logo

Telefone: (11) 3024-9500

5 destinos para curtir o prazer de estar desconectado | Qual Viagem Logo

viajala-pixabay

5 destinos para curtir o prazer de estar desconectado

12 de setembro de 2018

Depois do medo de perder informações e ficar desatualizado, conhecido como FOMO (Fear of Missing Out) viajantes estão apreciando um novo momento, que preza a desconexão digital para uma conexão diferente, consigo mesmo, com a natureza, com a arte, com o ócio. Já chamado de JOMO (Joy of Missing Out) é uma tendência especialmente entre os viajantes, que apesar de usarem os smartphones e outros dispositivos e um boa conexão 3G ou 4G para planejar e facilitar a viagem – reservas, mapas, etc. – querem mesmo é não acessar redes sociais ou receber mensagens o tempo todo.

Em um mundo hiperconectado, deixar o celular de lado pode parecer um pouco intimidador. Mas a realidade é que, quando você desconecta e para de olhar a tela por um momento, descobre paisagens e lugares charmosos cuja essência não pode ser vista nem com a lente da melhor câmera. E a experiência de conectar-se com a natureza e reconectar-se com você mesmo pode ser transformadora.

A pedido de QUAL VIAGEM, o metabuscador de viagens Viajala selecionou 5 destinos, no Brasil e no mundo, perfeitos para que os viajantes desfrutem de momentos inspiradores, sem nenhuma – ou quase nenhuma – conexão com a internet. Confira:

Amazônia – Brasil

viajala-amazonia-brasil-pixabay

O grande pulmão do mundo é o destino ideal para fugir do mundo digital e se voltar ao simples. Lá é possível se hospedar em ecolodges no meio da floresta ou na beira de um rio, fazer expedições fluviais, acordar bem cedo para admirar o nascer do sol deslumbrante, se conectar com um outro modo de viver e se emocionar com o pôr do sol.

Uma viagem a qualquer parte da Amazônia brasileira é um sucesso para um detox digital, pois seguramente estará em locais com nenhuma, ou quase nenhuma, possibilidade de conexão.

Havana – Cuba

viajala-havana-cuba-pixabay

Em Cuba, 98% dos hotéis não oferecem conexão sem fio e acesso às redes móveis são muito restritos, uma opção que não pode ser considerada. Na capital Havana, o seu celular será seu aliado para fotos e verificar a hora, pois dificilmente estará conectado.

A verdade é que de La Habana até Varadero, são tantas as belezas naturais e atrações para conhecer, que dificilmente você terá tempo para pensar em postar fotos ou trocar mensagens além de desfrutar de cada detalhe e lugar por onde passar.

Manila – Filipinas

viajala-manila-filipinas-pixabay

Embora haja acesso à rede, o serviço e o sinal são tão ruins que você preferirá não tentar. Aproximadamente 27% dos hotéis não oferecem wi-fi, e aqueles que o fazem só têm serviço no lobby durante o dia.

Mas em Manila a dica é não desviar o olhar nenhum minuto, porque a capital filipina é uma bela fusão entre o clássico e o moderno que você não vai querer perder.

China

viajala-china-pixabay

Embora haja conexão com a internet, não é como estamos acostumados. Funciona mais como uma intranet completamente controlada pelo governo. A maioria das redes sociais como Facebook e WhatsApp não funcionam, há termos de pesquisa censurados e o acesso ao Google não é completo.

Com esse panorama, é melhor não perder tempo tentando se conectar e aproveitar a beleza e atrações de cada uma de suas cidades.

Fernando de Noronha – Brasil

viajala-fernando-de-noronha-brasil-pixabay

Neste paraíso terrestre você só encontrará internet em um pequeno bar, já que nenhum dos hotéis oferece o serviço. Mas com praias de areia branca, água azul-turquesa e selva exuberante, a última coisa em que você vai pensar é estar conectado. No total, são 21 ilhas onde você pode esquecer o mundo por um tempo, descansar e recarregar sua energia.

Fotos: Pixabay

Comentários