logo

Telefone: (11) 3024-9500

Explosão de cores em Monte Verde- MG | Qual Viagem Logo

montana-mv

Explosão de cores em Monte Verde- MG

15 de outubro de 2019

Está em busca de uma aventura diferente, cheia de natureza em estado natural, temperaturas amenas, um clima cheio de romance, uma deliciosa gastronomia e muito sossego? Vá conhecer Monte Verde, um destino com uma paisagem completamente verde e ecológica.  Localizada no Sul de Minas Gerais na divisa com São Paulo, o distrito de Monte Verde lembra o clima e a arquitetura do norte da Europa.

20190911_123429

Passeios na Vila de Monte Verde

Devido ao seu clima, para visitar Monte Verde leve roupas para o calor e para o frio. No alto, as esverdeadas montanhas da Serra da Mantiqueira convidam a realizar caminhadas nas trilhas ecológicas ou se aventurar na prática de esportes radicais. Deixe o carro no estacionamento e aproveite para fazer uma gostosa caminhada, use roupas confortáveis e que não limitam seus movimentos. Não se esqueça de se hidratar e do protetor solar. Ar puro e mata exuberante são um convite para se integrar com a natureza da região. Comece pela Trilha do Pinheiro Velho, uma senda que começa perto da avenida principal. Ela pode ser percorrida em poucos minutos, mas vale a pena pelo belo visual ao longo do caminho, ande devagar e aproveite, a vegetação nativa inclui árvores centenárias e o mais antigo pinheiro de Monte Verde com mais de 500 anos! O ponto de referência natural para quem faz a Trilha do Pinheiro Velho é o aeroporto (na verdade, apenas uma pequena pista de pouso com um hangar, mas que ostenta orgulhosamente uma placa com os dizeres: “AEROPORTO DE MONTE VERDE – O mais alto do Brasil – ALT. 1560 m”). Mas, se você achar que o aeroporto não te impressiona, o mesmo pode se falar do visual a partir do Mirante. Cartão postal da cidade de Monte Verde, ali tem a melhor vista panorâmica de toda a vila, com as montanhas ao fundo. Registre tudo com sua câmera digital!

Trilha do Pinheiro Velho

Esse passeio começa perto do posto de gasolina ou em pontos marcados na avenida principal e vai até o aeroporto a 1560 metros de altitude. Essa trilha pode ser percorrida em 15 minutos, com árvores nativas e centenárias, um rio pequeno à beira do caminho com flores e o mais antigo pinheiro de Monte Verde com mais de 500 anos. De grandes araucárias de mais de 200 anos, o local é lindo e de fácil acesso. Para acessar esta trilha, entre (de carro) na Av. Monte Verde, entrar na alameda Pinheiral placas indicando a entrada da trilha.

-Distância :1km

-Nível de dificuldade: fácil

-Altitude máxima atingida: 1.600 metros

-Tempo de duração da atividade: 30 minutos

Pedra Redonda Monte Verde

A pedra redonda é uma das trilhas mais populares de Monte Verde, das quatro “pedras” a mais alta da cadeia de montanhas que adorna a cidade, cujo acesso é o mais fácil e rápido. Apenas no último trecho fica mais íngreme. Para acessar esta trilha, entre (de carro) na Av. das Montanhas e suba até o pé da trilha (ela é bem sinalizada) onde tem um estacionamento.

-Distância :926 metros

-Nível de dificuldade: médio/fácil

-Altitude máxima atingida:1990 metros

-Tempo de duração da atividade:1h e 30 minutos

Pedra Partida Monte Verde

Um pouco mais distante que a trilha da pedra redonda, destaca-se por permitir nos dias mais abertos a visualização da Pedra do Baú, localizada em Campos do Jordão. A pedra recebe o nome pelo formato que sugere ter se quebrado. O acesso é o mesmo que a trilha anterior, entre na Av. das Montanhas e suba até o pé da trilha onde há um estacionamento.

-Distância :926 metros

-Nível de dificuldade: médio

-Altitude máxima atingida:1.990 metros

-Tempo de duração da atividade:1h e 30 minutos

Trilha do Platô Monte Verde

No sentido oposto da trilha que vai para a pedra partida, esse passeio é um pouco mais distante do que o da pedra redonda, mas é também fácil, uma vez que não têm partes muito íngremes. Fica também no meio da trilha de quem vai para o Pico do Selado, o ponto mais alto de Monte Verde. Para ter acesso a essa trilha, entre (de carro) na Av. das Montanhas e suba até o pé da trilha (ela é bem sinalizada) onde tem um estacionamento.

-Distância :926 metros

-Nível de dificuldade: fácil

-Altitude máxima atingida:1.990 metros

-Tempo de duração da atividade:1h e 30 minutos

 

Hospedagem 

Após a caminhada com certeza você vai precisar repor energias, o distrito tem uma ampla oferta de pousadas e hotéis, mas destacamos dois locais interessantes. A Pousada Pedras e Sonhos é um recanto que combina com a primavera, amor, lareira e vinho. Possui cinco chalés em alvenaria equipados com banheira de hidromassagem dupla e uma decoração intimista. Além de proporcionar um ambiente romântico, a vista da imensidade montanhosa é deslumbrante garantindo uma estada revigorante. O sexto, o Chalé da Pedra acomoda até quatro pessoas. É totalmente de madeira, com sala, cozinha, banheira de hidromassagem e uma varanda de 360º.

fotos-pous

Mais informações www.pousadapedrasesonhos.com.br

 

Mais próximo ao centro a Pousada Jardim da Mantiqueira se instala ao redor de um bosque de araucárias. Os chalés têm uma decoração de estilo minimalista e muita luz natural. Com um ambiente mais familiar a pousada convida às crianças a se aventurar e brincar em um ambiente natural. São doze chalés com lareira e hidromassagem, vista para as montanhas, decoração única, varanda privativa e suítes totalmente equipadas.

jardim

Mais informações www.pousadajardimdamantiqueira.com.br

 

Onde comer

Em um passeio pela rua principal, você deparará que tem diversas opções para comer.  Experimente o Foundue do Mont Verde, as deliciosas trutas do Paulinho, a Raclete do Botequim da Montanha e os abundantes e suculentos pratos do restaurante Vila Amarela.

Mais informações

www.casadofondue.com.br

www.paulodastrutas.com.br

@botequimdamontanharestaurante

www.villaamarela.com.br

Texto por Cláudio Lacerda Oliva e Natalia Bastos

Fotos por Natalia Bastos

Comentários