logo

Telefone: (11) 3024-9500

Antônio Prado é testemunho arquitetônico preservado no Rio Grande do Sul e incentiva turismo de experiência | Qual Viagem Logo

whatsapp-image-2021-07-26-at-10-00-22-1

Antônio Prado é testemunho arquitetônico preservado no Rio Grande do Sul e incentiva turismo de experiência

26 de julho de 2021

Antônio Prado é uma bela cidade localizada na Serra Gaúcha, região da Uva e Vinho, que fica  a 55 quilômetros de Caxias do Sul e a 185 de Porto Alegre. A cultura italiana desta comunidade está inserida na vida local, nas casas antigas, no dialeto vêneto, na religiosidade, no artesanato e na gastronomia.

Embora ainda pouco divulgada, a cidade é uma agradável surpresa para os turistas que a visitam, pois vão encontrar por lá um no modo de vida de seus habitantes várias semelhanças com cidades da Itália. A alma da vida dos colonos, a simplicidade de seus habitantes e um importante acervo gastronômico e arquitetônico aguardam os mais ávidos visitantes que encontram uma natureza repleta de belezas, num interior riquíssimo, com terras férteis, rios caudalosos e piscosos, corredeiras, cachoeiras, além de frutas de todas as variedades – uvas, pêssegos, pitais, morangos, bergamota, entre outras.whatsapp-image-2021-07-26-at-10-00-24-1

A cidade reúne um dos maiores Patrimônios Histórico e Artístico, constituído por casas de madeiras e alvenaria, que foram construídas no final do século 19 e início do século 20 pelos imigrantes italianos. Essas casas foram tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 1989, com 48 edificações localizadas nas principais ruas do centro da cidade. É o maior acervo arquitetônico em área urbana referente à Imigração Italiana no Brasil, sendo considerado de suma importância para a preservação da cultura e identidade nacional.whatsapp-image-2021-07-26-at-10-00-22-2

O artesanato local conta com inúmeros artefatos, entre eles o crochê, o macramé, a bainha aberta e, principalmente, o frivolete – técnica extinta em muitos lugares. Das mãos habilidosas de senhoras são produzidas peças únicas e de rara beleza. O capricho e a dedicação são registrados através da confecção de objetos em palha de trigo e milho. A beleza da cidade retratada na figura do imigrante expressando a identidade de um povo.

A igreja foi construída em alvenaria, de 1891 a 1897. Em 1911, chegaram puxados por carretas, os três sinos da igreja: o maior pesa 890 quilos e o menor, 464 quilos. Em 1912, foi erguido ao lado esquerdo da igreja, o campanário de madeira para abrigar os novos sinos. Em 1899, a igreja sofreu sua primeira reforma e embelezamento. Entre os anos de 1925 e 1928, ocorreu a segunda reforma da igreja, a mesma ganhou novos vitrais que culminou na construção das novas escadarias para o acesso. Já na década de 50, o artista italiano Emilio Benvenutto Zanon foi contratado para fazer as pinturas internas da mesma.

O Museu Municipal fica localizado na Casa da Neni, Construída em 1910, a casa de madeira abrigava, na parte térrea, uma ourivesaria e, no andar superior, a moradia da família. É a única casa tombada inscrita no livro tombo de Belas Artes, sendo considerada uma obra de arte. No espaço destinado ao Museu Municipal encontra-se boa parte da história de Antônio Prado, com peças/objetos de grande significado histórico/cultural que retratam a identidade local.

A visita ao museu proporciona uma viagem ao passado, mostrando a história de um povo que, através da fé inabalável e do trabalho árduo, não mediu esforços para transformar, aos poucos, uma terra inóspita, selvagem, numa cidade bela de se viver.

Outros interessantes pontos turísticos:

Ferraria do Marsílio

A ferraria Marsílio foi fundada pelo imigrante italiano Ângelo Marsílio, em torno de 1900. Após seu falecimento, em 1945, deixou seu legado para os seus filhos e netos. Os irmãos Nadyr e Valdomiro Marsílio continuaram as atividades de fabricação de carroças, arados, foices, ferraduras e consertos em geral de todo o ferramental utilizado para os serviços na colônia. Em 1989, os irmãos encerraram as atividades. Hoje, realizam somente trabalhos ocasionais e para demonstração aos visitantes.

Santuário da Madona de Monte Bérico

Localizado na Linha 21 de Abril, cerca de 5 quilômetros da cidade, o Santuário recebeu sua primeira bênção em 12 de fevereiro de 1896. Em 1996, a Capela comemorou seu centenário e através de pedido feito ao Conselho Administrativo da Basílica de Monte Bérico, em Vicenza/Itália, o santuário recebeu uma nova imagem de Nossa Senhora de Monte Bérico, que substituiu a trazida pelos antigos imigrantes.whatsapp-image-2021-07-26-at-10-00-23

É lá também que fica o novo point da cidade, o Armazém Pradense. Um local que vende de vassouras a doces de confeito, de cervejas a sanduíches, e de produtos de belezas a roupas e utensílios, são mais de 1000 produtos a disposição de turistas e visitantes. Lá é possível tomar uma excelente cerveja ou bebericar os vinhos coloniais acompanhados de fartas porções de frios, salames, cebolas, queijos, azeitonas e patês num ambiente pra lá de bucólico.

Cascatas da Usinawhatsapp-image-2021-07-26-at-10-00-22

Na década de 20, deu-se início a construção da primeira usina hidrelétrica do município. Com o apoio de uma turbina e de um depósito de água localizado numa das quedas d‘água, a usina gerava energia elétrica para a cidade de Antônio.whatsapp-image-2021-07-26-at-13-33-32

Localizadas na estrada Júlio de Castilhos, cerca de 6 quilômetros do centro da cidade, as Cascatas da Usina oferecem aos visitantes belas quedas d’água e lindas paisagens naturais. Você pode visitar essa e outras atrações com agência @curtaantonioprado.whatsapp-image-2021-07-26-at-10-00-23-1

Uma nova proposta de turismo off road com ou sem emoção que te leva a percorrer as belíssimas áreas rurais de Antônio Prado. Há paradas para fotos em mirantes naturais para conhecer e fotografar cachoeiras, visita a grutas, paradas em localidades coloniais interessantes, e vista espetacular do Rio das Antas, um dos mais importantes dessa região do Rio Grande do Sul.whatsapp-image-2021-07-26-at-10-00-23-2

Coordenada pelos casais Paula Lovatel Soso e Diego Pellin Carissimi, e Patrícia Marcon e Breno Venturin, que decidiram se aprofundar sobre as belezas escondidas das imensas áreas rurais do município para proporcionar novas experiências aos visitantes, como ver um florada de pêssegos, chupar uma bergamota diretamente do pé, ou praticar uma sapecada de pinhão ao natural.

Como chegar

De avião, partindo de São Paulo a melhor opção é chegar em Caxias do Sul, ou Porto Alegre pela Latam, Gol e Azul, que oferecem várias frequências diárias partindo de Guarulhos, Congonhas e Campinas.

Onde comer

Porão do Nono Toni, local histórico que serviu de parada para os Tropeiros provenientes de Vacaria e que foi totalmente restaurado pelo casal Márcia Marcílio e Marcelo Golin, ao lado da igreja de Nossa Senhora do Monte Ibérico no coração da Linha 21.

Outro local fora dos padrões é o Clube União, que oferece um delicioso buffet de segunda à sexta-feira e, aos domingos, um almoço especial com churrasco, massas, saladas, sobremesas e de entrada um capeletti in brodo dos deuses.

Onde ficar

Hotel Pradense

Pousada De Rossi

@turismo.antonioprado
@curtaantonioprado
@PRADENSSPRADENSE
@ARMAZÉM_DO_PRADO

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Fotos por: Márcio Auriema Turco

Jornalista e fotógrafo viajaram à convite da Prefeitura de Antônio Prado

Comentários