logo

Telefone: (11) 3024-9500

Rios, parrachos, dunas e manguezais em Maxaranguape | Qual Viagem Logo

Foto por IStock/ Luciano Thomazelli

Rios, parrachos, dunas e manguezais em Maxaranguape

27 de fevereiro de 2019

O farol do Cabo de São Roque é um dos cartões postais do litoral de Maxaranguape, município de cerca de quase 9 mil habitantes, localizado ao Norte de Natal. Maxaranguape possui em seu território destinos como a praia de Maracajaú, além da Barra de Maxaranguape, bastante procurada pelos surfistas e também ótima costa marítima para a pesca.

A árvore do amor, um “abraço” de duas gameleiras, árvore típica da região, é parada obrigatória dos visitantes. Além das praias, lagoas, dunas, manguezais, rio e parrachos compõem a beleza da região.

Suas praias também são ideais para a prática de windsurf, jet-ski, mergulho com cilindro, além de trechos de mata que são perfeitos para a prática de trekking, trilhas ecológicas e cavalgadas.

Foto: marchello74 via Istock

Foto: marchello74 via Istock

Maxaranguape oferece ainda um rico artesanato, com peças produzidas em junco, palhas, algas e madeira. É um destino ainda pouco conhecido e explorado por turistas de fora do Rio Grande do Norte, mas tem ganhado fama, principalmente, pelas piscinas naturais de Maracajaú, consideradas as mais belas de todo o Nordeste brasileiro.

Ali, o turista pode conferir também uma gastronomia de excelência, principalmente elos saborosos frutos do mar. O camarão é um dos melhores do Brasil e pode ser provado ao molho de peixe ou simplesmente à dorê. Indo à Natal, dê uma esticada e confira as belezas desse trecho quase inexplorado do litoral potiguar.

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Foto destaque por IStock/ Luciano Thomazelli

Comentários