logo

Telefone: (11) 3024-9500

Foguete, navio, whisky - Conheça fábricas que são verdadeiros passeios | Qual Viagem Logo

Foto Divulgação

Foguete, navio, whisky – Conheça fábricas que são verdadeiros passeios

16 de março de 2018

Viajar no navio mais luxuoso do mundo deve ser uma experiência emocionante, mas conhecer onde ele foi feito, desde o primeiro corte de aço, pode revelar um novo mundo. Saber como é criado desde o primeiro grão de cevada o single-malte mais cultuado do mundo certamente muda a percepção de qualquer apaixonado pela bebida. Ver o tamanho de cada peça que compõe os relógios feitos na relojoaria mais antiga do mundo em atividade, entender como a engenharia é capaz de aumentar em até 500 cavalos a performance de um carro e conhecer quem são os responsáveis por cada parafuso de um foguete já são, por si só, viagens em paisagens cinematográficas, diferentes das naturais que normalmente se busca no horizonte de quem faz as malas para conhecer novos destinos.

O Rolls Royce dos whiskies – Escócia

Foto Divulgação

Foto Divulgação

A destilaria The Macallan foi fundada em 1824 por Alexander Reid, na Easter Elchies House, que foi construída em 1700, com arenito extraído localmente para o Capitão John Grant. Essa é a Spiritual Home The Macallan, um dos 6 pilares que envolvem a fabricação deste, que é o mais cultuado single-malt do mundo. É possível fazer um tour com no máximo 10 pessoas chamado Six Pillars Tour, que apresenta as singularidades de The Macallan em aproximadamente uma hora.

200 anos de história e o navio mais luxuoso do mundo – Itália

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Fincantieri é um dos maiores grupos de construção naval do mundo, e foi o responsável pela materialização o sonho da Regent Seven Seas em colocar no mar o navio mais luxuoso do mundo do qual se tem notícia. Em seu estaleiro em Genova, Itália, foi cortado o primeiro pedaço de aço do Explorer, que levou quase um ano para transformar as quase 56 mil toneladas em materiais no navio.

263 e contando. No relógio – Suíça

Foto por Istock/ Franck Decourt

Foto por Istock/ Franck Decourt

Criada em 1755 na Suíça, Vacheron Constantin, assim como a The Macallan para os whiskies, é considerada a Rolls Royce dos relógios. A sede da fábrica mudou-se em 2004 para Plan-les-Ouates, ainda na Suíça. O prédio, projetado pelo arquiteto franco-suíço Bernard Tschumi, é também a sede internacional da empresa. Com design futurista, na forma estilizada de uma cruz de malta pela metade, remete ao logo da marca e é o quartel general dos mestres relojoeiros que utilizam de precisão cirúrgica para criar e montar alguns dos relógios mais especiais do mundo, encomendados por reis e rainhas desde sua inauguração.

Interestelar – EUA

Foto por iStock / Vladone

Foto por iStock / Vladone

O Kennedy Space Center, em Cabo Canaveral, (vulgo NASA), dispensa muitas explicações. Mas ao fazer um tour pelo complexo, acompanhado por um monitor designado pelo KSC, é possível ver as plataformas de lançamento de ônibus espaciais, e um dos maiores prédios do mundo – onde são montados os foguetes. Quem sabe a sorte acompanha e o dia do passeio coincide com a construção do próximo foguete a ser enviado para o espaço?

A personalização levada ao extremo – Alemanha

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Fundada por Bodo Buschmann em 1977 em Bottrop, na Alemanha, a Brabus é especializada em realizar conversões em carros Mercedes-Benz. Os carros preparados pela marca chegam a receber 500 cavalos a mais de potência dos modelos originais, e para isso, um time de engenheiros e especialistas realizam pesquisas e testes exaustivamente na fábrica. Em um passeio pela planta, talvez seja possível se deparar com os artesãos da marca, que iniciou oficialmente operações em abril de 2014, através da Strasse, tirando o couro de algumas malas Louis Vuitton para forrar os bancos costurados à mão de um dos incríveis bólidos feitos ali, se assim for o desejo do cliente.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto destaque por: Divulgação

Comentários