Refúgio do calor, Shimla é um dos principais destinos do norte da Índia | Qual Viagem
logo

Telefone: (11) 3024-9500

Refúgio do calor, Shimla é um dos principais destinos do norte da Índia | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ lifesaboutexperiences

Refúgio do calor, Shimla é um dos principais destinos do norte da Índia

29 de agosto de 2017

Localizada ao Norte da Índia, Shimla está a mais de 2.200 metros de altitude. Com natureza exuberante que inclui belas florestas de pinheiros e cachoeiras, o destino é diferente de tudo que há no país.

A pequena cidadezinha é um pedaço da Europa na Índia, graças a forte presença britânica. Eles chegaram ao local por volta de 1819 e o transformaram e estação de férias. A influência foi tão grande que até hoje é possível identificar seus resquícios principalmente na arquitetura colonial de seus prédios.

Foto por IStock/ suraj1989

Foto por IStock/ suraj1989

Hoje, Shimla é um dos refúgios dos indianos para passar lua de mel e também para fugir do intenso calor do verão. Isso porque, situada na região do Himalaia, a cidade é fria e conta, inclusive, com neve no inverno.

Graças a sua rica e diversa fauna, o lugar oferece grande interação com bichos como macacos, que circulam inclusive nas ruas da cidade, e muitas espécies de pássaros. Perfeito para quem aprecia a natureza, o destino conta também com algumas opções para os amantes da adrenalina. Por lá é possível praticar trekking, além de moutain bike e outras atrações radicais.

Foto por Istock/ f9photos

Foto por Istock/ f9photos

No centro da cidade, uma rua principal se destaca, concentrando todo o comércio, restaurantes e hotéis em sua extensão. Lá se encontram também uma igreja – um dos poucos exemplares cristãos da India – e um mirante que proporciona uma bela vista de toda a região cercada por montanhas.

Foto por IStock/ saiko3p

Foto por IStock/ saiko3p

Entre os atrativos de destaque por ali estão os prédios antigos, como o Viceregal Logde (pavilhão do Vice-Rei), o Wildflower Hall – que hoje abriga um hotel de luxo – e o Rashtrapadi Niwas; assim como o Mall e o Ridge, dois dos locais favoritos de passeio no centro.

A cidade conta também com vários templos que atraem devotos das localidades em volta. O templo Kali Bari, dedicado à deusa hindu Cali, fica perto do Mall, enquanto o Templo de Jakhu fica no ponto mais alto da cidade. Já o Sankat Mochan, um templo dedicado ao deus hindu Hanuman, é famoso pelos numerosos macacos que se vivem nas suas proximidades.

Foto por IStock/ saiko3p

Foto por IStock/ saiko3p

Mas a visita ao destino só se completo com uma parada no Lakkar Bazaar, um mercado que se prolonga para além do Ridge, e é bastante conhecido pelo artesanato de madeira feito à mão.

Shimla recebe muitos festivais, entre os quais se destaca o Festival de Verão, organizado todos os anos desde a década de 1960 durante o pico da estação alta de turismo, em maio ou junho, durante três ou quatro dias no Ridge. O programa inclui espetáculos de música com artistas locais e de toda a Índia, exposições de flores, fotografia, moda, artesanato, gastronomia, atividades esportivas para adultos e crianças.

Como chegar

Para chegar à Shimla, a forma mais acessível é via Delhi, de avião. O aeroporto mais próximo é o de Kullu, distante pouco mais de 20 quilômetros da cidade. Além disso, é possível ir de trem até Kalka e, nos últimos 90 quilômetros do trecho, fazer o roteiro do Toy Train, um trem turístico que corta por belas paisagens.

Onde ficar

The Oberoi Cecil

Clarkes Hotel

Kapil Hotel

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque por Istock/ lifesaboutexperiences

Comentários