logo

Telefone: (11) 3024-9500

Descubra as belezas do Parque Nacional de Itatiaia (RJ) | Qual Viagem Logo

Foto via iStock por Hans Harms

Descubra as belezas do Parque Nacional de Itatiaia (RJ)

17 de fevereiro de 2020

Situado ao leste da Serra da Mantiqueira, na divisa de Minas Gerais e Rio de Janeiro, o Itatiaia é o mais antigo parque nacional do Brasil. Inaugurado em 1937, é um dos locais mais procurados para a prática de bridwatching e montanhismo.

Com cachoeiras, trilhas de diferentes níveis e picos altos, o parque também desponta como um destino de aventura ecológica. O Itatiaia abrange uma área de 30 mil hectares e se destaca pela sua biodiversidade e riqueza hídrica. Ao total, são doze nascentes de bacias regionais, que drenam para o rio Grande e o rio Paraíba do Sul, o mais importante do estado do Rio de Janeiro.

Foto via iStock por Rodrigo S Coelho

Foto via iStock por Rodrigo S Coelho

O parque está classificado como uma Unidade de Conservação do bioma brasileiro e faz parte da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, reconhecida como Patrimônio Natural pela UNESCO. Por lá, existem cerca de 5 mil espécies de insetos, 384 de aves e 50 de mamíferos, além de inúmeros répteis e anfíbios, muitas das quais estão ameaçadas de extinção, como o sapo flamenguinho, a onça suçuarana e o macaco muriqui.

Como visitar o Itatiaia

O parque é dividido de duas maneiras: Parte Alta e Parte Baixa. Apesar de oferecem os mesmos tipos de atrativos, as portarias são separadas por níveis de atividades. Em ambas as partes é possível praticar birdwatching, caminhadas pelas trilhas e ciclismo.

Foto via iStock por Rodrigo S Coelho

Foto via iStock por Rodrigo S Coelho

Na Parte Baixa, se concentram as trilhas, poços e cachoeiras que possuem fácil acesso. Essa é a área mais indicada para visitantes que estão com crianças pequenas, possuem mobilidade reduzida ou, ainda, desejam curtir um programa mais leve.

Nesse perímetro, o Lago Azul e as cachoeiras do Complexo do Maromba são as mais indicadas para tomar um bom banho. O local também oferece quiosques e pontos para piquenique.

Foto via iStock por celsopupo

Foto via iStock por celsopupo

Na Parte Alta, estão as melhores opções para quem busca aventura. As formações rochosas variam entre 700 e 2.800 metros de altitude, e as trilhas são mais extensas e pesadas.

Entre as opções de escalada estão Camelo, Couto, Prateleiras e Altar. A mais procurada, no entanto, é a travessia que leva até o Maciço Agulhas Negras, o quinto maior pico do Brasil. São 11 quilômetros de caminhada feita por dentro da mata fechada. Lá de cima, é possível ver todo o complexo do Itatiaia.

Foto via iStock por Brunomartinsimagens

Foto via iStock por Brunomartinsimagens

Para quem busca um banho de cachoeira, as melhores opções são a Cachoeira das Flores e a Cachoeira do Aiuruoca.

O Parque do Itatiaia ainda oferece um centro de visitantes com um museu dedicado à fauna e flora do local, que reúne exposições de arte, montanhismo, botânica e zoologia.

Onde ficar

O distrito de Penedo é uma ótima possibilidade de hospedagem para quem visita o parque. Além da proximidade com as entradas do Itatiaia, a região oferece uma variedade de atrativos culturais – que possuem forte influência finlandesa.

Foto por Istock/ BrasilNut1

Foto por Istock/ BrasilNut1

A maioria dos hotéis está situada no centro do distrito e a poucos minutos de distância das principais atrações turísticas.

As pousadas em Penedo também são uma ótima opção de hospedagem. Como a região costuma ser bastante procurada, principalmente aos finais de semana, vale a pena fazer sua reserva com antecedência.

Serviço

Parque Nacional de Itatiaia 

Horário: Na Parte Baixa, o horário para ingresso inicia a partir das 8h com permanência até às 17h. Já na Parte Alta, o visitante pode entrar das 7h às 14h, e permanecer até às 17h.

Mais Informações:  www.parquedoitatiaia.tur.br

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock por Hans Harms

Comentários