logo

Telefone: (11) 3024-9500

Noruega: o encantador e fascinante país dos fiordes | Qual Viagem Logo

Foto por Gisele Rodrigues

Noruega: o encantador e fascinante país dos fiordes

13 de fevereiro de 2020

Descubra a beleza de um dos países mais belos do mundo em um passeio que te leva em poucos dias às mais espetaculares paisagens desse destino nórdico

Cenário de um dos fenômenos mais espetaculares e mágicos da natureza: aurora boreal. Um país onde fiordes cortam montanhas, cachoeiras desenham paredões nas encostas, e geleiras viram protagonistas de grandes aventuras. Impossível falar de Noruega e não falar da sua fascinante beleza natural, um lugar que te reserva muitas surpresas. País pequeno, sua população hoje conta com pouco mais de 5 milhões de habitante em um território de 385.203 km². A Noruega faz parte da Escandinávia, região ao norte da Europa que abrange outros países como Dinamarca e Suécia. Além de suas paisagens, a Noruega é referência em economia, sendo um dos países com IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) mais alto do mundo, tornando-se um dos melhores lugares para se viver. Conhecida pelos seus excelentes pescados, o país é o segundo maior exportador de peixes do mundo, e sua indústria pesqueira é a base da economia de toda sua região costeira.

Você está pronto para uma aventura? Para conhecer parte desse país, a Noruega tem um roteiro chamado de Norway in a Nutshell, oferecido pela empresa Fjord Tours, um passeio que leva você a conhecer as paisagens mais impressionantes do país em poucas horas ou em alguns dias. O pacote turístico permite que você navegue pelas águas em meio aos fiordes e conheça cenários deslumbrantes combinando viagens de: barco, trem e ônibus. A viagem pode ser feita o ano todo, então você pode optar por qual estação é a sua preferida, e explorar as paisagens desse destino nórdico no ritmo que você quiser, a única coisa que você deve escolher é a cidade de onde vai partir: Oslo, Bergen, Voss e o seu destino final. Depois de definir o itinerário, você recebe todos os bilhetes de transporte necessários para realizar a viagem e o interessante é que diferente de um tour comum nesse não há nenhum guia na viagem, por isso você tem a liberdade de escolher os horários e a quantidade de horas em cada lugar.

Saindo de Bergen

A nossa viagem incluiu quatro dias nesse circuito, começando pela cidade chamada de a porta de entrada para os fiordes: Bergen. Para chegar até a cidade, saímos no final da tarde de Oslo – capital da Noruega – em um vôo que durou 55 min. O aeroporto de Bergen fica distante 19 km do centro da cidade, então é preciso pegar um ônibus chamado Flybussen que faz o trajeto aeroporto – centro e vice-versa, onde você pode desembarcar em vários pontos da cidade. Cercada por sete montanhas, Bergen é a segunda maior cidade do país, e tem aproximadamente 250 mil habitantes. Fundada em 1070 logo após a Era Viking, a cidade é muito fácil de conhecer, é possível visitar tudo caminhando, e em apenas um dia você consegue explorar muito bem todos os cantos. Inicie seu dia com uma das atrações mais bonitas e tenha uma vista panorâmica da cidade subindo o mirante do Monte Fløyen a 320 m. O passeio continua pela orla do porto velho onde fica um dos cartões postais mais famosos da cidade e título de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, Bryggen. Formada por um conjunto de prédios coloridos de madeira um ao lado do outro e com telhados pontiagudos essa região foi construída no século 18, depois de um incêndio que devastou quase toda a área, mas que hoje virou ponto turístico.

Foto por Gisele Rodrigues

Foto por Gisele Rodrigues

Assim como outras cidades do país, você não pode deixar de incluir no seu roteiro a visita o mercado popular de peixes, o Fisktorget. Uma fantástica experiência gastronômica, com muitos produtos locais e frescos. Não só uma deliciosa descoberta de sabores, como também um misto de línguas muito diferente. Ao chegar, é possível ouvir vendedores falando em inglês com as centenas de turistas que passam por ali, até mesmo o português, como um deles quando me abordou me oferecendo carne de baleia. Isso mesmo, ali vocês vão encontrar desde peixes até mesmo carnes exóticas, como a carne de rena – especialidade local. Se a fome ainda não tinha aparecido, a poucos metros dali, é possível ir até um pequeno trailer chamado Trekroneren, famoso por seu cardápio extenso e bem variado de hot dogs, mas o que chama atenção são os tipos de salsichas vendidos ali, desde salsicha de rena até mesmo de carneiro, que tem inigualável sabor exótico.

A região conta com muitos restaurantes renomados, e se a sua opção for provar a especialidade do país, o salmão ou mesmo o bacalhau, é imperdível uma ida ao restaurante Cornelius. A chegada até o local é uma experiência a parte. Considerado um dos melhores restaurantes de frutos do mar da Noruega, ele está localizado à beira – mar em uma pequena ilha onde o acesso é feito apenas de barco, do próprio restaurante. O barco sai do píer de Bryggen, em um trajeto de cerca de 30 min, e já de longe é possível ver o restaurante todo iluminado. Ao chegar, você é recepcionado pela equipe de atendentes do local, onde é personalizado o serviço para cada cliente. Um dos diferenciais e que torna esse restaurante tão consagrado, e por isso requer reserva prévia, é que o seu proprietário Ronald Saetre, mergulha diariamente para pescar, obtendo pescados sempre muito frescos. O cardápio muda constantemente de acordo com a época, mas a culinária tem como base a gastronomia escandinava, sempre com moluscos, crustáceos, e pescados – principalmente o salmão.

Foto por Gisele Rodrigues

Foto por Gisele Rodrigues

A cidade tem uma vida noturna agitada e oferece várias opções para quem gosta de aproveitar a noite. Há pubs, discotecas e bares, mas a indicação para quem gosta de degustar um bom cocktail é o bar No Stress, eleito um dos melhores bares de Bergen, seu ambiente pequeno o torna aconchegante e ao mesmo tempo é bem frequentado por locais e turistas. Possui um criativo menu de coquetéis criado pelos próprios donos, a recomendação é pedir o Chili Martini.

Bergen oferece uma grande variedade de hospedagem em todas as categorias e preços, a nossa indicação é ficar no Magic Hotel Korskirken. É um hotel de 4 estrelas, na região central da cidade e a poucos metros das principais atrações da cidade e da estação de trem, além de contar com uma ótima rede de serviços dentro do próprio hotel, como restaurante e bar.

Início da viagem

O primeiro dia do Norway in a Nutshell inicia com uma viagem de trem de Bergen até a cidade de Myrdal. O trajeto é feito em quase duas horas e meia, e é possível começar a se encantar com as paisagens do país, com muitos lagos e grandes montanhas. Ao chegar na estação de trem dessa cidade, embarquei em um outro trem, porque o destino era o vilarejo de Flåm.

Esse próximo percurso é feito pelo Flamsbana, um trem que faz o trajeto de 20 km em uma das ferrovias mais íngremes do mundo, mas também considerado uma das mais bonitas, segundo uma das publicações de viagens mais importantes do mundo, a Lonely Planet. A viagem te proporciona um agradável momento quando você começa a contemplar os lindos e profundos desfiladeiros em meio aos rios e cumes verdes, que no inverno ficam esbranquiçados pela neve. No caminho, o trem faz uma única parada de alguns minutos para que os turistas apreciem uma das cachoeiras mais belas do país, a Kjosfossen Waterfall.

Foto por Gisele Rodrigues

Foto por Gisele Rodrigues

Cercada por montanhas e vales estreitos, a chegada a Flåm é uma das experiências mais lindas que a viagem pode proporcionar, pois ela está entre os fiordes de Aurlandsfjord e Nærøyfjord – integra a lista de patrimônios mundiais da Unesco e é considerado um dos mais estreitos do mundo, com apenas 250 m em sua passagem entre as montanhas. O vilarejo é tão pequenino que você pode aproveitá-lo em apenas um dia ou até mesmo poucas horas, como fizemos. Ao chegar na estação da cidade, que também é um pequeno porto de onde saem os ferries para outras partes da região, é possível contratar o passeio para conhecer o mirante Stegastein. Para chegar até lá, uma pequena van percorre um trecho de 20 min subindo as estreitas estradas em meio às montanhas até chegar ao maravilhoso visual panorâmico do mirante, onde você contemplará a vista para todo o fiorde Aurlandsfjord por meio de uma plataforma suspensa de 30m construída no próprio paredão da montanha.

Foto por Gisele Rodrigues

Foto por Gisele Rodrigues

Já de volta ao porto, é possível ver diversas opções de restaurantes que servem comida tradicional noruega. A opção foi entrar em uma cervejaria local, a Ægir Bryggeri, situada nesse mesmo porto, onde chama atenção pela sua arquitetura nórdica. À primeira vista pareceu uma igreja medieval construída em madeira, e quando entramos muitas características da cultura viking tão tradicional nesse país me soaram que estávamos entrando em um cenário de filme antigo. Dentro dela, paredes de troncos de madeira, contrastam com cabeças de dragão penduradas, enquanto uma grande chaminé que aquece o ambiente estende os dois andares do lugar. É considerada uma das cervejarias mais famosas do país, e seu nome faz alusão ao deus nórdico Ægir. O local oferece degustação de cerveja fabricada artesanalmente, e menus inspirados na cultura viking que nos levam a uma viagem de mil anos atrás.

Natureza dos fiordes

O passeio continua saindo de Flåm agora a bordo do navio Future of the Fjords, considerada a primeira embarcação totalmente elétrica do país, e assim minimizando o impacto no meio ambiente. Inicia ali mais uma viagem pelas silenciosas águas em meio aos fiordes, nos aproximando cada vez mais das belas paisagens. Com cenários exuberantes, a Noruega e seus fiordes compõem verdadeiras paisagens de cinema e já inspiraram grandes filmes, como o “Frozen”. O suspiro em cada avanço do navio é de ver como é possível ter natureza tão incrível no mundo, e não é impossível se arrepiar diante o que os olhos veem. O percurso teve duração de 90 min até o próximo destino, Gudvangen.

A viagem termina nesta pequena vila, que tem aproximadamente 100 habitantes – e a metade disso no inverno – podendo chegar até 500 moradores durante o verão. Localizada em meio ao fiorde Nærøyfjord, seu nome tem significado de “O campo dos deuses junto à água”. Antigamente a vila era povoada pelos “vikings”, termo muito utilizado para se referir aos guerreiros e exploradores nórdicos que exploraram parte da Europa e das ilhas do Atlântico Norte no final do século 8 até ao século 11. Hoje no lugar foi construído, em meio a montanhas e cachoeiras, um grande complexo chamado Gudvangen Fjordtell. Neste lugar, reúne um majestoso hotel, lojinhas de souvenir e um restaurante todo em vidro para que você possa sempre estar admirando a natureza a sua volta. Toda a comida é feita com produtos locais e ingredientes orgânicos, a recomendação é não deixar de provar o queijo marrom, mais conhecido ali como Brunost, ele é feito a partir do soro de leite de cabra coalhado e caramelizado.

Foto por Gisele Rodrigues

Foto por Gisele Rodrigues

É parada quase obrigatória pernoitar em um dos quartos deste hotel, alguns deles foi construído com cenário das descobertas vikings e claraboia de vidro para que você possa dormir com uma vista linda. A experiência é indescritível em toda a noite, pois dormindo em um desses quartos é possível por meio das janelas apreciar outro fenômeno desse país: o sol da meia noite. Posso dizer que é algo quase mágico o sol ser visível a 00h em uma temporada chamada de sol de verão, onde o sol deixa o céu com um brilho dourado fora do comum até a madrugada, então quase não existe noite durante essa época que vai entre maio e julho. Se a sua ideia é explorar o turismo de aventura, você pode alugar caiaques no próprio hotel, e navegar pelas águas deste magnífico lugar. Ou então partir para uma das grandes atrações do lugar, o “Viking Village” ou melhor dizendo a “Vila dos Vikings”. Como o nome já diz, é uma vila dentro desse complexo onde foram reproduzidas casinhas de madeira a partir de informações de como eram construídas na Era Viking com materiais da própria região, para que você tenha uma experiência real de como os guerreiros nórdicos viviam. A reprodução é tão real que muitas famílias vivem ali durante várias temporadas do ano como um viking, desde seu modo de vida até mesmo seus trajes, então você terá a oportunidade de participar de atividades que remetem àquela época, como arco e flecha, conhecer a história dessa cultura, desde como eram construídos seus barcos, sua comida, artesanato, até mesmo como a sua herança afetou hoje a sociedade.

Desfiladeiros espetaculares

Logo no dia seguinte, e após uma manhã deliciosa e nem tão fria assim para esse país, seguimos para o próximo destino do nosso percurso, a cidade de Voss. Dessa vez o trajeto foi feito de ônibus, a estrada conta com paisagens espetaculares, curvas sinuosas e íngremes, atravessando florestas, mas a cada metro uma nova beleza era mostrada através da janela. Ao longo do trajeto, passamos por uma vila chamada Stalheim, que fica na parte interna do vale de Nærøydalen, e uma parada para contemplar a cachoeira Stalheimsfossen. Depois de uma hora de trajeto, desembarcamos em Voss, a cidade da aventura localizada no coração dos fiordes noruegueses. O primeiro passeio imperdível é admirar a beleza da cidade bem no alto das montanhas por meio do Voss Gondol, a maior e mais moderna gôndola de montanha de todo o norte da Europa – espécie de bondinho – que te leva até o Monte Hanguren onde você terá uma vista panorâmica da cidade, além de ser perfeita para quem quer praticar esportes, caminhadas, fazer rapel durante o verão, já no inverno o lugar vira cenário de estação de esqui.

Foto por Gisele Rodrigues

Foto por Gisele Rodrigues

E para finalizar a visita, o complexo possui um restaurante, o Hangurstoppen, onde você pode se deliciar com pratos da culinária local bem farta, principalmente experimentar os tão famosos sucos de maça, tão tradicional nesse país. Depois de tanta aventura e caminhada, é hora de descansar para o próximo dia. A cidade, por ser bem pequena, possui poucas opções de hospedagem mas os poucos são de excelente qualidade. O Voss Hostel é uma opção para quem quer continuar contemplando as belezas naturais da janela do quarto com uma vista deslumbrante do rio e das montanhas, e recarregar as energias para o próximo dia.

Percurso final

No dia seguinte, logo cedo se delicie com o café da manhã no hotel com a vista espetacular para começar uma nova aventura e terminar o último dia do roteiro. Dessa vez, vamos conhecer um outro fiorde, o Eidfjord. Para chegar até lá, foi preciso pegar um ônibus na estação principal da cidade de Voss, a poucos metros do hotel, até a simpática vila de Ulvik.

Foto por Gisele Rodrigues

Foto por Gisele Rodrigues

Depois, a viagem continua por meio do Norway in Nutshell que incluiu um barco que percorre as montanhas mais lindas e belas paisagens onde é possível cruzar com pequenos vilarejos nas encostas e chegar em Eidfjord. Lá, o passeio continua de ônibus para poder ver uma das mais famosas cachoeiras da Noruega, a magnífica Vøringsfoss.

No caminho, o passeio inclui uma visita no Norwegian Nature Centre, um centro que reúne informações sobre a natureza e sua relação com o ser humano por meio de exposições interativas. Já de volta a Eidfjord, a aventura continua de barco até o vilarejo de Norheimsund, que foi apenas ponto para pegar o ônibus para retornar até o destino final, de Bergen, e encerrar a nossa viagem por esse país tão fascinante que me surpreendeu desde o primeiro dia.

Serviço

IDIOMA

Idioma oficial é o norueguês, mas cerca de 90% da população fala inglês.

MOEDA

NOK

FUSO HORÁRIO

Em média 4h em relação ao horário de Brasília.

VISTO

Dispensa visto até 90 dias.

CLIMA

Nos meses de primavera (março, abril e maio), o clima é mais quente e dias mais longos. Nos meses de junho, julho e agosto, o verão é quente e as noites, curtas – ou até inexistentes. No outono, entre os meses de setembro, outubro e novembro, os dias se tornam mais curtos, o ar é mais frio. No inverno, o sol não aparece em algumas partes do país, mais ao norte. No sul, eles têm menos horas de sol, mas ele aparece um pouco. As temperaturas costumam atingir entre -10 e – 20°C.

SAÚDE

Não exige vacina, mas é obrigatório seguro viagem.

COMO CHEGAR

Não há companhias aéreas que voam diretamente do Brasil para Oslo, capital Noruega. As que operam com conexões são: KLM, British Airways, LATAM Airlines Group, TAP Air Portugal, Emirates, Qatar Airways, Lufthansa, Turkish Airlines, Ethiopian Airlines, Air France, SWISS e Iberia.

O QUE COMER

Sugestões para comer dos lugares que passamos:

BERGEN

Cornelius

GUDVANGEN

Restaurante do Gudvangen fjordtell

VOSS

Restaurante Hangurstoppen

ONDE FICAR

BERGEN

Magic Hotel Korskirken

GUDVANGEN

Gudvangen fjordtell

VOSS

Voss Hostel

PACOTES TURÍSTICOS

NORWAY IN A NUTSHELL

INFORMAÇÕES TURÍSTICAS

visitnorway.com.br

Texto e imagens por Gisele Rodrigues – @mundopraviver

Comentários