logo

Telefone: (11) 3024-9500

Pico da Neblina volta a ser destino | Qual Viagem Logo

065_parna_picodaneblina_marcos_amend

Pico da Neblina volta a ser destino

21 de fevereiro de 2020

Fechado desde 2010 para visitação, o Yaripo, montanha sagrada dos yanomamis e o ponto mais alto do território brasileiro, com 2995,30 metros de altura, será enfim reaberto para receber grupos de amantes de aventura e escaladas.

A subida não é para qualquer um, tem que estar preparado e ser experiente para subir o Pico da Neblina, que está localizado no coração da selva amazônica e apresenta variação de vegetação e clima a cada patamar. O solo também muda constantemente, indo da lama escura e escorregadia as pedras rolantes, mas tudo isso vale á pena quando se chega ao topo e tem como presente uma vista única, exclusiva, um verdadeiro luxo, pois poucos terão essa oportunidade.

Foram cinco anos de estudos para um plano de visitação que não tenha impacto ambiental até a liberação que aconteceu no dia 19/02, onde a Funai, ICMBio, Yanomamis (AYRCA) através de um rigoroso processo, selecionou apenas três agências que estrão aptas a operar grupos na região que além de território indígena e também um parque de conservação nacional.
Mesmo com a liberação, fortes restrições continuam, como o número de pessoas por grupo de expedição, que não poderá exceder em dez e a constância futura de no máximo duas expedições mensais.

Foto por Kátia Torres Ribeiro

Foto por Kátia Torres Ribeiro

Dentre as três únicas credenciadas em todo mundo, está a Roraima Adventures, que hoje é referência nacional e internacional das expedições de subida ao Monte Roraima.

Segundo Magno Souza, proprietário da operadora, já existe uma grande lista de interessados na expedição, alguns são escaladores de fama internacional, que estavam contando os dias para a possibilidade de escalar o ponto mais alto do nosso país.

O calendário das saídas e os valores estarão publicados até o meio do mês de março no site da Roraima Adventures: roraimaadventures.com.br/

Que a Montanha de Vento (Yaripo), onde estão os espíritos guardiães do povo Yanomami, acolha a todos que chegarem ao seu cume, conscientizando da importância de nossa Amazônia e dos filhos de sua terra.

Texto por: Patrícia de Campos

Foto destaque: Marcos Amend/ ICMBio

Comentários