logo

Telefone: (11) 3024-9500

Por que os brasileiros vão para a Irlanda e não querem mais voltar? | Qual Viagem Logo

Sunset at Giant s Causeway in North Antrim, Northern Ireland

Por que os brasileiros vão para a Irlanda e não querem mais voltar?

18 de fevereiro de 2016

Foto: iStock/Aitormmfoto

Para a Irlanda? Mas por que a Irlanda? Essa é a pergunta que muitas pessoas podem estar se fazendo nesse momento, certo? Por muito tempo, os brasileiros que desejavam imigrar iam para os Estados Unidos (a maior parte), para Portugal, Espanha ou Reino Unido. Entretanto, a Irlanda vem despontando como um destino muito atrativo para o público brasileiro, tanto para viagens, como para intercâmbio e moradia a trabalho.

IRLANDA: A ILHA ESMERALDA QUE ENCANTA OS BRASILEIROS

Se você ainda não faz ideia do que tanto atrai os brasileiros? Quer saber por quê? Nós vamos te contar os motivos que fazem com que muitos brasileiros vão para a Irlanda e não queiram mais voltar!

1. HÁ MUITO A SE VISITAR

Famous cliffs of Moher at sunset in Co. Clare Ireland Europe. Beautiful landscape natural attraction.

Foto: iStock/Voyagerix

Ao morar em um país estrangeiro, há o desejo de conhecer o país, suas paisagens, suas cidades mais importantes, seu povo e sua cultura. Nesse quesito, a Irlanda não deixa a desejar! A Irlanda é a terra dos pastos verdes, possui 3.500 quilômetros de litoral, sendo uma das costas mais selvagens, belas e intocadas da Europa. Famosa pela sua beleza natural, a Ilha possui uma notável diversidade de paisagens: de praias a penhascos rochosos, rios e lagos de belezas incomparáveis, pântanos e muitas, muitas montanhas. Ao morar na Irlanda, não se pode deixar de visitar os Cliffs of Moher.  Considerado uma das maiores atrações do país e também um dos finalistas das Sete Maravilhas do Mundo da Natureza, os Cliffs of Moher são um conjunto de penhascos maravilhosos que se estendem por 8 quilômetros. Deve-se também visitar o Glendalough, que é conhecido como o vale dos dois lagos, com atmosfera mística.

Além das belezas naturais, a vida nas cidades também deve ser aproveitada. A capital Dublin é agitada e descontraída, com os benefícios e variedades de uma cidade grande mas com a calma de uma capital interiorana. Se você gosta de um ambiente universitário, vai adorar Galway. Uma cidade artística, agitada e culturalmente rica. Se quer uma cidade mais pacata, com arquitetura clássica européia e com ar misterioso, deverá conhecer e se encantar por Cork. Há muito a se ver na Irlanda e isso é um forte atrativo no país.

2. OPORTUNIDADES DE TRABALHO

Apesar da crise financeira que a Europa enfrenta atualmente, a empregabilidade da Irlanda pode ser considerada boa e a taxa de desemprego do país está diminuindo mês após mês. Em março de 2015, essa taxa era de 14.8% da população, e fechou setembro de 2015 com 9.4%. Os setores que mais necessitam são os de TI (tecnologia da informação), Telemarketing e Webdesign e são exclusivamente para mão de obra especializada. O governo irlandês facilita a aquisição do visto Stamp 4 visto de trabalho a estrangeiros – que sejam de mão de obra qualificada nesses setores. Fora isso, os brasileiros que moram no país dizem que é possível encontrar vagas de trabalho em setores de serviço e comércio. Há oferta de emprego em pubs, lojas de conveniência, hotéis, restaurantes e supermercados. Pode-se trabalhar como entregador de encomendas ou jornais, garçom ou barman, au pair (babá), atendente em lojas, jardineiro, pintor, entre outros.

Os brasileiros que moram (ou moraram) na Irlanda garantem: quem quer e não tem medo de trabalhar, consegue! Mesmo que o inglês não seja perfeito, há vagas. Não se pode esperar um trabalho dos sonhos, caso você não tenha as qualificações nas áreas citadas lá em cima. Mas uma boa notícia é: o salário mínimo irlandês é de 1.461,85 euros por mês, segundo o Eurostat em janeiro de 2015. Com a cotação do euro (nas alturas) a R$ 4,40 (em outubro de 2015) o salário mínimo irlandês é R$ 6.426,85. Nada mal, hein?

3. CUSTO DE VIDA

Então o custo de vida na Irlanda é barato? Não, não é barato. Mas o custo x benefício da vida na Irlanda é, pois o salário mínimo do país também… Continue lendo aqui