logo

Telefone: (11) 3024-9500

Roteiro: 48 horas em Birmingham, Inglaterra | Qual Viagem Logo

Birmingham, United Kingdom - June 6, 2016: View of the Council House in Victoria Square with people enjoying the sunshine, Birmingham, England, UK, Western Europe.

Roteiro: 48 horas em Birmingham, Inglaterra

11 de fevereiro de 2019

Segunda maior cidade da Grã-Bretanha, Birmingham está no auge. A dinâmica cidade, repleta de uma ampla variedade de atrações, uma movimentada cena de restaurantes e uma história rica, está passando por uma revitalização, em parte devido aos preparativos para o Jogos da Commonwealth em 2022. Outras mudanças em curso na cidade incluem o distrito de Paradise, no centro, que passa por reformas. No final, a região terá uma mistura movimentada de lojas e restaurantes, enquanto novas extensões de VLT já estão em andamento para maximizar a conectividade na região. A seguir, veja como maximizar suas 48 horas nesta cidade vibrante na Inglaterra, localizada a 200 km de Londres.

 

DIA UM

9h – Você sabia que Birmingham tem mais quilômetros de canais do que Veneza, todos  repletos de marcos do patrimônio industrial maravilhosamente restaurados ou edifícios contemporâneos marcantes? Embarcar em um passeio de barco é uma das melhores maneiras de explorar o patrimônio da cidade. Existem várias rotas à disposição, que percorrem áreas tomadas por empreendimentos modernos, exploram os belos subúrbios da cidade ou avançam no sentido do interior.

Foto por iStock / trabantos

Foto por iStock / trabantos

11h – Descubra a aventura no coração da cidade no recém-inaugurado Bear Grylls Adventure, que leva o nome do famoso apresentador do programa de televisão À Prova de Tudo. No cardápio de atividades radicais estão desafios de escalada, paraquedismo indoor e mergulho submarino. A adrenalina vai prepará-lo para o restante do dia!

13h – Que tal um coquetel de inspiração botânica – tipo um martini de papoula e romã ou um spritz com sálvia e ruibarbo –, criado a partir de ervas cultivadas nas estufas locais, para acompanhar um almoço saudável em um local charmoso? The Botanist tem uma atmosfera de jardim secreto, com decoração embelezada com várias bugigangas e arte. O restaurante serve petiscos finos e grelhados, como os Famous Hanging Kebabs (Os Famosos Kebabs Suspensos), bacalhau Tandoori, camarão king e kafta de carneiro com geleia de harissa.

15h – Uma das marcas de confeitaria mais famosas da Grã-Bretanha, a Cadbury nasceu em Birmingham. Descubra a história da empresa – além de saborear o máximo de chocolate que você puder – no Cadbury World, a 20 minutos do centro da cidade. Você vai descobrir como o chocolate é feito e acompanhar o trabalho dos chocolatiers. No final, aproveite a grande oferta de guloseimas da maior loja Cadbury do mundo.

17h – Aproveite o aporte calórico e vá até a Custard Factory, o bairro criativo da cidade, para jogar ou observar uma partida de golfe no Ghetto Golfg, cenário mistura o esporte com arte de graffiti e música. Depois de acertar 18 buracos, tome um coquetel ou dois no elegante bar do local.

19h – Volte ao centro da cidade para uma refeição numa das mais novas experiências gastronômicas de Birmingham, o Pint Shop. Localizado no Bennett’s Hill, edifício inaugurado em 1860 no antigo bairro financeiro de Birmingham, o restaurante oferece produtos sazonais britânicos e cervejas locais e nacionais.

DIA DOIS

9h – Vá ao Black Country Living Museum para ter uma visão original de como era a vida no Black Country (a oeste de Birmingham) na época em que a região se transformava em uma das primeiras paisagens industriais do mundo. Este fascinante museu a céu aberto está repleto de lojas de época, casas e aldeias originais, com personagens fantasiados para relatar histórias de como era viver e trabalhar na região de Birmingham em meados do século 19. Há também planos para criar uma nova área contando a história do Black Country dos anos 1940 até os anos 1960.

11h – Além de sua herança industrial bem documentada, Birmingham é conhecida por seu patrimônio de joalheria e metalurgia. Para descobrir mais, vá ao Museum of the Jewellery Quarter no Jewellery Quarter. O museu é uma perfeita cápsula do tempo, construída em torno de uma oficina de joalheria preservada. Faça uma visita guiada, explore as galerias e assista às demonstrações da arte da joalheira e da ourivesaria antes de explorar o próprio Jewellery Quarter. Além de ser o local ideal para procurar por uma nova pulseira ou um par de brincos, o museu abriga uma cena artística agitada.

13h – Pare para uma refeição rápida no Rose Villa Tavern, no Jewellery Quarter. Descrita como uma “meca vitoriana vintage”, a taverna é altamente decorada (imagine lustres feitos com chifres de veado e azulejos coloridos), criando uma atmosfera encantadora para desfrutar de comida clássica, cervejas artesanais e uma ou duas doses das mais de 100 vodcas do cardápio.

15h – Birmingham tem atraído produtores de TV e cinema há décadas. Um dos maiores sucessos recentemente filmados aqui é Peaky Blinders, uma série sobre gângsters ambientada no início do século 20. Descubra o passado mais sombrio de Birmingham em uma excursão a pé inspirada na série. Há várias empresas de turismo que oferecem esta e outras caminhadas temáticas na cidade. A BrumTours, por exemplo, oferece os passeios BrumPubs, Birth of Birmingham e Thousand Trades, que homenageia o rico passado mercantil e industrial da cidade.

17h – Vá ao bairro de Digbeth, uma região descolada e criativa onde os artistas de rua mudaram a perspectiva das clássicas paredes de tijolo vermelho. Peça uma bebida em um dos bares mais novos da região, The Ruin, que recentemente passou a exibir um mapa em estilo mural que mostra 12 bairros da cidade. A obra é chamada “The Digbeth Dozen”. Criada por Title (Andy Mills), um grafiteiro de Birmingham, ela mostra locais como o Digbeth Dining Club, onde você pode provar o melhor da comida de rua às sextas-feiras e sábados.

19h – Birmingham é um dos grandes centros culturais da Inglaterra, com uma forte cena teatral. Confira o Birmingham Repertory Theatre para teatro clássico e contemporâneo; o New Alexandra Theatre por sua mistura de musicais, comédia, drama e concertos; ou o Midlands Arts Center (MAC), que possui quatro auditórios para apresentar uma ampla gama de trabalhos contemporâneos de vários gêneros.

Como chegar

Birmingham tem seu próprio aeroporto internacional e também é servida por trens a partir de Londres e Manchester, em viagens de uma hora e meia.

Mais informações em: visitbritain.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / CaronB

Comentários