logo

Telefone: (11) 3024-9500

Descubra a antiga capital da China, Nanjing | Qual Viagem Logo

Jiming Temple sits atop a hill overlooking Nanjing, China.

Descubra a antiga capital da China, Nanjing

11 de janeiro de 2019

Localizada ao longo das margens do Rio Yangtzé, Nanjing foi lar de imperadores de seis dinastias diferentes e é uma das cidades mais impressionantes da China. Com cerca de 10 milhões de habitantes, a capital da província de Jiangsu surpreende os visitantes com a beleza natural que circula a cidade cheia de prédios enormes que contrastam com construções milenares.

A história de Nanjing remete aproximadamente a 472 a.C, quando foi construída a primeira defesa militar na região. Com o passar dos anos, a cidade ganhou influência e prestígio, principalmente quando Sun Quan, um dos imperadores dos Três Reinos, mudou a capital de seu reino para a região e a nomeou de Jianye.

A cidade conta com diversos locais históricos para visitar como o Fuzimiao, Templo de Confúcio, um dos mais respeitados filósofos chineses. Construído em 1034, o local abriga a maior estátua de Confúcio da China, além de uma estátua feita em bronze e outras em mármore branco. O Fuzimiao ainda possui um acervo de 38 painéis produzidos com pedras preciosas que contam a história do grande pensador.

Foto via iStock por aphotostory

Foto via iStock por aphotostory

O templo está localizado em frente ao Rio Qinhuai, onde é possível ir de barco até o Portão Zhonghua, enquanto aproveita a cidade de uma maneira diferente. Zhonghua, que significa “Portão da China”, é uma das relíquias de Nanjing. Faz parte do complexo do Castelo e é considerada a construção mais complexa do mundo.

Foto via iStock por Wangkun Jia

Foto via iStock por Wangkun Jia

Não muito longe está a famosa Montanha Púrpura. É ali que fica a atração mais visitada da cidade, o Mausoléu do Dr. Sun Yat-sen, carinhosamente apelidado de Pai da Nação, por seus feitos revolucionários que derrubaram a dinastia Qing do poder. O mausoléu conta com diversos pavilhões e aéreas que contam a história de Sun Yat-sen.

Foto via iStock por SeanPavonePhoto

Foto via iStock por SeanPavonePhoto

Dali é possível visitar outras atrações que ficam bem próximas e podem ser feitas com o trenzinho de turismo, como o túmulo do primeiro imperador Ming, Xiao Ling, o Templo Linggu e seu pagode de 8 andares, o Pavilhão Zhengqi, o Salão de Música ao Ar Livre, a Casa de Cera da Revolução Democrática e o Museu Sun Yat-sen.

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock por Evening_T

Comentários