logo

Telefone: (11) 3024-9500

Harmony of the Seas: gigante dos mares | Qual Viagem Logo

harmony-2-michel-verdure_royal-caribbean

Harmony of the Seas: gigante dos mares

17 de fevereiro de 2017

Os números do Harmony of the Seas impressionam: 362 metros de comprimento, capacidade para mais de 7.500 pessoas entre passageiros e tripulantes, quase três mil quartos e dezenas de restaurantes e opções de lazer. Inaugurado em 2016 como o novo membro da classe Oasis da Royal Caribbean, é o maior navio de cruzeiros do mundo. Depois de uma curta temporada na Europa, onde foi construído, o Harmony chegou à Flórida no final do ano passado para roteiros pelo Caribe em 2017 e 2018.

O cruzeiro é de sete dias e, acredite, há atividades suficientes para todo esse tempo – shows, musicais, lojas, piscinas, atrações radicais, restaurantes de todo o tipo de culinária e muito mais. São tantas opções, espalhadas por 16 andares, que parece que há bem menos que cinco mil passageiros no navio. Por ser tão grande, as pessoas ficam dispersas e nada parece lotado. Outra preocupação que a empresa teve ao construir o Harmony foi criar um navio tecnológico com sustentabilidade e eficiência em gastos de energia. Uma das vantagens disso é que ele é bem estável, ou seja, é muito difícil que alguém sinta aquelas típicas náuseas em alto-mar.

Todo o navio foi pensado nos mínimos detalhes e seu design é uma verdadeira obra de arte. Mas o Harmony of the Seas se destaca mesmo na oferta de entretenimento. Do maior escorregador dos mares até o sucesso da Broadway “Grease”, ele tem de tudo. Isso sem contar os restaurantes: há opções de buffets completos, menus assinados por chefs renomados, cafés, lanchonetes e muito mais. As atrações estão divididas em sete áreas diferentes, os chamados bairros (“neighborhoods”). Confira quais são as surpresas que te esperam em cada um deles:

Royal Promenade

royal-promenade-patricia-chemin

Foto por Patrícia Chemin

É o primeiro lugar que você verá ao embarcar no Harmony. Uma área ampla e fechada de pé-direito alto, planejada para parecer uma rua agitada com lojas – inclusive um pequeno duty free –, restaurantes, uma pizzaria, um pub e bares. De inspiração futurística, no Bionic Bar o cliente pode criar sua própria receita de coquetel, que é feito por dois braços robóticos. Já o Rising Tide é um bar fechado com paredes de vidro que sobe até a área do Central Park.

Central Park

Que tal um agradável passeio entre árvores no fim de tarde? Mesmo em alto-mar, isso é possível no Harmony, que abriga um grande parque ao ar livre em sua parte central. Ao longo das vielas ficam alguns dos melhores restaurantes do navio, como o Jamie’s Italian (do chef-celebridade Jamie Oliver, serve comida italiana), o 150 Central Park (do chef Michael Schwartz) e o Chops Grille (steakhouse). No Central Park também estão instaladas algumas lojas de luxo, como Cartier e Bulgari.

Pool & Sports Zone

piscinas-2-michel-verdure_royal-caribbean

Foto por Michel Verdure / Royal Caribbean

No alto dos decks 15 e 16 do navio, com uma vista privilegiada para o oceano, estão as incríveis piscinas e tudo o que o Harmony tem de mais radical. São quatro piscinas, uma área exclusiva para as crianças se divertirem na água (Splashaway Bay), dois simuladores de surfe FlowRider, um conjunto de três tobogãs emocionantes (The Perfect Storm), uma quadra de basquete, um campo de mini golfe e uma tirolesa instalada acima do Boardwalk. Para relaxar, mesmo na parte da noite, há uma série de grandes banheiras de hidromassagem aquecidas. O destaque fica por conta do Ultimate Abyss, o maior escorregador em alto-mar, com uma altura equivalente a dez andares.

Boardwalk

aquatheater-divulgacao-royal-caribbean

Foto por Divulgação / Royal Caribbean

Com o estilo de um clássico píer norte-americano, a sensação ali é a de estar na orla de uma praia. Em torno do belo carrossel de madeira, há lojas e opções gastronômicas mais descontraídas que vão do mexicano Sabor à famosa lanchonete Johnny Rockets e uma unidade do Starbucks. Na outra ponta do Boardwalk, estão instalados dois paredões de escalada e o grandioso AquaTheater, um anfiteatro ao ar livre de frente para o mar, onde acontecem apresentações incríveis. O show The Fine Line, por exemplo, mistura música, luzes, performances aquáticas e todo o tipo de acrobacias, saltos e piruetas radicais.

Entertainment Place

cassino-patricia-chemin

Foto por Patrícia Chemin

É o lugar aonde ir ao anoitecer. Lá, você pode curtir espetáculos no amplo The Royal Theater (com capacidade para mais de mil espectadores), como o musical da Broadway “Grease”, ou no Studio B, cujo palco é uma pista de patinação no gelo. Shows intimistas com boa música acontecem no Jazz on 4, enquanto que a balada segue noite adentro no animado The Attic. Outra opção é tentar a sorte nos caça-níqueis e jogos de cartas no Casino Royale.

Youth Zone e Vitality Spa & Fitness

spa-patricia-chemin

Foto por Patrícia Chemin

Bairro totalmente dedicado às crianças e aos adolescentes, o Youth Zone tem programas de entretenimento e lazer separados por faixas etárias, incluindo o premiado “Adventure Ocean”. A área compreende ainda uma sala com videogames e fliperamas. Já o Vitality reúne um SPA completo, uma área de estética e beleza e uma academia muito bem equipada, no qual as esteiras têm vista para o mar. Lá também acontecem aulas de ioga e pilates. No mesmo andar, há uma pista de corrida ao ar livre que dá a volta no navio.

Cabines e pacotes

Dos mais de 2.700 quartos do Harmony of the Seas, quase dois mil deles têm sacada, com vista para a parte de dentro do navio, como o Central Park e o Boardwalk, ou para o mar. Mesmo as acomodações mais simples são bem espaçosas e algumas cabines internas possuem varandas virtuais que reproduzem o ambiente externo com muita tecnologia. Quem puder desembolsar um dinheiro a mais pode optar pelas luxuosas e amplas suítes. Com varandas panorâmicas e lounge privativo, são apartamentos duplex com capacidade para até oito pessoas.

cabine-divulgacao-royal-caribbean

Foto por Divulgação / Royal Caribbean

Os valores dependem do tipo de cabine e da data escolhida, porém há pacotes em torno e a partir de R$ 2.500,00. O cruzeiro não é all-inclusive, mas funciona quase como se fosse. Além de todo o entretenimento a bordo, com exceção dos tratamentos de SPA, vários restaurantes estão liberados para todos os passageiros e servem diversas refeições, inclusive snacks durante o dia. Você pode comer o quanto quiser em lugares como o American Grill (o maior restaurante do navio, tem três andares e opções de buffet e à la carte), o Windjammer (buffet com diversas estações de comida), o Solarium Bistrô, o Park Café, a pizzaria Sorrento’s, entre outros.

As bebidas inclusas são água, café, limonada, chá gelado e chá quente. Para refrigerantes e bebidas alcoólicas, é necessária adquirir um pacote à parte, ou então pagar de acordo com o consumo. Para os restaurantes de especialidades é preciso pagar uma taxa de reserva mais o que for consumido. Entre eles estão lugares especiais e mais intimistas, como o Jamie’s Italian, o Izumi (culinária japonesa) e o Wonderland (com decoração, bebidas e cardápio inspirados em “Alice no País das Maravilhas”).

restaurante-japones-patricia-chemin

Foto por Patrícia Chemin

Parte essencial do conceito de inovação da Royal Caribbean, a internet no Harmony é garantida pelo VOOM, considerada a conexão mais rápida em alto-mar. O wi-fi não está incluso no pacote, mas você pode contratar o serviço quando estiver a bordo. Há ainda uma série de outras facilidades tecnológicas oferecidas pela Royal Caribbean: você pode fazer check-in online antes de chegar ao porto, adquirir passeios para realizar em cada uma das cidades onde navio atracar e ter acesso a mapas interativos do Harmony em vários pontos do navio.

Roteiros

Uma das grandes vantagens de viajar em um cruzeiro é poder visitar diversos destinos, sem ter que se preocupar com hotéis e transporte. O Harmony of the Seas tem ótimos roteiros pelos cenários paradisíacos do Caribe, com saída e chegada em Fort Lauderdale, na Flórida, uma cidade cortada por canais e repleta de ótimas praias. Há voos diretos entre São Paulo (Viracopos) e Fort Lauderdale pela Azul e pela United. Confira quais são os portos visitados em cada um dos roteiros 2017/2018 de sete noites do Harmony of the Seas:

– Fort Lauderdale / Labadee (Haiti) / Falmouth (Jamaica) / Cozumel (México)

– Fort Lauderdale / Nassau (Bahamas) / Charlotte Amalie (St. Thomas) / Philipsburg (St. Martin)

– Fort Lauderdale / Nassau (Bahamas) / Charlotte Amalie (St. Thomas) / Basseterre (São Cristóvão)

– Fort Lauderdale / Charlotte Amalie (St. Thomas) / San Juan (Porto Rico) / Labadee (Haiti)

– Fort Lauderdale / Philipsburg (St. Martin) / San Juan (Porto Rico) / Labadee (Haiti)

Ficha técnica – Harmony of the Seas

Dimensões: 226 mil toneladas, 362 metros de comprimento e 65 metros de largura

Capacidade: 5.494 passageiros e 2.175 tripulantes

Outros números: 18 andares (16 para os passageiros), 24 elevadores, 2.747 quartos, 20 restaurantes e 7 áreas de lazer

Empresa: Royal Caribbean

Roteiros em 2017 e 2018: 7 noites pelo Caribe, com saídas e chegadas em Port Everglades (Fort Lauderdale, Flórida)

Ano de inauguração: 2016

Mais informações em: royalcaribbean.com.br

Texto por: Patrícia Chemin. A jornalista viajou a convite da R11 Travel, distribuidora oficial da Royal Caribbean para a América Latina, e com a proteção do seguro-viagem da GTA – Global Travel Assistance.

Foto destaque por: Michel Verdure / Royal Caribbean

Comentários