logo

Telefone: (11) 3024-9500

Isla Del Sol: Um dos lugares mais bonitos do mundo está na Bolívia | Qual Viagem Logo

800px-Playa_en_la_Isla_del_Sol_-_Boliviabjaglin

Isla Del Sol: Um dos lugares mais bonitos do mundo está na Bolívia

5 de fevereiro de 2016

Para chegar a este maravilhoso destino é preciso pegar um barco que sai de Copacabana, na Bolívia, com destino a Isla Del Sol, uma viagem um pouco demorada que pode durar cerca de 2 horas, mas que proporciona vistas incríveis dos lagos e da ilha. Ao chegar na ilha é de admirar a grande beleza do paraíso que mais parece ter parado no tempo, um dos maiores tesouros da Bolívia.

Foto via Flickr Rachael Taft

Foto via Flickr Rachael Taft

A ilha possui cerca de 4000 metros de altura, e o único meio de transporte é através da caminhada. Ela é dividida em duas partes: a parte norte onde se é possível fazer passeios e a parte sul, onde existem hospedagens e restaurantes. Na caminhada de norte a sul, existe uma trilha que pode ser feita em cerca de 3 horas, por ela é possível passar por pontos importantes da ilha, como o Lago, praia e a Roca Sagrada, e mesmo ao anoitecer é possível continuar a trilha, já que ela é totalmente iluminada e sinalizada.

Ainda na parte norte da ilha é possível conhecer  as Ruínas Chincanas, mais conhecidas como El Labirinto, que era a antiga residência dos sacerdotes; a mesa de oferendas e a pedra sagrada. Na parte sul é possível fazer um trekking, que é um pouco puxado devido a altitude, e que demora cerca de 4 horas para ser concluída, pois é cheia de subidas e descidas.

Photo via sandeepachetan.com

Photo via sandeepachetan.com

Muitas crianças na comunidade ajudam os visitantes a encontrarem pousadas na parte sul da ilha, porém é cobrado um valor de propina, o que eles chamam de “gorjeta”, o mesmo acontece para tirar foto com as lhamas. A taxa de entrada gira em torno de 10 bolivianos para  a parte norte e 5 para a parte sul, se escolher fazer o passeio com um guia, no final do trajeto ele também irá cobrar uma propina pelo serviço prestado.

Texto por: Raphaela Cristina Alves

Foto destaque por  bjaglin via Commons Wikimedia

Comentários