logo

Telefone: (11) 3024-9500

No México, conheça Taxco, a cidade da prata | Qual Viagem Logo

taxco-catedral

No México, conheça Taxco, a cidade da prata

21 de março de 2017

Rodeada por morros e montanhas, Taxco é uma verdadeira joia no estado de Guerrero, no México. A região é fonte de mineração de prata, sendo uma das mais importantes da América Latina, produzindo peças da mais alta qualidade, entre talheres, acessórios e itens de decoração. Com preços bastante competitivos, o destino atrai visitantes nacionais e internacionais em busca desses produtos para uso pessoal ou revenda.

Em meio às ruas de ares coloniais com típicas casas brancas de telhado vermelho, é possível encontrar diversas lojinhas de artesãos que vendem as mais diversas peças de prata. Mais de 15 mil pessoas usam o metal como ganha-pão e giram a economia da cidade.

hoops-1663309_1920

Foto por Divulgação / Visit Mexico

Para comprar como um especialista e levar os melhores produtos, fique de olho na numeração que indica o grau de pureza da prata. Para conseguir tornar esse metal maleável, é preciso misturá-lo com cobre. Portanto, quanto mais alto o número, mais pura é a prata em determinada peça. Além disso, existem produtos que são “banhados a prata”, fácil de serem reconhecidos por serem muito mais leves.

Aos sábados, você pode visitar a feira que funciona das 7h às 19h, localizada perto do terminal de ônibus Estrella Blanca. Aprecie as diferentes técnicas dos artesãos para esculpir as peças, imprimir detalhes e relevo.

Outra opção para comprar objetos de prata é ao longo da Rua San Agustin, onde existem mais de 20 pratarias com artigos de joalheria e ornamentação: colares, brincos, pulseiras, anéis, crucifixos e objetos com design pré-hispânico. Além das lojas, existem diversos postos ao redor na região central, onde você também pode comprar artigos de prata.

Outras atrações

Não pense que Taxco se resume à prata. Sua viagem pode ser bem aproveitada não só para essa parte de compras, mas também para passeios cheios de cultura, como visitas a monumentos históricos. O destino é considerado um Pueblo Mágico, porque mantém muito bem preservada sua história na arquitetura da cidade e tem belezas naturais únicas, agregando alto valor turístico.

Grutas de Cacahuamilpa National Park in Guerrero, Mexico, is best known for the Grutas de Cacahuamilpa Caverns, which are one of the largest cave systems in the world.

Foto por iStock / v0v

Quer uma prova disso? Visite o Parque Nacional Grutas de Cacahuamilpa. Descoberto em 1834 e declarado Reserva Natural Protegida em 1936, esse paraíso subterrâneo tem mais de 90 ambientes para visita abertos ao público. Para percorrer todos os lugares é preciso caminhar por aproximadamente duas horas. Os destaques são as grandes formações rochosas estalactites (que vão do teto em direção ao chão) e as estalagmites (que ascendem do solo). Naturais, muitos dizem enxergar rostos e figuras de animais, tronos, fontes e até uma catedral.

A melhor maneira de chegar ao Parque Nacional Grutas de Cacahuamilpa é chegar pela Cidade do México e seguir em direção à cidade de Taxco. Hospede-se por lá e compre no terminal de ônibus uma passagem que te levará até o destino. Custa cerca de 20 pesos mexicanos e o trajeto leva, em média, 25 minutos.

foto-aerea-do-centro-de-taxco-creditos-divulgacao

Foto por Divulgação / Visit Mexico

Como toda cidade alta, Taxco tem vários mirantes e, por isso, o pôr-do-sol é simplesmente incrível. E para uma vista panorâmica com uma pitada de diversão, conheça a cidade a partir do teleférico que está a mais de 170 metros de altura. Você pode se aventurar na gastronomia, experimentando “jumiles”, uma classe de inseto bastante consumido na região que até ganhou uma feira própria que acontece todo ano em outubro.

Faça um tour a pé apreciando os palácios e catedrais. Se gostar de praia, ainda dá para planejar um dia em Acapulco, que está localizado a três horas de Taxco.

Mais informações em: visitmexico.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: Divulgação / Visit Mexico

Comentários