De volta ao centro de Londres, a série Sherlock usou a casa da 187 North Gower Street como cenário da 221B Baker Street. Muitas cenas foram filmadas também no Speedy’s Sandwich Bar & Cafe, onde você pode tomar o café da manhã. Para o almoço, vá ao Sherlock Holmes Pub perto de Piccadilly Circus. Os assados de domingo – disponíveis todos os dias, na verdade – são servidos ao lado de uma réplica em tamanho real do escritório de Holmes.

Foto por Alex Graeme / Divulgação / VisitBritain

Foto por Alex Graeme / Divulgação / VisitBritain

Em 1901, Arthur Conan Doyle visitou o Dartmoor National Park, no sudoeste do condado de Devon, e fez caminhadas de 25 a 30 km por dia para encontrar os cenários adequados para o seu personagem. O resultado foi seu livro mais apreciado, “O Cão dos Baskerville”, no qual as sombrias turfeiras e colinas irregulares são um assustador pano de fundo para o enredo. A Unique Devon Tours faz passeios de um dia aos pontos-chave desse roteiro, incluindo o verdadeiro Grimpen Mire. A estação mais próxima, Torquay, fica a três horas de trem de Londres.

Enquanto isso, o Baskerville Hall é conhecido por ter sido inspirado no belo Baskerville Hall Hotel, no País de Gales. Sir Conan Doyle se hospedava regularmente na então casa de campo e supostamente teria ficado fascinado por um caso ocorrido durante uma caça no local. Baskerville Hall fica a duas horas de carro ao norte de Cardiff.

Foto por Ian Nicholson / Divulgação

Foto por Ian Nicholson / Divulgação / VisitBritain

Conan Doyle nasceu na clássica capital da Escócia, Edimburgo. Uma estátua de bronze de Sherlock homenageia o escritor na casa onde este passou sua infância, na Picardy Place. Foi no Surgeons’ Hall Museums que Conan Doyle encontrou Joseph Bell, principal inspiração para o Dr. Watson.

Na borda sul da Grã-Bretanha fica Portsmouth, a 1h30 de trem saindo de Waterloo. Conan Doyle escreveu seus dois primeiros livros ali, enquanto montava um consultório médico em Elm Grove. O prédio foi infelizmente destruído durante a II Guerra Mundial (uma placa marca o local), mas há muito para se ver no Portsmouth Museum, onde um grande volume de livros, fotografias e recordações faz parte da Arthur Conan Doyle Collection.

Foto por David Thompson / Divulgação / VisitBritain

Foto por David Thompson / Divulgação / VisitBritain

A capital do País de Gales, Cardiff, tem associações mais recentes com Sherlock Holmes: lá foram feitas as principais cenas das quatro temporadas da série da BBC. O Cardiff Castle, palco de um confronto com Moriarty, realiza excursões. Você pode também pode reproduzir os passos de Sherlock e Watson numa caminhada no National Museum Cardiff, com entrada gratuita.

Outro ponto muito visado pelas câmeras da BBC fica em Bristol, a 50 km a leste no Severn Estuary. A cidade começou a ser usada como cenário desde o episódio de estreia, no qual Holmes encontra Moriarty na piscina de South Bristol. Foi na arborizada Queen Square que Emilia Ricoletti (também conhecida como “A Noiva Abominável”) disparou contra transeuntes. Já a Portland Square abrigou a fogueira da qual Holmes e Mary salvaram Watson. A trilha para caminhada do Bristol Film Office abrange uma série de locações.

Mais informações em: visitbritain.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / mikkoseppinen

Comentários