logo

Telefone: (11) 3024-9500

Ilhas Cayman: paraíso fiscal ou natural? | Qual Viagem Logo

Seven Mile Beach with Palm Tree and Caribbean turquoise water

Ilhas Cayman: paraíso fiscal ou natural?

18 de setembro de 2018

O arquipélago que leva o nome de Ilhas Cayman é formado por três ilhas situadas entre Cuba e Jamaica. Com aproximadamente 63 mil habitantes, um pouco mais de 59 mil moram em Grand Cayman, 3.000 mil em Cayman Brac e, na menor ilha, Little Cayman, vivem pouco mais de 300 pessoas. As ensolaradas ilhas ficaram conhecidas por se tornarem um dos maiores paraísos fiscais do mundo. É considerado o quinto maior centro financeiro do planeta, com mais de 500 instituições.

Foto por iStock / mikolajn

Foto por iStock / mikolajn

Mas o paraíso real e natural são as ilhas, que embora pequenas têm muito a oferecer. A começar pelas belas praias de areia branca e águas em degradê que vão do verde claro ao azul-turquesa. Se há algo que não falta por lá são lindas praias. Onde você estiver terá uma praia por perto. Como o próprio nome diz, a concorrida Seven Mile Beach, em Grand Cayman, é extensa e tem vários hotéis de luxo por toda a sua orla. Essa praia é considerada uma das mais belas de todo o Caribe.

Boas compras no Camana Bay

Foto por iStock / eric laudonien

Foto por iStock / eric laudonien

Existe um complexo formado por lojas e restaurantes, o Camana Bay. Por lá, no meio da tarde, você poderá tomar um bom sorvete e aproveitar para dar uma olhadinha nas vitrines. Além disso, o lugar tem construções lindas, o que deixa o passeio mais interessante.

Fundo do mar: a cereja do bolo

Normalmente, os maiores atrativos do Caribe estão no fundo do mar, e as Ilhas Cayman não fogem à regra.  Cayman se tornou um dos mais procurados destinos de mergulho do mundo. As ilhas são na verdade, enormes montanhas submersas: paredões que alcançam profundidades superiores a 6.000 metros. Em apenas uma descida, você pode se deparar com rampas de areia, túneis, uma imensa variedade de corais e cavernas subaquáticas que desafiam os amantes do esporte. O arquipélago é reconhecido como o berço do mergulho no Caribe, tal a quantidade de vida marinha lá existente.

Foto por iStock / RLSPHOTO

Foto por iStock / RLSPHOTO

Outra dica interessante é realizar o passeio noturno em que um submarino leva os turistas para observar a vida marinha a cerca de 30 metros de profundidade. Não se preocupe, a embarcação conta com iluminação para que você possa ver, de fato, a movimentação dos peixes e os arrecifes.

Cidade das Arraias e Enseada dos Golfinhos

Outro passeio bem legal para ser feito nas Ilhas Cayman é realizar uma visita à Cidade das Arraias (Stingray City) e à Enseada dos Golfinhos (Dolphin Cove).

Foto por iStock / IreneCorti

Foto por iStock / IreneCorti

Os pescadores depositavam restos de peixes e crustáceos nessa área que foi cevada. Hoje, o local fica acessível para os visitantes, que podem caminhar sem preocupações pela região, pois a água é rasa, e por entre diversas arraias em seu habitat natural.

Outra dica interessante é fazer uma excursão para a Enseada dos Golfinhos. Diferentemente do que acontece em muitos passeios, nesse os animais não ficam presos em uma área reservada. Na verdade, eles são livres para ir e vir, basta saltar o cercado. Uma experiência que, com certeza, será inesquecível. Uma opção para o fim de tarde é curtir George Town, onde ficam os estabelecimentos para compras livres de taxas. Entre eles, destaque para Kirk Freeport, espécie de duty-free no qual estão localizadas lojas como Rolex, Cartier e Mont Blanc. Ainda em George Town, amantes de charuto e rum vão gostar de visitar a La Casa Del Habano.

Os esportes de aventura no Eden Rock

Para praticar snorkeling ou mergulho sem precisar fazer deslocamento de barco, procure por Eden Rock, em George Town. Para mergulhar com cilindro será preciso apresentar uma certificação específica, conseguida antes do embarque para as Ilhas Cayman, ainda no Brasil.

O complexo abrange uma área para criação e tratamento de diversas tartarugas, uma piscina para a prática de snorkeling e um parque aquático. Um dos pontos altos é o momento em que, guiado por um funcionário, o visitante segura um filhote de tartaruga nas mãos. Fora aprender sobre esse tema, você receberá informações de outros animais que habitam o aquário, como crocodilos e tubarões.

A origem do paraíso fiscal

Diz a lenda que, no século 18, uma frota de 10 navios da Coroa Britânica naufragou em recifes caribenhos. Devido a ajuda da população local no resgate dos tripulantes, o rei George III teria determinado que livraria aquelas terras de impostos. Verdade ou não, ninguém paga certos tributos ali, estrangeiro ou residente. Mas o fato de ser um paraíso fiscal não significa que Cayman seja um porto livre para o dinheiro – o país atua intensamente para evitar a lavagem de dinheiro.

Foto por iStock / rmanera

Foto por iStock / rmanera

Contate uma das operadoras e programa sua viagem às Ilhas Cayman:

CVC – cvc.com.br

Flytour – flytour.com.br

Sanchat Tour – sanchattour.com.br

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Foto destaque por: iStock / IreneCorti

Comentários