logo

Telefone: (11) 3024-9500

Flybondi suspende voos a partir do dia 23 de março | Qual Viagem Logo

flybondi-foto-divulgacao

Flybondi suspende voos a partir do dia 23 de março

18 de março de 2020

Flybondi informa que, de acordo com o decreto 274/2020 do Governo Nacional de Argentina que determinou o fechamento de fronteiras, os voos desde/para o Brasil estão suspensos a partir de 23 de março (segunda-feira) até o dia 31 de março.

Os últimos voos que a companhia irá operar durantes os próximos dias são:

Buenos Aires-Porto Alegre: 19 e 21 de março
Buenos Aires-São  Paulo: 18, 20 e 22 de março
Buenos Aires-Río de Janeiro: 20 e 22 de março

Para todos os passageiros que viajam antes ou depois da data de suspensão dos voos, é importante que conheçam as medidas preventivas que a companhia aérea está executando desde o dia 28 de fevereiro em todo os processo de experiência da viagem, disponíveis em: flybondi.com.

Por conta da contingência, consequência do resultado do avanço do coronavírus (COVID-19), a companhia coloca à disposição de seus passageiros uma nova Política de Alterações e Devoluções, que inclui diferentes alternativas flexíveis:

Os passageiros que desejam remarcar seus voos sem nenhuma multa poderão fazer através do site  booking.flybondi.com, pagando apenas a diferença de tarifa, se houver. As alterações podem ser realizadas até 31 de março para voar quando quiser.

Se o passageiro preferir deixar seu bilhete em aberto, deverá entrar em contato com a equipe de Atendimento ao Cliente através do e-mail: [email protected] O voucher para uma futura compra com o valor total dos trechos não voados chegará em até 14 dias.

Aqueles que desejam solicitar a devolução das suas passagens com data de voo entre 23 e 31 de março, devem enviar um email para [email protected]  A devolução por trechos não voados acontecerá em 30 dias a partir da solicitação do pedido.

Devido ao grande fluxo de demandas/solicitações que recebemos em nossos canais de Atendimento, é importante ressaltar que estamos dando prioridades aos passageiros com voos marcados nas próximas 48 horas. E para aqueles casos em que os passageiros ainda não conseguiram realizar as alterações e a data do seu voo original já passou, a companhia respeitará a política de flexibilidade.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto: Divulgação

Comentários