logo

Telefone: (11) 3024-9500

Aproveite o momento para conhecer a paradisíaca Cuba | Qual Viagem Logo

Foto por Istock

Aproveite o momento para conhecer a paradisíaca Cuba

27 de abril de 2016

A mais famosa ilha do Caribe tem muito a oferecer aos visitantes: lindas praias, recifes de corais, manguezais, florestas tropicais, história, arte e cultura, além da cativante hospitalidade do seu povo. As praias cubanas são atração à parte – areia fina e águas com coloração verde-esmeralda. A ilha é banhada pelo Atlântico e pelo Mar do Caribe e tem mais de 300 praias espalhadas ao longo de 588 quilômetros. Entre as mais concorridas estão as de Varadero, Cayo Largo, Pilar (Cayo Guillermo), Ancón (Trinidad) e Cayo Coco.

Tudo isso está à disposição dos visitantes do mundo inteiro, menos aos norte-americanos. É que os cidadãos dos Estados Unidos que viajam a Cuba são proibidos de fazer turismo nas praias e balneários turísticos em vários pontos do território cubano, ficando restritos a atividades culturais e educacionais. Mas essa proibição por parte dos EUA pode estar com os dias contados. E o motivo foi a histórica visita do presidente Barack Obama, nos dias 20 a 22 de março, a Havana, quebrando um gelo político que já perdurava 56 anos.

Foto por Istock/ALEKSANDAR TODOROVIC

Foto por Istock/ALEKSANDAR TODOROVIC

Foi a primeira de um presidente norte-americano em 88 anos. O turismo continua proibido aos norte-americanos, mas as regras ficaram mais flexíveis. Agora, a única exigência é que os visitantes dos EUA interajam com os cubanos. Ou seja, se conversar com um cubano pode aproveitar tudo o que a ilha oferece.

A aproximação entre os EUA e Cuba começou em dezembro de 2014, após conversa de Obama com o presidente cubano Raul Castro. De lá para cá o número de norte-americanos em Cuba aumentou 77%, em 2015 para 161 mil visitantes. Mas a proibição de fazer turismo e o embargo econômico – em vigor desde o início da década de 1960 – só poderão ser suspensos pelo Congresso dos EUA, que atualmente é controlado pelos republicanos.

Tudo começou em 1959, ano que entrou para história e mudou a geopolítica do mundo com a Revolução Cubana comandada por Fidel Castro. O domínio comunista levou ao embargo de produtos do mundo capitalista e o resultado pode ver visto nas ruas de Havana, onde ainda circulam velhos e vistosos carros da década de 1950 como Buicks, Cadillacs e Oldmobiles. Construções históricas revelam o passado de lutas.

Por esses motivos, Cuba está na moda no radar dos viajantes. Se tudo correr bem, muita coisa deverá mudar nas relações entre os dois países e transformar o cenário atual da ilha. Portanto, a hora é agora para conhecer a velha Cuba de Fidel Castro.

Trinidad e Cienfuegos

O conjunto de charmosas casas coloniais com ruas de pedras por onde passam charretes e cavalos encantam os turistas à primeira vista em Trinidad. Mas não se engane com essa calmaria porque a vida noturna é bem agitada com diversas opções de discotecas e bares com música ao vivo. Junto com o vizinho Valle de los Ingenios (Vale dos Moinhos de Açúcar), Trinidad é classificada pela Unesco como Patrimônio Mundial. No Valle de los Ingenios estão as ruínas de 70 refinarias de açúcar históricas.

Principal ponto de atrações turística na cidade é o Convento de São Francisco de Assis, construído por volta de 1700, com um alto campanário e torre que permite vista privilegiada da cidade antiga. Não menos bela é a Plaza Mayor, onde estão luxuosos palácios que foram convertidos em museus como o Museu Histórico Municipal e o de Arquitetura. Lá está também a Igreja Paroquial de la Santissima Trinidad, que abriga o famoso Senhor da Vera Cruz de 1713.

Foto por SANCHAT TOUR

Foto por SANCHAT TOUR

Outra igreja importante e com inspiração na tradição marítima espanhola é a Ermita de la Popa (O Eremitério Popa), cuja posição elevada permite ser vista do mar.

Trinidad também tem praias encantadoras. As principais são La Boca, que oferece vista espetacular das Montanhas Escambray; Maria Anguilar, na Penísula de Ancón, tem águas quentes e ideais para  banhos e snorkeling; e a Ancón, distante 13 km da cidade, é considerada a melhor praia da Costa Sul de Cuba.

Conhecida como a Paris de Cuba, Cienfuegos atrai pelo patrimônio histórico e cultural. Para fazer jus ao título, a cidade tem o seu próprio Arco de Triunfo (Arc de Triomphe), localizado no Parque José Martí e dedicado à independência de Cuba. No centro histórico, onde está uma praça e a catedral, o destaque é a arquitetura neoclássica francesa. A cidade conta com onze locais que foram declarados monumentos nacionais, incluindo o antigo Cemitério Reina.

Para entender como tudo começou, inicie o tour pela Casa del Fundador, antiga residência do fundador de Cienfuegos, Don Louis D’Clouet. Localizada no Parque José Marti é a mais antiga da cidade e atualmente funciona uma loja de lembrancinhas. Próximo dela está a Casa de la Cultura Benjamin Duarte com uma cúpula de onde a vista panorâmica é incrível. Também no Parque José Martí está a Catedral de la Purísima Concepción. Construída em 1869, em estilo neoclássico, tem duas torres gêmeas e belas janelas de vidro pintado ao estilo francês. No lado Norte está o lindo teatro Tomás ferry. exemplo da autêntica arquitetura crioula, foi construído em 1869.

Uma das estruturas militares mais importantes de Cuba está a uma curta viagem de Ferry. É o Castillo de Jagua, uma fortaleza do século 18 com ponte levadiça e um pequeno museu. Contam por lá que o lugar é mal-assombrado e habitado pelo fantasma da “Senhora de Azul”.

Foto por ISTOCK.COM / FDASTUDILLO

Foto por ISTOCK.COM / FDASTUDILLO

Outros atrativos são o Palácio de Valle, construído em 1917 por Alcisclo Valle Blanco, um espanhol das Asturias; o parque ecológico, onde vivem inúmeros flamingos; e a praia Rancho Luna, distante 18 km ao sul, com o Centro Faro Luna Diving, dois hotéis e um aquário de golfinhos onde é possível nadar junto com os simpáticos mamíferos.

Mas nenhuma visita a Cienfuegos estará completa sem um passeio pela Malecón, o caminho que propicia excelente vista panorâmica da costa da cidade e com animada vida noturna.

Como chegar

Não há voos diretos do Brasil para Cuba. A Copa Airlines (copaair.com), por exemplo, tem conexão na Cidade do Panamá e atende as cidades de Havana, Santa Clara e Holguín. Outra opção é a Avianca (avianca.com.br) via Bogotá para a capital cubana.

O que comer

A gastronomia cubana tem a maioria dos pratos típicos preparados com muito frango, carne de porco, peixes, mariscos e lagosta, além de arroz e feijão preto. Bananas de todos os tipos são preparadas fritas e amassadas. Os coquetéis a base de rum como Mojito e Piña Colada e Cuba Libre são famosos na ilha. O café também está sempre presente nas mesas. Nos centros das principais cidades há muitos restaurantes com comida italiana – massas e pizzas. No café da manhã, frutas são comuns e o leite é bem forte.

Texto por: Roberto Maia e Tino Simões

Foto destaque por Istock/ danmirica12

Comentários