logo

Telefone: (11) 3024-9500

Messênia guarda tesouros da Antiga Grécia | Qual Viagem Logo

Foto via iStock por elgreko

Messênia guarda tesouros da Antiga Grécia

21 de janeiro de 2019

A Grécia é conhecida por ser o país das mitologias que fazem o imaginário de qualquer um ir além. E nada melhor do que conhecer uma parte do passado dessa civilização, enquanto desfruta de uma ótima gastronomia e explora belíssimos sítios arqueológicos e paisagens de tirar o fôlego.

Assim é a Messênia, uma pequena parte da Grécia Antiga que ainda guarda incríveis tesouros daquela época. Localizada a pouco mais de duas horas de Atenas, a região está situada ao sudoeste de Peloponeso, local famoso pela guerra travada entre Atenas e Esparta durante o século V a.C.

A capital, Calamata, é o ponto de início para descobrir os segredos de Messênia. É lá que fica a Antiga Acrópole de Farai e o Castelo de Isabeau, onde anualmente acontece o Festival de Internacional de Dança. Além disso, é o melhor lugar para ver a cidade em 360° e apreciar o pôr do sol.

Foto via iStock por photo_stella

Foto via iStock por photo_stella

Quem curte e está atrás exclusivamente de história e objetos antigos poderá encontrar tudo isso e mais um pouco no centro da cidade, onde estão os principais museus, como a Galeria Grega de Arte Moderna, o Museu de Arqueologia Benakeion que possui artefatos da Idade de Bronze e da Era Romana e fica na antiga localização da Ágora Municipal e o Museu do Folclore e da História, localizado no Palácio Kiriakou.

Quando se fala em Grécia, uma das primeiras coisas que se vem à mente são as impressionantes construções antigas. As ruínas do Teatro Antigo é uma das principais atrações, assim como o Colonnade, o Estádio e Ginásio de jogos.  E claro, não se pode deixar de fora os castelos de Pilos, Methoni e Koroni, que ficam bem próximos da cidade de Messênia e podem ser incluídos no roteiro da viagem.

Foto via iStock por elgreko

Foto via iStock por elgreko

Os amantes de natureza podem se encantar com todas as belezas nativas que cercam a cidade, no entanto, o principal ponto é o Monte Taigeto, uma das montanhas mais altas do país, com 2404 de altura e atua como a fronteira natural entre a Messênia e a Lacônia. Seu nome é bem antigo e existem diversos registros a seu respeito desde a Odisseia. Já na mitologia ele era associado à ninfa Taygete, uma das Plêiades mais famosas da história.

Foto via iStock por Susan Vineyard

Foto via iStock por Susan Vineyard

O Rio Neda é outro ponto que deve entrar na sua listinha. Com águas azuis cristalinas e a uma linda catarata, o Neda – que é o único rio na Grécia que possui um nome feminino – é um desses lugares incríveis e intocados. Devido a sua beleza e nome, foi associado como o lar das ninfas e isso só o deixa ainda mais mágico.

Nada melhor do que desfrutar a gastronomia de outro lugar, certo? A cozinha grega é uma mistura de sabores exóticos, cores e apreciação. Na mesa, o intuito é degustar sem pressa. Em Messênia e Calamata, as azeitonas são uma sensação local – a produção do azeite tem aberto novas portas para o turismo rural e sustentável, e existe até mesmo uma Rota da Oliva, pelas oliveiras de Peloponeso.

Foto via iStock por fermate

Foto via iStock por fermate

Não deixe de experimentar as Strapatsadas a base de carne defumada, ovos e tomate, um dos pratos mais típicos do país. As panquecas de Lalangides são uma aventura a parte, ainda mais se forem servidas com xarope de uva.

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock por elgreko

Comentários