logo

Telefone: (11) 3024-9500

Entre grutas e cavernas no Parque Nacional do Peruaçu | Qual Viagem Logo

Foto por André Dib

Entre grutas e cavernas no Parque Nacional do Peruaçu

23 de maio de 2017

No norte de Minas Gerais está localizado um parque nacional cheio de riquezas. É o Cavernas do Peruaçu, local onde estão belas paisagens de cavernas e grutas emolduradas pela arte rupestre pré-histórica.

Foto por Arquivo ICMBio

Foto por Arquivo ICMBio

A Unidade de Conservação foi criada em 1999, e possui área de 56.400 hectares, que compreende os municípios de Januária, Itacarambi e São João das Missões. O local apresenta inúmeras cavernas – 140 já catalogadas – e cerca de 80 sítios arqueológicos, além de pinturas rupestres que datam de mais de 10 mil anos.

O parque também possui trilhas, mirantes e passarelas de proteção a sítios arqueológicos. Além disso, conta com um grupo de condutores ambientais treinados e credenciados pelo ICMBio para garantir uma experiência segura e única, num passeio de tirar o fôlego.

O Parque Nacional Cavernas do Peruaçu oferece diversas opções aos visitantes e está em constante evolução. Para conhecer todas elas é necessário mais de um dia de visita. Escolha de acordo com o seu interesse e seu condicionamento físico.

Foto por Arquivo ICMBio

Foto por Arquivo ICMBio

O principal atrativo do parque é a Gruta do Janelão. A caverna, com 4.740m de extensão horizontal e 176m de desnível, é considerada a quarta maior do mundo. Além do tamanho, impressiona pela imensidão de seus salões e quantidade de espeleotemas. O paredão rochoso, logo na entrada, é um grande ateliê a céu aberto que conta a história da presença humana no Vale do Peruaçu. É na gruta do Janelão que está localizada a maior estalactite do mundo, a Perna da Bailarina.

Outra atração que chama a atenção no parque nacional é a gruta Lapa Bonita, que possui salões e galerias repletos de espeleotemas, além do salão coberto por sedimentos avermelhados, chamado de Salão Vermelho. Já a Lapa do Índio possui registros arqueológicos com painéis de pinturas rupestres que cobrem paredes inteiras e até mesmo o teto. Da Lapa do Índio também é possível apreciar o Mirante do Índio, em que se pode ver a abertura da Gruta do Janelão e toda a área do Centro de Visitantes Janelão.

Foto por Arquivo ICMBio

Foto por Arquivo ICMBio

O paredão de pinturas rupestres da Lapa do Caboclo possui uma grande concentração de pinturas do estilo Caboclo, que foram descobertas pela primeira vez neste local e que são exclusivas do Vale do Peruaçu. No Caminho da Lapa do Carlúcio, o visitante encontra mirantes onde é possível observar as variações da mata seca em diferentes épocas do ano, os cactos e a vegetação rupestre. A trilha segue pela mata de galeria até o início da gruta do Carlúcio, onde circunda as rochas provenientes do desabamento do teto da caverna.

O acesso até o lugar pode ser feito de ônibus ou carro, sendo que para acessar os roteiros do Parque é necessário veículo motorizado, próprio ou alugado. O Parque Nacional do Peruaçu funciona de segunda a domingo, de 08 às 18 horas, sendo que a entrada nos atrativos é permitida até as 15 horas.

Texto por: Eliria Buso com informações ICMBio

Foto destaque por André Dib

Comentários