logo

Telefone: (11) 3024-9500

África do Sul ao alcance dos brasileiros | Qual Viagem Logo

img_2658-1

África do Sul ao alcance dos brasileiros

23 de maio de 2018

Com 12 voos diretos semanais e incontáveis atrações naturais, culturais e históricas, o país do continente africano vem cada vez mais conquistando os brasileiros.

Se até há pouco tempo conhecer a África do Sul era algo inimaginável para a maioria dos brasileiros, de uns anos para cá, essa realidade vem mudando e o Brasil se consolidou mundialmente como o principal país da América do Sul que mais envia turistas para lá, seguido de Argentina e do Chile.

No ano passado, quase 70 mil brasileiros visitaram a África do Sul, que registrou um crescimento de 74,7% na quantidade de turistas tupiniquins que viajou para o território sul-africano. Este número de viajantes é mais do que o dobro do que o constatado em 2009, quando 32 mil brasileiros estiveram no país do continente africano. O motivo? São vários.

Tati Isler, representante do South Afica Tourism (SAT) para o Brasil desde 2004, explica: “O perfil do turista brasileiro mudou e ele começa a explorar e a ir viajar para novos lugares, fugindo dos roteiros tradicionais”, diz. “Com exuberantes paisagens, impecável estrutura turística, rica em história e cultura e safáris que são modelo para outros países, a África do Sul já nasceu com o dom do turismo e tem se aproveitado disso”, acrescenta.

Tati Isler, representante do Turismo da África do Sul. Crédito: South Africa Tourism

Tati Isler, representante do Turismo da África do Sul. Crédito: South Africa Tourism

Segundo a public relation do SAT, o país do continente africano atualmente é um destino bem mais conhecido pelos brasileiros. Ela lembra que há uns 14 anos, a equipe de profissionais do SAT tinha de contar e ficar explicando para as pessoas como era o país. “Mas, nosso trabalho de divulgação tem dado resultado. Hoje, a África do Sul já está no mapa do viajante brasileiro como um objeto de desejo”, afirma.

Tati acrescenta que atualmente o belíssimo país banhado pelos oceanos Índico e Atlântico recebe tanto o turista internacional de primeira viagem como aqueles que já visitaram o país e querem voltar para lá pela segunda, terceira vez…” A África do Sul é completa: oferece exóticas paisagens. Tem infraestrutura de turismo da maior qualidade e hotéis que estão entre os melhores do mundo, além de possuir excelentes vinhos e gastronomia.

Paisagens exuberantes na África do Sul. Foto por: Fabíola Musarra.

Paisagens exuberantes na África do Sul. Foto por: Fabíola Musarra.

“Com todos esses atrativos, o país agrada a todos os brasileiros. Encantados, eles acabam voltando”, prossegue. Tati destaca ainda a importância do trade turístico em relação à divulgação e ao crescimento de quase 80% de brasileiros na África do Sul no ano passado. Na sua opinião, esse aumento somente foi possível graças às pessoas que visitaram e que visitam o país e aos agentes e operadores de viagens.

“É um ciclo que se repete: inicialmente, a pessoa fica conhecendo a África do Sul pelo boca a boca ou pelas redes sociais. Fica, então, interessada em visitar o país e procura um agente de viagens, que lhe oferece um bom produto. Resultado: ela vai para lá e volta feliz, com ótimas experiências para contar, reiniciando o ciclo”, explica.

Futuro

As ações para divulgar a África do Sul vêm dando certo: hoje, o país figura entre os dez destinos mais procurados do Booking.com Brasil. Mas, por mais que as vendas diretas na internet tenham aumentado, Tati também atribui o sucesso à eficiência dos operadores sul-africanos e à disponibilidade de voos diretos entre o Brasil e a África do Sul pelas companhias Latam Airlines e South African Airways (SAA).

O início das operações da Latam Airlines na África do Sul há quase dois anos, oferecendo voos diretos entre São Paulo e Joanesburgo, fez com que o preço das passagens aéreas diminuísse significativamente – até então a South African Airways monopolizava o espaço aéreo entre os dois países, praticando tarifas não muito acessíveis aos brasileiros.

Com o ingresso da Latam Airlines em território do continente africano, o preço das passagens ficou bem mais atraente, tornando as viagens de brasileiros ao país sul-africano mais viáveis. “O resultado dessa concorrência acabou beneficiando a África do Sul e os turistas de todo o Brasil”, finaliza Tati.

Siza Nitshona, CEO do SAT. Crédito: South AfricaTourism

Siza Nitshona, CEO do SAT. Crédito: South AfricaTourism

Se no ano passado o destino fechou o ano com um expressivo crescimento do número de turistas, os profissionais do SAT não se dão por satisfeitos e pretendem obter um aumento de quase 50% até 2023. Ao menos, essa é a expectativa de Siza Ntshona, CEO do órgão de turismo sul-africano. “Isso, porém, depende da divulgação da África do Sul como uma viagem para todos os turistas e para todos os bolsos”, afirma Ntshona.

Texto por: Fabíola Musarra. A jornalista viajou para a África do Sul a convite da South Africa Tourism e Latam Airlines.

Imagem Destacada por Fabíola Musarra

Comentários