logo

Telefone: (11) 3024-9500

A Cidade do México de Frida Kahlo | Qual Viagem Logo

Museo-Frida-Kahlo

A Cidade do México de Frida Kahlo

9 de junho de 2016

O relacionamento de Frida Kahlo com Diego Rivera marcou a história como um dos casamentos mais tumultuados e intensos da arte. Considerados os dois maiores ícones da arte mexicana, quando se conheceram nada podia prever a relação que dominaria suas vidas. Em 1922, Frida conheceu Diego Rivera, que pintava um mural na Escola Preparatória Nacional no México. Ela, então com 15 anos, e ele, no auge de seus 36 e já consagrado artisticamente, estava em seu segundo casamento, com vários filhos e mantinha a fama de mulherengo inveterado.

frida-kahlo-museu-casa-azul_1[1]

Foto por Divulgação

Foi uma relação muito conturbada, por conta de casos extraconjugais de ambos, de suas personalidades fortes e de suas convicções artísticas e políticas. Depois de dois casamentos e um divórcio, os dois permaneceram juntos até a morte de Frida, em 1954. A artista foi cremada e suas cinzas estão na Casa Azul, como ficou conhecido o local que é hoje o museu que conserva tudo como os dois deixaram, inclusive as cartas de amor trocadas pelo casal e diversos objetos do cotidiano dos dois. Para conhecer mais de perto essa intensa história de amor mexicana e sobre a arte de Frida Kahlo e Diego Rivera na Cidade do México, confira aqui as dicas de locais para visitar.

Frida Kahlo Museum - Casa Azul

Foto por Divulgação

Localizada no bairro de Cocoyacán, a Casa Azul é onde Frida nasceu, cresceu, viveu alguns anos com Diego e morreu. Depois de sua morte, Diego doou o lugar e todo seu conteúdo para se tornar a instituição Museu Frida Kahlo, um dos pontos turísticos mais visitados do México, e não é para menos. O local foi mantido exatamente como era originalmente. Lá, você terá acesso praticamente à vida toda de Frida e Diego, incluindo seu diário, as cartas de amor, livros, quadros, e muito mais.

arton24473

Foto por Divulgação

Uma curiosidade: o azul da fachada da casa é chamado de “azul Frida Kahlo”. Essa cor, de propriedade da artista, não existe em nenhuma palheta de cores, no máximo é possível encontrar uma cor aproximada, nunca exata.

O Museu Colégio de San Idelfonso – Escola Preparatória Nacional foi onde, bem no coração histórico da Cidade do México, ao lado do Templo Mayor, que ambos se conheceram. Ela estudava e ele pintava o mural La Creación. Localizado no bairro de San Angél, o Museu Casa Estúdio Diego Rivera e Frida Kahlo, também conhecido por “casas gêmeas”, foi morada do casal quando voltaram dos Estados Unidos em 1934.

Museu Colégio de San Idelfonso – Escola Preparatória Nacional

Foto por Divulgação

O arquiteto Juan O’Gorman foi o responsável pela obra e a casa tem a particularidade de ser uma das primeiras estruturas funcionalistas da América Latina, já que tanto Frida como Diego tinham uma casa com seu próprio estúdio, interligadas por uma ponte.

Ao sul da Cidade do México, na antiga fazenda La Noria, está o Museu Dolores Olmedo. Essa construção do século XVII, rodeada de belos jardins, é a morada da mais importante coleção de Diego Rivera e Frida Kahlo. O museu reúne 145 obras de Rivera e 27 peças de Kahlo, compradas por intermédio de Diego, entre as quais podemos destacar o famoso “Auto-Retrato com Changuito” (1945). Atualmente, o museu mantém muito do patrimônio artístico dos pintores, que é complementado por peças de arte pré-hispânica, popular e colonial, reunidos em um espaço onde é possível perceber o amor, o ciúmes, o talento e a paixão pela arte.

Mais informações em: visitmexico.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: Divulgação

Comentários