logo

Telefone: (11) 3024-9500

Folclore e ruínas: conheça 4 castelos na Romênia | Qual Viagem Logo

Brasov cityscape with black cathedral and mountain on backround in Romania
Istock/ RossHelen

Folclore e ruínas: conheça 4 castelos na Romênia

27 de março de 2018

Localizada no leste europeu, com muitos mistérios e castelos entorno de si, fica a Romênia. País do famoso príncipe Vlad, o Empalador, e principal inspiração de Bram Stocker para escrever Conde Drácula, o país é rico em atrações turísticas e possui oito Patrimônios Culturais e Naturais tombados pela Unesco.

A Romênia é um dos países onde se pode encontrar muitos castelos, todos cheios de história e rico em cultura. Conheça 4 deles aqui:

Castelo de Bran

Brasov, Transylvania. Romania. The medieval Castle of Bran, known for the myth of Dracula. ISTOCK/ sorincolac

Foto via iStock/ sorincolac

Sem dúvida é o mais famoso e visitado da Romênia. A resposta é simples: foi a residência de Conde Drácula! Não que tenha sido, de fato, a casa do vampiro de Bram Stocker, já que não existem evidências que comprovem tal veracidade e nem as descrições do livro batem com a semelhança do castelo de Bran.

Por mais que tenha sido construído há dezenas de anos, o castelo é bem conservado e cheio de passagens secretas. Salões com mobília antiga, mais de 57 quartos – sem banheiros –, tapetes feitos de pele de animais, varandas e armas medievais são alguns itens para ver.

Dentro do castelo existe um museu de objetos que eram utilizados para prática de tortura. Grande parte deles foi construído e espalhado por diversos lugares da Europa, principalmente durante a Era das Trevas. Do lado de fora do castelo, há um museu ao ar livre que mostra a cultura local, como casinhas típicas e vendedores de queijos tradicionais.

Castelo de Peles

Foto via iStock/ emicristea

Foto via iStock/ emicristea

Possui uma das construções arquitetônicas mais bonita do país, senão do mundo. Erguido em meados da Revolução Industrial, foi o primeiro castelo a receber energia elétrica e possui uma pequena usina própria.

O que mais chama atenção, no entanto, são os detalhes em seu interior: salas de jantar com mais de vinte assentos, salas de fumo decoradas com tapetes de desenhos delicados, sala de escrita rodeada de quadros e mobília antiga, armas medievais, estátuas entalhadas em madeira, vitrais coloridos, instrumentos musicais e candelabros de cristal.

O museu abre apenas alguns dias na semana e, caso queira tirar fotos, é necessário pagar uma taxa de fotografia.

Castelo de Corvin

Foto via iStock/ Ioana12

Foto via iStock/ Ioana12

Localizado em Hunedoara, o castelo é um dos mais bonitos da Romênia. Possui um estilo de lugar mal-assombrado e é digno de cenário de filme de terror, com direito a riacho entorno, torres altas e pontes de pedras.

Em seu interior, é possível ver aposentos da realeza, armaduras e vestimentas medievais, vasos de cerâmica, objetos do folclore romeno, demonstrações ao vivo de arco e flecha, e uma exposição que homenageia a família Hunyadi, fundadora do castelo.

A visita é autoguiada e em cada exposição há quadros escritos em inglês explicando cada objeto.

Castelo de Poenari

Foto via iStock/ davidionut

Foto via iStock/ davidionut

Há boatos de que esse seja o verdadeiro castelo do príncipe Vlad. Existem evidências de que o Empalador possivelmente tenha morado ali e que os jardins esverdeados tenham sido palco de algumas batalhas.

Construído com o objetivo de ser uma fortaleza contra possíveis ataques do império otomano, hoje é cenário de destroços de pedras. Depois de tanta destruição causada devido lutas e um terremoto no ano de 1888, tudo o que sobrou foram pedras e ruínas do que um dia foi uma fortaleza.

Para chegar às ruínas de fato, é necessário fazer uma subida de mais de 1.400 degraus, mas fique atento aos horários de entrada – para não subir à toa e dar de cara na porta – e leve sua própria garrafinha d’água, lá em cima não há lojas ou vendedores.
O ingresso é baratinho, cerca de 3 reais, e lá de cima é possível ter uma vista panorâmica do vale e dos bosques que cercam a fortaleza. Bem bonito!

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock/ RossHelen

Comentários