logo

Telefone: (11) 3024-9500

Chapada dos Guimarães é o paraíso do turismo ecológico | Qual Viagem Logo

Chapada_dos_Guimarães_-_Cidade_das_Pedras Thorpetowers

Chapada dos Guimarães é o paraíso do turismo ecológico

29 de janeiro de 2016

Com uma área total de 33 mil hectares, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães está situado entre os municípios da Chapada de Guimarães e Cuiabá, no Estado de Mato Grosso.

Chapada_dos_Guimarães_02 Rafaelsoares

Foto por Rafaelsoares via Commons Wikimedia

O parque tem a mais famosa cachoeira da região, a Véu de Noiva, principal ponto de visitação local. Além da cachoeira, o vale e as escarpas do morro – formadas de arenito – aumentam a beleza do local, que merece atenção à conservação de seu equilíbrio ambiental; pela biodiversidade que comporta em seu território e beleza de suas paisagens: por ser uma região de nascentes e importante divisor de águas, das bacias hidrográficas dos rios Paraguai e Amazonas; pelos sítios históricos, arqueológicos e espeleológicos que possui.

Pelas características de seu ecossistema, o cerrado da Chapada dos Guimarães, é o local ideal para ecoturismo por possuir uma beleza natural única, riquezas da flora e da fauna, espécies raras migratórias e algumas ameaçadas de extinção. O parque conta com importantes nascentes do pantanal mato-grossense, formada pelos rios que compõem as bacias do Alto Paraguai e Amazônica.

Algumas dicas são importantes para visita ao parque:

O ideal é ir de carro. Alugue em Cuiabá, existem diárias a partir de R$68,00, os principais pontos turísticos da Chapada são bem distantes, assim dá pra curtir com mais comodidade.

A maioria dos restaurantes locais servem comidas feitas com carinho além de ser bem em conta. A refeição e seus acompanhamentos são servidos em panela de ferro, o que torna tudo mais saboroso.

Antes de entrar na cidade, você encontra o Mirante da Cachoeira Véu da Noiva. Pare por lá, não paga nada para entrar, são apenas 500 metros de uma trilha plana e estruturada. A vegetação é baixa por isso não tem muitas sombras. Use protetor solar!

No caminho das águas, procure pelas cachoeiras do Sonrisal, Prainha, Cachoeira do Pulo e Cachoeira das Andorinhas. Elas são ideais para banho.

A Caverna Aroe Jari é a maior obra de arenito do Brasil. O recomendado é ir quando o dia estiver bem aberto, assim as águas ficam extremamente azuis.

O que faz da Chapada dos Guimarães um local com inúmeros atrativos para todos os perfis de ecoturistas, são as condições propícias para a prática de várias modalidades de esportes. Há cavernas, rios, lagoas, corredeiras, cascatas, cerrado, escarpas, planaltos e planícies.

Foto por Itatibamario via Commons Wikimedia

Foto por Itatibamario via Commons Wikimedia

Com a atividade turística ecológica exercida de forma profissional e planejada, é possível ao mesmo tempo assegurar a sustentabilidade protegendo o patrimônio natural do local. O site chapadabrasiltours.com por exemplo, oferece os melhores pacotes de viagem, além de dicas específicas para a Chapada dos Guimarães. Com guias certificados, eles oferecem passeios nas cidade de Pedras, pelos paredões e pelas águas das cachoeiras.

Texto por: Agência com edição Cláudio Lacerda Oliva

Foto destaque por Thorpetowers via Commons Wikimedia

Comentários