logo

Telefone: (11) 3024-9500

Catalunha além de Barcelona Logo

capa

CATALUNHA ALÉM DE BARCELONA

10 de setembro de 2014

A Catalunha possui uma diversidade de paisagens e de opções turísticas. Montanhas, parques naturais, estações de esqui, campos de parreirais, estâncias hidrominerais, cidades históricas e um litoral banhado pelo Mediterrâneo dividido entre Costa Brava e Costa Daurada. Além disso, a região é muito bem servida por autoestradas que oferecem ótimos serviços, linhas de trens que chegam aos principais destinos e mais quatro aeroportos não mais distantes do que 70 quilômetros entre cada um.

 Por Cláudio Lacerda Oliva


1aaEnsolarada, colorida, bonita, ousada, assim é a fotografia imediata que se tem de Barcelona. Cidade portuária, voltada para o Mediterrâneo. Barcelona se situa a leste da Espanha, ao redor do Monte Táber e a 150 km da cordilheira dos Pirineus. Economicamente é a cidade mais ativa da Espanha e, depois de Madrid, é a maior em densidade demográfica. A Ibéria, como era referida a Espanha em tempos antigos, já era desde 45 a.C. integrada ao Império Romano, mas foi por volta do ano 15 a.C. que “Barcino”, como era chamada Barcelona, foi fundada pelo imperador romano Augusto. Ainda hoje pode-se conferir no subsolo do museu de Historia da Cidade a existência daquela, então, antiga colônia romana. Existe uma rivalidade notória entre Barcelona e Madri. Por razões históricas e principalmente políticas, a Cataluña (em castelhano), ou Catalunya (em catalão) desenvolveu uma identidade própria, diferenciada do resto da Espanha. A melhor maneira de se ter uma visão rápida e geral da cidade é tomando um dos famosos ônibus turísticos, que percorrem as principais atrações da cidade. Caminhar, contudo é a melhor opção para conhecer os particulares da cidade de Barcelona. Caminhar por “La Rambla”, uma via de pedestres que se estende entre Praça da Catalunya e o porto, acompanhada em suas laterais por uma sequência de ruas estreitas cujos prédios parecem fazer parte do cenário de um filme de Almodovar. “Las Ramblas” são certamente o passeio mais popular da cidade e, sem dúvida, um passeio obrigatório. Artistas que praticam várias performances, músicas, lembrancinhas, danças e a visita ao Mercado de La Boquería, o Grande Mercado Central de Barcelona, vale a pena ser visitado. Frutas, verduras, vegetais, carnes em geral, peixes e frutos do mar, tudo fresco, colorem um enorme espaço e deixam qualquer transeunte com água na boca. Se você gosta de frutos do mar, você está na cidade certa. Aproveite sua estada em Barcelona para degustar grandes e deliciosos mariscos, lagostas ou lagostins, polvos, ostras, variedade e fartura não faltam. O marco do porto de Barcelona é uma grande torre, monumento a Cristóvão Colombo. Do alto dela, o turista tem uma visão panorâmica da cidade. A zona portuária divide-se em Porto Velho (Port Vell) onde se encontra o Maremágnum e o aquário, e Porto Novo (Port Nou), onde se vêem marinas e inúmeros barcos luxuosos. No Port Vell, uma longa passarela de pedestres adentra o mar e nos leva ao Maremágnum, um grande centro comercial em um local privilegiadíssimo com lojas, cafés, restaurantes e até discoteca. Aí também se encontra o sensacional aquário de Barcelona, um dos maiores da Europa. Se você estiver passeando com crianças, eis aí um programa que certamente todos vão curtir. O Museu de Historia da Cidade fica no bairro mais antigo de Barcelona, o Bairro Gótico, nos arredores da “Plaça de Sant Jaume”. O Bairro Gótico foi construído exatamente sobre o que um dia foi a antiga cidade romana. Alguns de seus prédios datam da Idade Média. O antigo fórum romano ficava onde hoje é a Plaça de Sant Jaume e é nesta praça onde se celebra no dia 23 de abril, o dia de São Jorge, um militar romano cristão que, por volta do ano 303, foi considerado um mártir, por não abdicar de suas crenças. Esta é a festa mais comemorada pelos catalães. É também nesta famosa praça onde se localiza a sede do governo da Catalunya, a “Generalitat de  atalunya”. É ainda no Bairro Gótico que se encontra um dos museus mais visitados de Barcelona, o Museu Picasso, onde se vê obras de várias fases do artista. Andar de metrô é a melhor pedida para concluir nosso passeio. Recomendamos a visita ao Estádio do Barcelona e o seu museu, conhecer a Sagrada Família, igreja projetada e arquitetada por Gaudi e ainda não concluída, e conhecer o Montjuic – local que foi projetado e construído para abrigar os Jogos Olímpicos de 1992, e que guarda lindos parques e o Museu da Histórica da Catalunha. Vale conferir também o Zoológico da cidade. E ainda tem o Santuário de Nossa Senhora de Montserrat, cujas origens se perdem no século IX, e atrai peregrinos ao local desde a Idade Média. Fica a 50 km de Barcelona, de onde se pode partir de trem. Atualmente, o santuário está dentro do Parque Natural da Montanha de Montserrat. O mosteiro está a cerca de 700 metros de altitude, mas o ponto mais alto está a mais de 1200 metros e pode ser acessado a pé por sinuosas trilhas. A vista é belíssima e vale o passeio. Natureza, arte e história milenar se encontram aqui.

Barceloneta, a praia mais famosa da capital catalã.

Barceloneta, a praia mais famosa da capital catalã.

A Costa Brava possui cidades incríveis, sendo muito visitadas por alemães, franceses, russos e ingleses, com certeza um dos trechos mais bonitos do Mediterrâneo. Formada por encostas com enormes pedras pontiagudas, a costa tem contornos irregulares, que funcionam como guardiões de cidadezinhas charmosas, e calas (prainhas) banhadas por águas cristalinas. Lloret de Mar, L’Escala, Tossa del Mar e seguindo mais adiante em direção a França, encontramos Port Bou e mais para o interior a delicada cidade de Figueres, cidade natal do artista Salvador Dalí, e que tem no Museu-Teatro uma das principais atrações. O Museu-Teatro abriga obras das várias fases do pintor, mas principalmente obras do surrealismo, movimento pelo qual Dalí ficou mais conhecido. Em menos de duas horas, saindo de Barcelona, entre na autopista A-7 e pegue a saída para Tossa del Mar. As prainhas da região são indicadas para a prática de esportes aquáticos. Mergulhar nas águas transparentes de lá pode ser uma experiência incrível e prazerosa. O vestígio de um castelo, muralhas medievais e casas de pescadores do século 14, também podem ser conferidas. Restaurantes que servem pescados frescos com toques da gastronomia internacional. Em Sant Feliu de Guixols, onde começa a estrada C-31, um trecho bastante sinuoso reserva imagens de tirar o fôlego numa diversidade incrível de belas praias. Passe pelo menos a metade de um dia na linda Calella de Palafrugell, uma enseada de areia fofa cercada por um enorme calçadão. Durante o verão, até o final de outubro, acontecem shows, mostras culturais e eventos esportivos. Se afastar um pouco do litoral pode ser um bom motivo. Você se surpreenderá com os centros históricos medievais de Pals e Peratallada. Guarde ao menos um dia para visitar com calma a Casa Museu Salvador Dalí, em Port Lligat, e o Parque Nacional de Cap de Creus, um lugar onde o tempo parou, para contemplar a imensidão azul do Mediterrâneo.

Os mosaicos coloridos de Gaudí no Parque Güell.

Os mosaicos coloridos de Gaudí no Parque Güell.

Você pode dedicar uma semana inteira a degustar todos os cantinhos da Costa Brava, ou bem mais que isso – é um lugar maravilhoso, repleto de surpresas, com ótimos restaurantes e cidades incríveis. Não podemos nos esquecer da maior cidade da Costa Brava, que é a histórica Girona, ou “Gerunda”, nome pelo qual era conhecida na era de domínio romano Girona possui cerca de 100 mil habitantes. Apesar de ser o maior município da região, mantém a atmosfera de cidade pequena. O chamado Bairro Velho, com seus ares medievais, é um dos locais mais visitados da Catalunha. Para quem busca um turismo cultural, a cidade é ótima. No Bairro Velho há uma muralha medieval, do período em que a localidade fazia parte do Império Romano. Há um itinerário turístico pela muralha. Leva cerca de duas horas para caminhar por ela toda, passando por jardins históricos até se chegar à catedral da cidade, que possui a maior nave gótica do mundo. Aos domingos, a visita é gratuita. Girona é para ser explorada e vivida intensamente. Bons restaurantes, hotéis estrelados, ótimas compras e vida cultural intensa.

Cidades incríveis, praias de águas transparentes e construções espetaculares.

Cidades incríveis, praias de águas transparentes e construções espetaculares.

Duas outras cidades da região chamam a atenção. Lloret de Mar parece uma maquete de tão perfeita. Na estrada que dá acesso a essa cidade praiana, dezenas de pequenas propriedades rurais e condomínios de luxo, encrustados nas montanhas que margeiam a estrada. As praias de Lloret, Fenals e de Santa Cristina são ótimas opções para banhos de sol. Calas (prainhas) mais descoladas também são indicadas e podem ser descobertas surpreendentes. As belas ermitas centenárias, como a de Santa Cristina, e a Igreja de Sant Romà, originalmente de estilo gótico catalão quinhentista, e o antigo mosteiro beneditino de San Pere del Bosc são atrações históricas que valem uma visita. Saindo de Lloret, uma dica é visitar a surpreendente L’ Escala. A cidade é principalmente frequentada por famílias francesas e é bem menos badalada que Lloret. Suas praias podem ser menos deslumbrantes em termos de visual, mas a bonita L’ Escala guarda em seu interior uma das maiores descobertas históricas da Catalunha: uma cidade Greco Romana quase que totalmente preservada e há pouco tempo objeto de escavações de arqueólogos e outros pesquisadores. Estima se que a área descoberta e já revelada por meio de escavações não chega nem a 25% do que ainda está sob a terra. Os estudos sobre as ruínas de Empúries iniciaram em 1908 e hoje é um parque arqueológico e também abriga um museu com diversas peças encontradas no local e já restauradas.

O Parque Güell, uma obra do arquiteto e artista plástico catalão Antoni Gaudí, é também tombado pela UNESCO. A área, previamente destinada à construção de casas de luxo, com vista panorâmica para Barcelona, pertencia ao conde Güell. Depois que este faleceu, seus herdeiros doaram essa grande área para o governo municipal, que a transformou em um parque. O emprego de muitos mosaicos, a área de parques, e até um gigantesco banco sinuoso que contorna um grande mirador de onde se descortina Barcelona, na Plaza de la Naturaleza, fazem do Parque Güell um lugar único. Em Barcelona também nasceu um dos grandes ícones do surrealismo. Estamos falando de Joan Miró. A “Fundació Miró’’, criada pelo próprio artista, reúne inúmeros de seus trabalhos. O segundo nome a ser lembrado é o mais conhecido entre todos ligados ao surrealismo: Salvador Dali. Nascido em Figueres, uma pequena cidade vizinha no norte da Catalunha, foi em Barcelona porém que, em 1925, na Galeria Dalmau, que Dali fez sua primeira exposição particular, elogiada até mesmo por Pablo Picasso.

Costa Daurada. Praias, vinhos, parques  temáticos e turismo contemplativo.

Costa Daurada. Praias, vinhos, parques temáticos e turismo contemplativo.

A partir de Barcelona, pegando a estrada no sentido de Tarragona, existe uma charmosa cidade praiana chamada Salou. Ela atrai turistas alemães, ingleses, russos, espanhóis e principalmente das maiores cidades da Catalunha. Praias especiais, castelos, museus e um parque de diversões, surpreendente o Port Aventura, um dos maiores empreendimentos de lazer e turismo de toda a Europa. Port Aventura é um complexo de lazer situado nos municípios tarraconenses de Vila Seca e Salou. Com uma média superior aos quatro milhões de visitantes ao ano, é uma das principais atrações da região denominada Costa Daurada. É o parque temático mais visitado da Espanha e o sexto mais visitado de toda a Europa. O local possui excelentes hotéis. Quem preferir pode hospedar-se nos hotéis da cidade de Salou. Vale a pena dar uma esticada na capital da região da Costa Daurada, que é Tarragona. Lá o turista poderá conhecer o Anfiteatro Romano, as muralhas que cercavam a cidade ambos do Século II, conhecer a Necrópoles Paleocristiana com mais de 2000 tumbas e passear pelo Museu Nacional Arqueológico. Entrar no Mercado Central, construído em 1915, e tomar uma cerveja é uma boa pedida. A deliciosa cereja, fruta rara pelo Brasil, lá pode custar oito reais o quilo e surpreende seus fãs pelo tamanho e sabor. Para quem não deseja realizar o passeio pela cidade de carro, ou caminhar muito, pode pegar o Tarracotren, que realiza um tour especial por mais de 20 diferentes atrações de Tarragona. Compras e vida cultural intensa.

Acesse e confira www.tarracotren.com. Para quem for visitar o parque Port Aventura, informações : www.portaventura.es. Mais detalhes sobre nossa matéria acesse:
www.catalunya.com

Comentários