logo

Telefone: (11) 3024-9500

5 livros que nos levam em uma viagem pela Itália | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ TT

5 livros que nos levam em uma viagem pela Itália

24 de abril de 2020

Nesta quinta-feira foi comemorado o Dia Mundial do Livro e, como amamos viajar pelas páginas de um roteiro, resolvemos listar alguns livros que nos levam para um destino especial: a Itália.

O país, que tanto vem sofrendo com a pandemia do coronavírus, é destino dos sonhos para a maioria dos viajantes. E, enquanto não podemos ir até lá, percorrer suas belas paisagens por meio dos livros é uma excelente saída.

Confira cinco obras para se encantar página a página:

Amor & Gelato, Jenna Evans Welch

Florença Itália

Foto por Istock/ orpheus26

Em clima de romance leve, o livro conta a história de uma adolescente que se muda, um pouco a contragosto, para a Itália depois da morte de sua mãe. Lina começa a conhecer a encantadora Florença e, além de se apaixonar por todas as belezas arquitetônicas e naturais do lugar, descobre a importância que ele tinha para sua mãe.

Entre um gelato e outro – atrativo imperdível na Itália, inclusive -, é possível desbravar, junto da protagonista, lugares famosos como a Ponte Vecchio, o Duomo e a Piazza dela Signoria.

Tetralogia Napolitana, Elena Ferrante

Napoles Itália

Foto por Istock/ muydulce

A escritora italiana, que intriga seus leitores com o mistério de sua identidade, apresenta, por diversas vezes, as grandes particularidades do Sul e do Norte da Itália. E, em sua tetralogia, Nápoles é cenário da história de amizade entre Lina e Lenu, desde o pós-segunda guerra, até 60 anos depois.

O bairro napolitano, tão descrito nos livros, é real e conta com as casas, escola, escadarias e outros pontos relatados no livro, inclusive. Além disso, a história de Ferrante nos leva por outros destinos da região, como Lungomare e Chiaia.

Por ordem, livros são: A amiga Genial, História do Novo Sobrenome, História de quem Fica e de quem Foge e História da Menina Perdida.

Anjos e Demônios, Dan Brown

Roma Itália

Foto por Istock/ Nicola Forenza

Desde seu primeiro best-seller, Código da Vinci, Dan Brown já nos deixa com aquele gostinho de viajar pelos cenários onde o sempre presente Robert Langdon vive suas aventuras enigmáticas. E a Itália é destino recorrente em suas histórias. Seja nos esconderijos de Da Vinci, citados no primeiro livro, ou Florença e sua catedral que aparecem em Inferno.

Porém, é em Anjos e Demônios que o país ganha destaque com sua capital Roma. Na história, o professor é chamado para ajudar na investigação do sumiço de quatro cardeais e começa uma caçada na “Cidade Eterna” por pistas.

Além da Basílica de São Pedro, recorrente em todo o livro, é possível acompanhar o protagonista por lugares como a Piazza Navona, o Castelo de Sant’Angelo e o Panteão.

Me chame pelo seu nome, André Aciman

Itáçia vila

Foto por Istock/ nantonov

A obra, que inspirou o filme homônimo aclamado nos festivais de cinema de 2018, retrata o verão de um jovem na costa italiana e uma paixão que marca sua vida.

Seja caminhando ou andando de bicicleta, Elio nos leva por um passeio pelas ruas de uma típica vila italiana, com um clima gostoso de verão que nos faz desejar pegar o primeiro avião para admirar um belo e alaranjado pôr do sol na praça, tomando gelato.

Mil dias em Veneza, Marlena de Blasi

Foto por IStock/ bluejayphoto

Foto por IStock/ bluejayphoto

O livro conta a história de amor real da autora, uma chef de cozinha que conhece a Itália a trabalho e não resiste aos encantos do país, retornando anualmente para Veneza.

Enquanto percorre seu romance com Fernando, Marlena passa, não só pelos cenários da capital do Vêneto, quanto seus sabores e aromas. Vale a pena conferir as receitas apresentadas pela chef e também o roteiro romântico que ela faz pela cidade.

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque por Istock/ TT

Comentários