logo

Telefone: (11) 3024-9500

Londres: moderna, excêntrica e tradicional Logo

london-eye-351203_1920

Londres: moderna, excêntrica e tradicional

25 de novembro de 2015

Londres é daqueles lugares capazes de surpreender sempre. E não importa se é verão ou inverno, outono ou primavera. Há sempre algo novo. A capital da Inglaterra e do Reino Unido instiga e convida para as descobertas. Mas tudo sem perder a majestade e mantendo a postura clássica de sempre. Cosmopolita e vibrante, é uma cidade com características distintas, mas que se unem e a tornam uma das mais belas e inesquecíveis do mundo. Direção à esquerda, táxis pretos (black cabs), ônibus de dois andares, cabines telefônicas vermelhas que resistem às novas tecnologias, o metrô mais antigo do mundo, punks em Piccadilly Circus, guardas-reais com chapelões esquisitos e muito mais.

londres onibus turísticos foto Nikos Koutoulas flickr

foto: Nikis Koutoulas flickr

Não pense que irá conhecer Londres se tiver pouco tempo. A cidade é imensa. Mas, calma, os principais atrativos turísticos podem ser percorridos inclusive a pé se você gostar e tiver disposição para caminhar, nos ônibus hop-on, hop-off ou até usando o Tube, o metrô londrino, que contabiliza 152 anos de operação.

Repleta de áreas verdes e de prédios antigos de arquitetura belíssima, a capital inglesa é sinônimo de cultura e arte. A prova disso está nos números: é a cidade com a maior quantidade de peças teatrais e apresentações do mundo, possui mais museus públicos do que qualquer outro lugar do planeta, é internacionalmente conhecida por seus famosos estilistas e pelas melhores escolas de moda, além de abrigar uma das mais renomadas universidades.

london tower brigde d26b73 flickr

via https://www.flickr.com/photos/draganbrankovic/22594851144/

Dona de quatro Patrimônios Mundiais, Londres também é riquíssima em história. A Torre de Londres, construída no século 11, foi uma temida prisão antes de passar a abrigar as joias da realeza britânica. Localizada no centro da cidade, à margem do Rio Tâmisa, essa fortaleza histórica guarda um enorme acervo de objetos reais, desde coroas de ouro com pedras preciosas até objetos como bandejas e espadas, compondo o patrimônio real. Ao lado da Torre de Londres está a Tower Bridge, construída no século 19, com sua passarela e ponte levadiça.

londres big ben berit watkin flickr

Foto: Berit Watkin flickr

Ainda se tratando da monarquia, outro local listado pela Unesco é o Palácio de Westminster – ou Abadia de Westminster. Construído a mais de 700 anos, foi cenário de importantes acontecimentos da história britânica. Lá, residiam os monarcas e o Conselho Real, além de sediar a coroação do rei. O imponente edifício também é um dos cartões postais mais famosos de Londres e está ligado ao relógio mais conhecido do mundo, o Big Bem, instalado em 1858.

kensington-gardens-773334_1920

Foto: pixabay.com

Considerada uma região historicamente rica de Londres, Greenwich também é um patrimônio da humanidade. Com inúmeras áreas verdes e importantes traços arquitetônicos, foi essencial para o desenvolvimento da cidade a partir do século 12, tanto que, em 1694, foi criado o Banco da Inglaterra para financiar a reconstrução e recapacitação dos navios ingleses. O Museu Marítimo de Greenwich exibe para os visitantes a história das guerras e operação em que a força naval britânica se mobilizou para defender os interesses de expansão e proteção do Reino Unido.Além disso, o lugar oferece uma paisagem incrível, com gramados bem cuidados e perfeitos para tomar banhos de sol e fazer piqueniques.

kew-gardens-174107_1920

Foto: pixabay.com

Outro local com grandes áreas verdes é o Kew Gardens, o Jardim Botânico Real, o último espaço londrino a entrar na lista de patrimônios mundiais da Unesco, em 2003. Em seus 132 hectares, belezas naturais encantam qualquer um que o visita. Ele abriga mais de 27 mil espécies de plantas, 14 mil árvores e uma coleção de orquídeas que tem mais de 200 anos. É, sem dúvida, um dos maiores conservatórios de orquídeas do mundo. Mas o maior e mais famoso parque de Londres é o Hyde Park. Localizado no distrito de Westminster, ocupa uma área total de 2,5 milhões de metros quarados – incluindo Kensington Gardens – com mais de 4 mil árvores e atrações como passeios a cavalo, bicicleta e de barco no lago Serpentine. Ao redor do parque há pistas para caminhadas e corridas. Uma das atrações realizadas no Hyde Park ocorre em pleno dia de Natal. Desde 1864, ingleses nadam no lago mesmo com temperaturas baixíssimas. O parque também exibe tributos como o Memorial da Princesa Diana, aberto no ano de 2004, e o Memorial do Holocausto e das vítimas do ataque terrorista em Londres, em julho de 2005. Se estiver por lá, não deixe de conhecer o Speaker’s Corner – ou canto dos oradores -, onde, todos os domingos desde 1872, pessoas anônimas discursam e debatem ao ar livre sobre temas diversos.

big ben londres pixabay

Foto: pixabay.com

Como chegar:

Apenas as empresas aéreas TAM e British Airways realizam voos diretos entre São Paulo e  Londres. Outra opção é utilizar os serviços de companhias que voam para as principais capitais da Europa e realizar um voo de conexão. Há, também, a possibilidade de voar com a Royal Air Moroc até Casablanca e de lá tomar um voo para a capital inglesa.

British Airways

britishairways.com

TAM

tam.com.br

Iberia, via Madri

iberia.com/BR

TAP, via Lisboa

flytap.com.br

Alitalia, via Roma

alitalia.com.br

Onde ficar:

Londres oferece todos os tipos de acomodações. Há desde hotéis luxuosos como o Four Seasons, Ritz e Savoy até estabelecimentos tipo bed and breakfast – cama e café da manhã. Confira algumas opções:

Claridge’s

claridges.co.uk

Hotel Berkeley

the-berkeley.co.uk

Premier Inn London City

premierinn.com

The Milestone Hotel

milestonehotel.com

Hotel 41

41hotel.com

Texto por: Andressa Volpini e Roberto Maia

Foto destaque: pixabay.com

Comentários