logo

Telefone: (11) 3024-9500

Dicas para viajar em família | Qual Viagem Logo

juju-camboja

Dicas para viajar em família

4 de maio de 2017

Como fazemos para viajar em família? É possível ir pra qualquer lugar com crianças? Existem viagens que não são indicadas para ir com filhos? E como fazer com a escola? No post, o Juju na Trip responde a essas dúvidas, que ocupam a cabeça e a planilha de dez entre dez viajantes que têm filhos.

Escola:

No Brasil, homeschooling ainda não é permitido, e é obrigatório por lei manter os filhos na escola convencional. Apenas casos autorizados judicialmente podem fugir dessa regra. Mas isso não é um problema. Há escolas boas, que aceitam as faltas. No caso da Juju, ela leva as tarefas para as viagens, e tem aulas de reforço para algumas matérias.

Além disso, nas viagens, ela tem aplicações práticas do conhecimento: museus, interações com biólogos, com pessoas de culturas diferentes, mergulho, observação de fenômenos naturais e paisagens, tudo isso serve como aula de geografia, ciências, história, sociologia e por aí vai.

Mergulho em Noronha: aula prática de biologia

Viajar em família: economizando na ponta do lápis:

Já pensou em quantas diárias de hotel ou quantas refeições o sapato ou o vestido que você comprou poderiam ter pago?  Parece besteira, mas se  colocar na ponta do lápis tudo o que gastou com compras desnecessárias nos últimos 12 meses, vai ver que poderia ter viajando com esse dinheiro. Pratique o mantra: isso vale uma viagem quando olhar uma vitrine, e segure as compras.

 

Trocando de casa:

Há várias formas de se hospedar (e bem) de graça. O Hospitality Club Internacional & Hospitality Club  é uma plataforma que junta anfitriões e hóspedes que querem trocar experiência sem gastar. Na mesma linha, tem o Home Exchange, com  mais de 50 mil casas em 150 países, e o Couchsurfing. E o mais legal dessas alternativas é que, além de serem custo zero (ou quase), elas nos aproximam de moradores e cultura locais.

viajar em família: contato com moradores e cultura locais

Passagens:

Esse item é o mais pesado para quem viaja em família, mas há formas de gastar menos como bilhetes. Compre com antecedência e pesquise em sites que funcionam como motores de busca dos melhores preços (como  Skyscanner e Viajanet). Esses sites também criam alertas de preços, e enviam mails diários informando sobre alta ou queda nos valores do bilhetes para o trecho que você selecionou.

Roteiro

Qualquer lugar é lugar para viajar com família. Não se limite achando que um destino pode ser desinteressante ou difícil para crianças. O segredo aqui é o equilíbrio: você deixará de fazer algumas atividades, incluirá outras, e todos se divertem. Da mesma forma, entenda que o timming com filhos pode ser um pouco mais lento. Não programe milhões de coisas para o mesmo dia, por exemplo. Sobre cuidados de saúde, tenha sempre na mala um “kit farmacinha”, e consulte o pediatra para cuidados extras.

Programação gratuita:

Fique de olho nos programas de graça. Muitos museus têm dias de visitação gratuita. Da mesma forma, há walking tours, passeios e atrações muito legais e não pagas. Pesquise sempre para descobrir quais são as atividades free nos destinos para onde você vai.

Para saber mais, siga essa família nas redes sociais:

Instagram: @jujunatripblog

Facebook: /jujunatrip

Juju:/ Blog de viagem 

Youtube: /jujunatrip

Juju na Trip
Siga!
Últimos posts por Juju na Trip (exibir todos)

Comentários