logo

Telefone: (11) 3024-9500

Os bloquinhos mais inusitados para quem vai viajar no Carnaval 2020 | Qual Viagem Logo

Foto por IStock/ MesquitaFMS

Os bloquinhos mais inusitados para quem vai viajar no Carnaval 2020

19 de fevereiro de 2020

Viagens para o Carnaval precisam ser muito bem planejadas. Veja nossas dicas de bloquinhos diferentões nas principais cidades brasileiras e escolha o seu.

Você já pesquisou as passagens baratas para o Carnaval 2020, juntou dinheiro, verificou a hospedagem e até glitter já está comprado. Mas, pensando bem, será que não se esqueceu de nada? E no seu destino de viagem, já sabe quais blocos de rua vão desfilar?

Separamos alguns dos blocos de Carnaval mais inusitados das principais cidades brasileiras que você precisa participar. Seja pelos seus temas criativos ou porque os nomes simplesmente fazem rir, esses bloquinhos representam o espírito do Carnaval: bom humor e criatividade.

Bloco Emo

Se você for de outra geração que não a Y, talvez não se lembre dos emocore, uma tribo jovem que virou febre lá nos anos 2005/2006. A época foi marcada por adolescentes de roupas e maquiagens escuras, franja na cara e hardcore melódico.

Foi desse cenário que surgiu o Bloco Emo, que talvez agora seja apenas sobre nostalgia ou para provar que: não, o emo não morreu! A passeata carnavalesca, que nasceu em 2018, transforma músicas de bandas como My Chemical Romance e Paramore em reais marchinhas.

O Bloco Emo acontece em São Paulo, mas não desfilará nas ruas em 2020, e sim em casas e bares fechados com ingressos pagos.

Bloco Saí do armário e me dei bem

Foto por @dayluizafoto / @foto_folia

Foto por @dayluizafoto / @foto_folia

O bloco que remete à saída do armário — ato de assumir a sexualidade — de pessoas LGBTQIA+ traz mais diversidade para o Carnaval de Curitiba. Nascido em 2017, o lema do bloquinho é o respeito com as diferenças, ou seja, não há espaço nenhum para homofobia, racismo, xenofobia, machismo ou qualquer outro tipo de intolerância.

A ação carnavalesca cheia de cor vai desfilar no pré-carnaval. Então, é importante ficar atento às datas para, só depois, encher a mala de glitter para aproveitar a folia do bloquinho mais colorido de Curitiba.

BlocoBuster

Se o nome desse bloco lembra muito a antiga rede de locadora de filmes Blockbuster, saiba que a intenção é essa mesma: homenagear o cinema e a franquia norte-americana que facilitava o acesso à sétima arte.

Tudo começou quando um grupo de amigos simplesmente quis montar um bloco de Carnaval diferente, com o objetivo de levar alegria e diversão para as pessoas — assim como o mundo do cinema. O mais interessante do bloco é que todo seu repertório é inspirado em trilhas sonoras de filmes, séries e novelas.

Em 2020, o bloco vai desfilar pelas ruas da capital Rio de Janeiro.

Bloco Fúnebre

Sepultar as tristezas é o objetivo do bloco Fúnebre, que desfila de noite e tem um repertório que mixa jazz, rock, música erudita, MPB e, claro, marchinhas carnavalescas.

A trilha sonora diferente não é a única coisa que chama a atenção nessa passeata dark e divertida. No lugar das maquiagens coloridas e vivas, o bloco capricha na make gótica e os foliões entram no embalo com fantasias de caveiras, fantasmas e zumbis.

Inspirado nos cortejos funerários do México, o bloco surgiu em 2013 e ironiza o brasileiro que enterra suas tristezas e vai pular Carnaval. Ele desfila pelas ruas de Belo Horizonte.

Bloco Unidos da estrela da morte

Aquela imagem do nerd antissocial já é mais do que passado. Prova disso é esse bloco, também conhecido como Bloco Nerd, que foi criado em 2016 por fãs da clássica saga de filmes Star Wars.

O objetivo do bloco, além de diversão, é oferecer um conteúdo que una diferentes tipos de cultura e disponibilizar o Carnaval para o público geek que não curte, obrigatoriamente, os ritmos e simbologias clássicas que cercam a data.

O Unidos da estrela da morte também invade as ruas de Belo Horizonte e tem um cortejo mais curto e fácil, ideal para crianças — se for viajar com uma, não pode deixar esse bloco passar.

Bloco Samby e Júnior

Outro bloco que foge do convencional é o Samby e Junior, cujo nome é uma homenagem à dupla pop brasileira mais famosa dos anos 90: Sandy e Junior.

Foto por reprodução Facebook Bloco Samby & Junior

Foto por reprodução Facebook Bloco Samby & Junior

A nostalgia é a atração principal do trio, que conta com uma estrutura simples, porém animada, e canta sucessos dos anos 90 e 2000. O bloquinho passará pelas ruas paulistas tocando hits da dupla, como Vâmu Pulá, Vai ter que rebolar e Cai a Chuva, em ritmo de Carnaval. É praticamente imperdível.

Faça as malas e parta ao encontro do melhor bloquinho!

O Carnaval de rua brasileiro não para de crescer. Apenas em Belo Horizonte, por exemplo, a prefeitura espera um público maior do que o do último ano, 2019, que recebeu cerca de 4,3 milhões de foliões e foi palco de 400 blocos de rua.

Enquanto isso, a Prefeitura de São Paulo recebeu a inscrição de 865 blocos em 2020, 55% a mais do que em 2019.

Ou seja, não importa qual é o seu destino de viagem para o Carnaval 2020, existem bloquinhos de todos os tamanhos e para todos os gostos. Então, aproveite!

Foto destaque: Istock/ MesquitaFMS

Comentários