logo

Telefone: (11) 3024-9500

5 motivos para visitar a misteriosa Cusco, no Peru | Qual Viagem Logo

Cuzco, Peru - July 16, 2013: tourists at the Plaza de Armas and Society of Jesus church

5 motivos para visitar a misteriosa Cusco, no Peru

22 de julho de 2016

Monumentos, ruínas, artesanato e a culinária local fazem de Cusco uma viagem única e motivadora. Berço do Império Inca, a cidade está mergulhada em uma cultura reveladora, cheia de templos e parques que podem ser vistos em uma caminhada tranquila. Localizada no planalto peruano, Cusco é um destino que reúne uma variedade de lugares a visitar. A rica tradição permite ao viajante conhecer o ritmo de vida dos poucos mais de 500 mil habitantes que vivem por lá.

Caminhar para sentir o clima da cidade

City of Cuzco in Peru, South America

Foto por iStock / Stockphoto24

Nada melhor ao iniciar uma viagem com propósito como diminuir o ritmo. Uma caminhada pelo lugar nos diz muito sobre seus moradores, hábitos e estilo de vida. Em Cusco, isso se torna ainda mais especial, uma vez que as ruas são cercadas de histórias. Trace uma rota e saia caminhando pelos pontos que achar interessantes. A Praça das Armas, o mercado Central de San Pedro e a região de San Blás são alguns pontos sugeridos para o seu roteiro.

Respirar o ar de antigas civilizações

Fortress Sacsayhuaman - the last  stronghold of the Incas in the north of Cusco.

Foto por iStock / Zaharov

Conhecida como a capital da cultura Inca, é impossível não mergulhar na história local. A Basílica Catedral de Cusco, na Plaza de Armas, o Parque Arqueológico de Saqsaywaman e o Qoricancha, são paradas obrigatórias. Para os viajantes interessados em arqueologia, a cidade proporciona monumentos religiosos; par os aficionados por tradições populares, artesanato. Até mesmo observadores de aves devem considerar a cidade em sua lista de lugares a conhecer. Berço do Império Inca, tido como o maior Estado da América pré-colombiana, o território peruano também abrigou a civilização de Caral. Cusco é o ponto inicial para se conhecer a história desses povos. Conhecido como o Templo do Sol, Qoricancha servia como local para cerimônias e estudos como astronomia e matemática. Para visitar o tempo de Qoricancha é necessário pagar a entrada de 10 soles (R$ 10,00), e o passeio abrange arquitetura, história e arte, onde é possível conhecer um pouco mais sobre a cultura Inca.

Outra histórica construção a visitar é a Basílica de Cusco. A imponente construção tem três naves e 12 capelas em seu interior. Muito rica em imagens, quadros, ouro e prata, não se pode fotografar lá dentro para preservação do patrimônio. A entrada custa cerca de 25 soles (R$25,00). O Parque de Saqsaywaman, com seus 10 mil anos de idade é considerado uma fortaleza mesmo sem ter tido nenhuma função militar. O lugar era um centro cerimonial, utilizado como uma zona sagrada e de estudos. Localizado a 3.650 metros de altura, sua construção foi à base de pedras enormes.

Saborear a gastronomia peruana

Peruvian food Ceviche. Raw fish marinated on lime juice.

Foto por iStock / CarlaNichiata

As culturas Ameríndias são famosas por sua rica culinária. Sabores, texturas, cores e aromas levam o turista a descobrir receitas deliciosas. Bananas, pimentas, batatas, frango e milho são alguns dos alimentos base da culinária peruana. Ao provar as comidas típicas como ceviche, frango grelhado, timpo e anticuchos, o viajante conhecerá muito mais de perto a tradição e a cultura local. O ceviche é um dos pratos mais conhecidos e também considerado um patrimônio cultural da nação peruana. Há uma variedade grande das receitas em cada região e local. Basicamente é um prato à base de pescados marinados em limão peruano, cebola, sal, alho e pimenta.

Chegar é mais fácil

Cusco, Peru - September 9, 2015: People and tourists walking in the streets of Cusco, former Inca capital, famous travel destination in Peru and one of the most visited historical cities in the world.

Foto por iStock / fabio lamanna

Cidadãos brasileiros são isentos de visto. Caso o viajante não tenha passaporte, o RG pode ser usado para entrar no país. Há voos diretos e com escalas entre as principais cidades brasileiras para Lima e Cusco. Para economizar, uma parada em Lima é a melhor opção. Os voos entre as duas cidades peruanas duram apenas 1h e podem ser encontrados na faixa de R$ 600,00.

Economizar

Souvenir bags in the market on Sagarnaga street in La Paz, Bolivia.

Foto por iStock / saiko3p

A moeda peruana é o Novo Sol. Em relação ao Real, as duas moedas são equivalentes. Cusco é um destino econômico, mesmo considerando os preços de alta estação. Comidas e bebidas também se encontram a um preço acessível.

Hotel Midori: dica de hospedagem

Este casarão colonial, restaurado em sua totalidade, conta com 24 apartamentos completamente equipados, restaurante com café da manhã, lavanderia, serviço de quarto, internet, sauna e banheira de hidromassagem. Com localização próxima ao centro histórico de Cusco, está a um quarteirão da Praza de Armas, um dos espaços mais lindos da cidade, rodeado de igrejas, jardins com bancos e restaurantes com sacadas onde se pode observar o movimento da cidade enquanto se desfruta da comida típica, um fresco ceviche, ou o popular frango na brasa. Chegar ao Hotel Midori é muito fácil, o Aeroporto Internacional Alejandro Velasco Astete está a somente 15 minutos de carro. O hotel está localizado próximo ao coração do centro histórico de Cusco, a poucos passos do Museu Inca e das principais ruas e vielas da cidade.

Mais informações em: royal-holiday.com/pt/br/hotel/hotel-midori

Texto por: Agência com edição de Cláudio Lacerda Oliva.

Foto destaque por: iStock / DrMonochrome

Comentários